Educação Física

exercício físico durante a gestação

“Foi quebrado o tabu de que o mais indicado é o repouso. A manutenção da vida ativa faz uma gestação e um bebê mais saudáveis” – Daniel Iatski, professor da Companhia Athletica Curitiba

No decorrer da gravidez, muitas mães, além de ficarem atentas aos cuidados com o filho, preocupam-se com sua saúde física. As que são esportistas têm medo de perder o condicionamento, já as mais sedentárias receiam ficar com o corpo muito diferente após o nascimento do bebê. Para explicar um pouco sobre essa vivência, entrevistamos profissionais da Companhia Athletica Curitiba: o personal trainer Daniel Iatski e a triatleta Luca Glaser.

Luca, que participa de provas de triathlon desde

futebol

Trabalho experimental realizado com atletas da base mostrou que é possível prepará-los para um dos momentos chave do futebol

Uma pesquisa realizada na Escola de Educação Física e Esporte (EEFE) da USP confirmou que uma técnica associada à psicologia cognitivo-comportamental e aplicada em atletas de futebol pode reduzir o estado de ansiedade no momento da cobrança de pênalti.

Uma tese de doutorado defendida pelo psicólogo Daniel Donadio de Mello teve como principal objetivo auxiliar atletas da categoria de base em um dos momentos chave do futebol.

Apesar de ser um esporte coletivo, o desempenho individual de um atleta pode definir o resultado de um jogo ou mesmo de um campeonato, ressalta Mello.

educação física

Estudos da Escola de Educação Física e Esporte da USP incluem doenças, como pressão arterial e controle neurovascular

A Escola de Educação Física e Esporte (EEFE) da USP está recrutando voluntários para diversas pesquisas realizadas na unidade. Os temas são atividade física e doenças respiratórias sazonais, perfil do(a) corredor(a) de rua, suplementação de probióticos – maratonistas, nutrição e treinamento de força, AVC e exercício físico, Parkinson e exercício físico, pressão arterial, controle neurovascular, e nutrição e treinamento de força para veganos.

A EEFE está localizada na Av. Prof. Mello Moraes, 65, campus Cidade Universitária, São Paulo. Veja abaixo as oportunidades em aberto, assim como os pré-requisitos e benefícios de cada uma:

Futebol

Crianças que aos três anos faziam atividade física, apresentaram, aos cinco anos, mais chances de praticar esportes

Quanto maior a oportunidade de prática esportiva nos primeiros anos de vida, maior será a probabilidade de continuidade dessa prática nos anos posteriores. É o que mostra o artigo Association between sports participation, motor competence and weight status: A longitudinal study desenvolvido com a participação do professor Alessandro Hervaldo Nicolai Ré, da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da USP.

“Fornecer oportunidades adequadas de participação em esportes e de desenvolvimento das habilidades motoras durante a infância pode promover a prática de atividade física nos anos posteriores, com impacto positivo na qualidade de

Dr. Rodrigo Scussiato

O joelho merece atenção desde o primeiro incômodo e, na maioria das vezes, há tratamentos eficazes

Atividade física sem orientação, acidente, excesso de peso, fatores genéticos, muitas são as causas que podem afetar o joelho, que é uma das maiores articulações do corpo humano e também uma das que mais sofre lesões.

De acordo com Dr. Rodrigo Scussiato, do Hospital XV -, as principais lesões são: Lesão no ligamento colateral medial,ligamento cruzado anterior (LCA), Lesões dos meniscos,Tendinite entre outros. A obesidade também é uma das principais causas de lesões nos joelhos. “Esse desgaste da cartilagem é o maior problema que o sobrepeso pode causar ao joelho e, depois da condromalacia,

Exercício físico

Estudo compara marcha, ocorrência de quedas e medo de cair entre idosas ativas e sedentárias

Estudo na Escola de Educação Física e Esportes de Ribeirão Preto (EEFERP) da USP reforça o que já vem sendo observado no dia a dia dos idosos e na literatura científica. Com o avanço da idade a capacidade funcional do idoso fica comprometida e afeta a marcha, a coordenação e o equilíbrio das pessoas, com aumento do risco de quedas e do medo de cair. Por outro lado, idoso ativo tem mais força, vitalidade, bom humor, capacidade funcional, autonomia e qualidade de vida.

A educadora física Roberta Abdala analisou um grupo de 35 mulheres, com idade

Natação

Yoga, hidroginástica e capoeira são algumas das modalidades oferecidas no Cepeusp; inscrições a partir de 8 de janeiro

Neste ano, o Centro de Práticas Esportivas da USP (Cepeusp) oferece novas modalidades e mais vagas em sua programação de férias. A proposta é incentivar o público a frequentar o local neste período, atrair novos alunos e dar continuidade às atividades desenvolvidas durante o semestre.

As inscrições começam no dia 8 de janeiro e devem ser realizadas exclusivamente on-line, pelo site do Cepeusp. As aulas serão realizadas entre os dias 15 de janeiro e 9 de fevereiro. Podem se inscrevem tanto pessoas da comunidade USP como externa.

Os interessados devem preencher o perfil no

obesos

Resultados preliminares são de pesquisa com pacientes do Hospital da Clínicas que realizaram cirurgia para redução de estômago

Exercício físico minimiza perda de massa óssea e muscular em pessoas que foram submetidas à cirurgia bariátrica. Segundo uma pesquisa feita na USP, a atividade física não só reduz estes efeitos adversos como também potencializa os benefícios do procedimento cirúrgico.

As constatações fazem parte de um estudo, cujos dados ainda são preliminares, feito por pesquisadores da Escola de Educação Física e Esporte (EEFE) da USP, com pessoas que passaram pelo tratamento de combate à obesidade no Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP).

Os pacientes tiveram acompanhamento

exercício físico

Tanto exercício aeróbio isolado quanto treino combinado de aeróbio e de força reduziram a fragmentação do sono

Pesquisa na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP confirma o que já vem sendo largamente difundido por especialistas, que ter uma vida saudável, especialmente para o idoso, depende tanto da prática regular de exercícios físicos, como de uma boa noite de sono.

Ao analisar um grupo de idosos hipertensos submetidos a dois tipos de treinamento, exercício aeróbico isolado ou treinamento combinado aeróbio e de força, o fisioterapeuta Thiago Bonardi concluiu que houve melhora nos aspectos emocionais, na qualidade do sono e, ainda, esses idosos se tornaram mais ativos fisicamente.

Os

serviços domésticos

Pesquisa feita em Ermelino Matarazzo propõe ações educativas para incentivar prática de atividades físicas no tempo livre

A condição socioeconômica está associada ao nível de atividade física das pessoas, ou seja, o quanto elas se exercitam em seu tempo livre, em casa, no trabalho ou como forma de deslocamento. Os mais pobres se exercitam menos em seu tempo livre e executam mais tarefas ocupacionais, como trabalhos domésticos, levantamento de cargas e deslocamento. Pesquisa feita pela USP, que entrevistou moradores do distrito de Ermelino Matarazzo, região de baixo nível socioeconômico da zona leste de São Paulo, propõe ações educativas e de prática de exercícios físicos para modificar este quadro.

Fazer atividade

futebol

Muitas vezes, jogadores buscam ajuda nos mesmos locais de origem das pressões, como família e comissão técnica

No futebol profissional, a rotina de treino é desgastante, física e psicologicamente e, diariamente, os jogadores e comissão técnica são muito pressionados para obter bom desempenho e conquistar títulos. Para lidar com as pressões, na maioria dos casos, os atletas buscam ajuda nos mesmos lugares em que as cobranças têm origem, em especial a comissão técnica e a família. A conclusão é de pesquisa do Instituto de Psicologia (IP) da USP. No estudo, o professor de educação física Rafael Moreno Castellani entrevistou 25 jogadores, 12 integrantes de comissão técnica e seis dirigentes de três clubes