Foram mais de 1,9 mil trabalhos inscritos na 28ª edição do prêmio, que teve como tema "Segurança Alimentar e Nutricional"

Foram mais de 1,9 mil trabalhos inscritos na 28ª edição do prêmio, que teve como tema "Segurança Alimentar e Nutricional"

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) anunciou os vencedores da 28ª edição do Prêmio Jovem Cientista em 2015.

Com o tema "Segurança Alimentar e Nutricional", a edição teve mais de 1,9 mil trabalhos inscritos. Estudantes e instituições de ensino do Ceará, Minas Gerais, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo estão entre os vencedores.

Entre os trabalhos contemplados estão um produto que permite ao consumidor identificar fraudes no leite; um modelo inovador de agricultura urbana, que oferece um sistema sustentável de produção e aproxima os consumidores dos produtores; um estudo sobre a castanha-do-brasil como fonte de suplementação de selênio para idosos, que se revela importante aliado na prevenção do mal de Alzheimer.

O presidente do CNPq, Hernan Chaimovich, ressaltou a importância da iniciação científica. “A iniciação científica é uma necessidade, e o futuro é aquele que na universidade todos tenham a liberdade e a formação para produzir as próprias perguntas”, disse.

Os vencedores são:

Categoria Mestre e Doutor:

1º lugar: Bárbara Rita Cardoso (Universidade de São Paulo)
Orientador: Silvia Maria Franciscato Cozzolino
Título do estudo: “Efeitos do consumo de castanha-do-brasil (Bertholetia excelsa H.B.K.) sobre a cognição e o estresse oxidativo em pacientes com comprometimento cognitivo leve e a relação com variações em genes de selenoproteínas”

2º lugar: Camila Maranha Paes de Carvalho (Universidade do Estado do Rio de Janeiro)
Orientador: Inês Rugani Ribeiro de Castro
Título do estudo: “Proposta de avaliação do Programa Nacional de Alimentação Escolar para municípios do Estado do Rio de Janeiro”

3º lugar: Fernanda Garcia dos Santos (Universidade Federal de São Paulo)
Orientador: Vanessa Dias Capriles
Título do estudo: “Inovação para o desenvolvimento de pães sem glúten de boa qualidade tecnológica, sensorial e nutricional: contribuições para o tratamento dietético dos doentes celíacos e demais intolerantes ao glúten” – o trabalho premiado integra um projeto apoiado pela FAPESP.

Categoria Estudante do Ensino Superior

1º lugar: Deloan Edberto Mattos Perini (Universidade Federal da Fronteira do Sul)
Orientador: Marcela Alvares Maciel
Título do estudo: “Modelo de agricultura urbana como inovação no processo de abastecimento de alimentos em cidades de pequeno porte”

2º lugar: Davi Benedito Oliveira (Universidade Federal de Itajubá)
Orientador: Álvaro Antônio Alencar de Queiroz
Título do estudo: “Biossensores nanoestruturados para a monitoração da qualidade do pescado”

3º lugar: Kamila Ramponi Rodrigues de Godoi (Universidade Estadual de Campinas)
Orientador: Ana Paula Badan Ribeiro
Título do estudo: “Avaliação da incorporação de fitoesteróis livres e esterificados como agentes estruturantes em bases lipídicas para aplicação em alimentos”

Categoria Mérito Institucional

Ensino Superior: Universidade Federal de Santa Catarina
Ensino Médio: Escola Estadual de Educação Profissional Joaquim Nogueira, de Fortaleza

Categoria Mérito Científico

Franco Maria Lajolo – Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo

Mais informações e outros ganhadores: www.jovemcientista.cnpq.br

Agência FAPESP

Pin It