Notícias

Simpósio sobre cana-de-açúcar

Instituições públicas e privadas vêm desenvolvendo estudos estratégicos, procurando analisar as principais questões que afetam a competitividade das cadeias produtivas da cana-de-açúcar no Brasil. Tal esforço tem por finalidade tornar o setor sucroenergético nacional cada vez mais forte no cenário mundial. Neste sentido, as instituições parceiras que compõem o Projeto Pluricana, sentindo a necessidade de constituir uma Rede de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação consolidada em cana-de-açúcar capaz de integrar e ampliar os programas públicos de melhoramento genético e biotecnologia, como também avançar em novas tecnologias para o aprimoramento dos sistemas de produção, promove este evento visando discutir e delinear estratégias de inovação para um avanço sustentável. O evento é gratuito

adubo verde

A pesquisa participativa entre cientistas da Embrapa, professores, estudantes e pequenos produtores de frutas e hortaliças do Nordeste resultou na criação de vários bancos de sementes de plantas utilizadas como adubos verdes. O trabalho, desenvolvido no interior do Piauí, Rio Grande do Norte, Ceará e Maranhão, está ampliando e fortalecendo a fruticultura orgânica na região, reduzindo custos de produção e gerando mais renda. A adubação verde é baseada no uso de plantas, especialmente leguminosas, que fornecem nutrientes e melhoram a qualidade do solo. Com maior oferta local de sementes dessas plantas, agricultores nordestinos economizam ao não ter que importar o material de outras regiões.

Ganharam bancos de sementes os municípios

Casa de Oswaldo Cruz

A Fundação Oswaldo Cruz, por meio da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz), assinou um acordo de cooperação internacional com a organização sem fins lucrativos Apoyonline, que promove a comunicação, intercâmbio e desenvolvimento profissional na área de preservação do patrimônio nas Américas e em países de língua portuguesa e espanhola, e está sediada em Maryland, nos Estados Unidos.

Com vigência de cinco anos, o memorando de entendimento entre as duas instituições prevê o desenvolvimento de parcerias nas áreas de educação, pesquisa, desenvolvimento tecnológico, comunicação, informação, gestão e políticas nos campos do patrimônio cultural em geral e, especificamente, na conservação preventiva de acervos culturais, científicos e da saúde.

Vice-diretor de Informação e

Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental

A Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental, evento audiovisual sul-americano dedicado a temas socioambientais, está com inscrições abertas até dia 15 de janeiro de 2018 para sua 7ª edição.

Serão aceitas obras brasileiras, latino-americanas e caribenhas, finalizadas a partir de 2016, sem restrições quanto ao gênero ou duração.

Os filmes devem tratar de temáticas ambientais, tais como: energia, água, mudanças climáticas, consumo, trabalho, povos e lugares, ativismo ambiental, resíduos sólidos, contaminação ou poluição, políticas públicas socioambientais, mobilidade, habitação, áreas verdes, áreas urbanas, alimentação, economia verde, globalização, vida selvagem e sustentabilidade, entre outras.

Os selecionados concorrerão nas categorias Melhor Longa-Metragem Pelo Júri (a partir de 60 minutos), com prêmio de R$ 15

Biocientista Mirim

Vídeo foi idealizado por alunos e professores do Instituto de Ciências Biomédicas

Celulares sem sinal, pessoas doentes, poluição por todos os lados: esse é o mundo visualizado por uma menina na animação O Mundo sem Ciência. 

A ideia do vídeo veio de alunos e professores do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP. A produção foi financiada pelo Edital USP/Santander da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão (PRCEU).

Com direção da Spirit Animation Studios, a animação é parte do projeto Biocientista Mirim, que tem como objetivo promover a educação em biociências para alunos e professores do ensino fundamental e médio. Assista à produção:

Professores responsáveis: Ana Marcia de Sá Guimarães e Robson Francisco de

Fiocruz Brasília

A criação de uma rede de informação sobre a ocorrência de casos de criptococose nos serviços de saúde do DF, a partir do estabelecimento da Rede Criptococose no Brasil (RCB) no DF e na Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride/DF), possibilitou o levantamento de dados que revelam a ocorrência da criptococose na região do DF e entorno. “Estabelecemos um sistema de vigilância no qual conseguimos saber como funciona e como se comporta a criptococose no Distrito Federal, que era algo totalmente desconhecido até então”, destaca o coordenador do Programa de Epidemiologia em Saúde (PEPIVS) da Fiocruz Brasília, Vitor Laerte, colaborador da Rede de Criptococose Brasil no

Shell

A FAPESP e a Shell financiarão um centro de pesquisa em novas energias em São Paulo. Os parceiros, que mantêm um acordo de cooperação desde 2013, anunciaram uma chamada de propostas para a instalação do Centro de Pesquisa em Novas Energias, com foco no desenvolvimento de investigações em quatro divisões: Transportadores de alta densidade de energia, Armazenamento avançado de energia, Conversão de metano em produtos e Ciência computacional de materiais.

A chamada recebeu doze submissões, cobrindo os quatro tópicos de pesquisa nela listados. Cada proposta recebeu pareceres de assessoria ad hoc e foi analisada por um painel de especialistas. 

A documentação resultante foi estudada pelo Comitê Gestor da chamada, que, após discussão

hanseníase

O governo e associações médicas fazem campanha janeiro roxo com foco no combate à hanseníase. Em Mato Grosso, um menino de 11 anos, portador da doença, morreu no primeiro dia do ano, que marcou também o início da campanha.

A criança foi internada no domingo (31) com infecção generalizada e morreu na madrugada do dia 1º de janeiro, no Hospital Regional de Sorriso, a 420 quilômetros de Cuiabá. Daniel Rodrigues Santiago era portador de hanseníase multibacilar e estava em tratamento há três meses.

Segundo o Sistema de Informação de Agravos de Notificação do Ministério da Saúde (Sinan), Mato Grosso registra as maiores taxas de detecção de hanseníase do país. Em

Tecnologia

A FAPESP busca empresas parceiras para, juntas, constituírem Centros de Pesquisa em Engenharia em Manufatura Avançada em áreas como big data, inteligência artificial, digitalização, virtualização e sensores a serem sediados em universidades ou institutos de pesquisa do Estado de São Paulo.

Os interessados têm prazo até 11 de fevereiro para apresentar uma primeira versão simplificada de um “Plano Global de Pesquisa” original, ousado e competitivo, apontando objetivos estratégicos e metas pretendidos. O edital e o modelo do documento de manifestação de interesse estão disponíveis em www.fapesp.br/10988.

Os Centros de Pesquisa em Engenharia em Manufatura Avançada são mais um passo no apoio que a FAPESP tem dado ao tema nos últimos

prêmio Les Étoiles de l’Europe

Um projeto desenvolvido por 16 grupos de pesquisa, entre eles o de Helmintologia e Malacologia Médica da Fiocruz Minas, foi contemplado com o troféu Les Étoiles de l’Europe (As Estrelas da Europa), concedido pelo Ministério da Educação Superior, Pesquisa e Inovação da França. A premiação é destinada às melhores iniciativas financiadas, nos últimos 3 anos, por uma comissão europeia que custeia estudos desenvolvidos por pesquisadores da Europa, juntamente com parceiros de países em desenvolvimento. O projeto, denominado A-ParaDDise- Anti-Parasitic Drug Discovery in Epigenetics, foi premiado dentro da categoria Menção de Ciência Aberta, concorrendo com mais de 50 iniciativas.

O projeto teve por objetivo encontrar enzimas essenciais para a sobrevivência dos parasitos

estrela-do-mar

Nos meses de janeiro e fevereiro, o Centro de Biologia Marinha (CEBIMar) da USP tem à disposição diversos dias e horários para receber visitantes interessados em conhecer o local e aprender um pouco sobre o oceano e seus seres.

As visitas são monitoradas e compreendem uma excursão à praia e observação de animais vivos expostos em tanques. Os visitantes recebem informações sobre os organismos e sobre os ecossistemas em que vivem e podem tocar em alguns deles.

As datas e horários disponíveis e demais informações podem ser acessadas pelo site do CEBIMar ou pelo telefone (12) 3862-8450. As inscrições são gratuitas e feitas pelo site. Não há limite de idade para participação