Sociedade

No século 21, São Paulo passou a ser uma cidade "compacta", diz Medrano

O urbanismo é uma ciência que se desenvolveu a partir de um momento de crise. Mais especificamente, a crise da cidade medieval tradicional que, durante o século 19, teve que se adaptar rapidamente às demandas da produção industrial e às suas consequências no âmbito do sistema capitalista.

“Essa crise foi resolvida? Claro que não”, disse Leandro Medrano, professor do Departamento de História da Arquitetura e Estética do Projeto da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAUUSP).

“Cidades por todo o mundo, em particular as grandes metrópoles, mostram que os conflitos estão aumentando. Problemas relacionados à mobilidade, recursos naturais, preservação ambiental, poluição, saúde pública, falta de

Livro será lançado em seminário nesta terça-feira, na FFLCH

Apesar de melhora em várias áreas, persistem diferenças entre brancos e não brancos no mercado de trabalho

O Brasil de 2010 é um país menos desigual que o Brasil de 1991. A universalização do direito ao voto, do acesso ao ensino fundamental e a expansão dos serviços como água encanada e energia elétrica derrubaram barreiras que, 25 anos atrás, excluíam grupos sociais e moradores das regiões Norte e Nordeste do mapa de desenvolvimento do País.

Resistem, porém, desigualdades importantes no mercado de trabalho: homens ainda ganham mais que as mulheres e brancos estão mais bem colocados que não brancos. A desigualdade entre brancos e não brancos foi a que

Produto cultural: agora as favelas são citadas em roteiros turísticos oficiais

De problema urbano para produto cultural com turismo e baladas: estudo mostra prós e contras dessa mudança

Ao longo das últimas décadas, as favelas do Rio de Janeiro apresentaram uma mudança na imagem como são vistas pelo poder público e a sociedade, como mostra estudo da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP. Nesse processo de reconstrução de imagem, elas foram transformadas em locais que podem ser “consumidos” pela sociedade capitalista. O poder público, na impossibilidade de resolver o “problema urbano”, atuou na transformação da imagem das favelas na paisagem urbana. “A favela era vista como um problema e foi transformada em um produto cultural. E uma das formas

A gravidez de mulheres acima dos 40 anos não causa mais espanto, muitas mulheres que já passaram desta idade afloram seu instinto maternal e sonham ainda mais com a possibilidade de serem mães. A gravidez em qualquer idade tem vantagens e desvantagens, não há como negar que as chances de engravidar após os 40 anos são muito menores, a reserva de óvulos diminui significativamente com a idade, e os óvulos mais velhos são mais propensos a desenvolver problemas, aumentando o risco de aborto e anomalias ao nascimento e a mulher também possui mais chance de ser acometida por pressão alta, diabetes ou outras doenças que agravam ainda o mais o