cigarros

Pesquisadores da Faculdade de Ciências Agronômicas fazem este trabalho no câmpus Botucatu

31 de maio, é o Dia Mundial Sem Tabaco, data criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para conscientizar sobre os males que o fumo pode trazer à saúde.

O cigarro não prejudica apenas o corpo humano. Pode causar danos ao meio ambiente e, no caso de produtos contrabandeados, financiar a criminalidade.

É pensando nisso que um grupo de pesquisadores da Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp, do câmpus de Botucatu, vem desenvolvendo técnicas de reciclagem dos componentes do cigarro. Para isso, eles utilizam amostras apreendidas em operações da Receita Federal. 

As pesquisas contam com o apoio da AUIN (Agência Unesp de Inovação). Veja mais detalhes nesta reportagem da TV Unesp.

 

Unesp

Pin It