Debates ocorreram em Cabo Verde

Foco é Segurança Alimentar e Nutricional

Entre os dias 15 e 16 de julho, em Cabo Verde, durante o XXV Encontro da Associação das Universidades de Língua Portuguesa (AULP), a Universidade Estadual Paulista (Unesp) e o Instituto Superior de Agronomia (ISA), de Portugal, foram escolhidos para liderar o Comitê para Facilitação da Participação das Organizações de Ensino Superior e Pesquisa no Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

A escolha foi realizada na reunião, com 35 representantes de universidades e institutos de todos os Estados-membros da CPLP (com exceção de Timor Leste), para debater sobre “O papel das organizações de ensino superior na promoção de políticas públicas de Segurança Alimentar e Nutricional na CPLP”, promovido pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO/ONU) e o Secretariado Executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (SECPLP).

O objetivo da equipe de técnicos da FAO era apresentar uma estratégia capaz de fortalecer a relação das instituições acadêmicas e de pesquisa com o Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSAN) da CPLP. Entre os pontos estratégicos, destacados por Carlos Mielitz, da Divisão de Parcerias da FAO, estão: mobilizar conhecimento acadêmico para contribuir com ações da FAO nos países-membros, principalmente no que tange a agricultura famílias; estimular pesquisas e disseminar conhecimentos e experiências; estimular o engajamento da Academia nos debates dos processos políticos sobre Segurança Alimentar e Nutricional, nacional e regionalmente.

Para fortalecer as estratégias e a participação acadêmica foi estabelecido o Comitê para Facilitação da Participação das Organizações de Ensino Superior e Pesquisa no Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional da CPLP, formado por uma instituição do Timor Leste e de cada país africano da CPLP, 2 do Brasil e 2 de Portugal. O Comitê terá cerca de um ano, até a próxima reunião do CONSAN/CPLP em julho de 2016, para consolidar estratégias que aproximem as instituições de ensino e pesquisa do órgão e suas ações.

Representada pela coordenadora do Núcleo de Segurança Alimentar e Nutricional e assessora da Pró-Reitoria de Extensão, professora Maria Rita Marques de Oliveira, a Unesp deverá atuar na ampliação da representatividade dentro do CONSAN/CPLP e na identificação de instituições e indivíduos de áreas temáticas ligadas à SAN.

“Essa iniciativa da CPLP de chamar as instituições de ensino e pesquisa para mais próximo da discussão de questões estratégicas para os países de Língua Portuguesa, como é o caso da Segurança Alimentar e Nutricional, representa um marco rumo ao reposicionamento da Universidade como agente de transformação social e coloca a Extensão Universitária num papel de destaque internacional”, frisou a professora Maria Rita.

Sérgio Viana
Portal Unesp

Pin It