Saúde Amanhã

A rede Brasil Saúde Amanhã, iniciativa da Fiocruz que articula a prospecção estratégica do futuro do sistema de saúde brasileiro, apresenta nesta segunda-feira (29/6), o seu novo portal na internet. A plataforma, em versão revista e atualizada, disponibiliza gratuitamente os cinco volumes do livro A Saúde no Brasil em 2030: Prospecção Estratégica do Sistema de Saúde Brasileiro, além de relatórios técnicos, de pesquisa e textos para discussão que atualizam o público sobre o andamento do projeto, que trabalha com o horizonte móvel de 20 anos.

“Nosso objetivo com o portal Saúde Amanhã é dar visibilidade à rede de pesquisa Brasil Saúde Amanhã e disponibilizar ao público os resultados dos estudos desenvolvidos por pesquisadores de todo o Brasil, de diferentes instituições e áreas do conhecimento. Analisamos desde as tendências demográficas e epidemiológicas da população e os desafios impostos pelo cenário econômico global até os entraves para efetivar a regionalização e a equidade do sistema de saúde brasileiro em médio e longo prazo”, destacou o coordenador executivo da rede Brasil Saúde Amanhã, o pesquisador José Carvalho de Noronha. Todo esse conhecimento é disponibilizado, também, por meio de entrevistas com os pesquisadores colaboradores da rede, publicadas toda segunda-feira na seção Saúde Amanhã em Pauta.

O portal Saúde Amanhã disponibiliza, ainda, um Visualizador Cartográfico Interativo, que permite identificar e observar os principais pólos de atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS), considerando diversos serviços de saúde de média e alta complexidade, além de transplantes e serviços de apoio à diagnose. Elaborado a partir de informações do DataSUS para o período 2010-2012, a ferramenta também auxilia a visualização dos fluxos de usuários em busca de atendimento, evidenciando os principais municípios que demandam serviços de saúde, bem como os que mais são mais demandados.

Os mapas procuram relacionar o destino e a origem dos atendimentos no SUS, além de apontar possíveis pólos e redes de atendimento, segundo procedimentos analisados. Os fluxos apresentados evidenciam o deslocamento da população em busca de assistência e os principais locais requisitados, dependendo do nível de complexidade e da oferta disponível. As informações obtidas podem ser exportadas para qualquer outro programa de análise de dados, garantindo a democratização do acesso à informação.

Prospecção estratégica do futuro

Desenvolvido no Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz), o projeto tem o apoio do Ministério da Saúde. Em sua primeira fase, em 2012 e 2013, com a colaboração da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (SAE) e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a iniciativa gerou a publicação do livro A Saúde no Brasil em 2030: Diretrizes para a Prospecção Estratégica do Sistema de Saúde Brasileiro, disponível no portal SciELO. Para o segundo semestre de 2015 está previsto o lançamento de mais três volumes: Brasil Saúde Amanhã: População, Economia e Gestão; Brasil Saúde Amanhã: Complexo Econômico Industrial da Saúde; e Brasil Saúde Amanhã: Organização dos Cuidados em Saúde.

Para o presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, a iniciativa marca um avanço da Fundação no campo da prospecção estratégica de futuro. “É um tema inovador e desafiador que precisa ser explorado em rede por pesquisadores e instituições. Isso é fundamental para que o setor Saúde participe ativamente do debate sobre o projeto de país que queremos”, afirmou.

Para analisar as diversas tendências que modelam o futuro do sistema de saúde no Brasil, a iniciativa dedica-se à prospecção estratégica de três cenários distintos:  otimista e possível; pessimista e plausível; e inercial e provável. Cada um destes cenários leva em conta eixos temáticos preponderantes para o sistema de saúde e suas tendências no horizonte dos próximos 20 anos: Desenvolvimento e Saúde, População e Saúde, Condicionantes da Saúde, Organização do Sistema de Saúde, Financiamento Setorial, Complexo Econômico e Industrial da Saúde e Prospecção Estratégica em Saúde.

“Prospectar o futuro significa analisar o presente e as consequências das diferentes ações políticas que podem ser tomadas neste contexto, em curto, médio e longo prazo”, apontou o coordenador executivo da rede Brasil Saúde Amanhã, o pesquisador José Carvalho de Noronha. Ele explica que, como uma rede de pesquisa multidisciplinar, a iniciativa aborda o futuro da Saúde no Brasil a partir de perspectivas diversas e complementares. “A proposta é identificar os caminhos possíveis e as políticas públicas necessárias para viabilizar e fortalecer o SUS como um sistema de saúde universal, público, gratuito e de qualidade”, concluiu.

Bel Levy
Saúde Amanhã

Pin It