campus da University of Pretoria

A FAPESP lançou chamada de propostas com a National Research Foundation (NRF), agência de fomento do governo da África do Sul. Serão selecionados até 10 projetos colaborativos, com duração máxima de 24 meses, nas áreas de “Ciências da Saúde” e “Humanidades e Ciências Sociais”.

Desde o acordo de cooperação científica assinado em 2015, FAPESP e NRF já haviam possibilitado a colaboração entre pesquisadores paulistas e sul-africanos em quatro edições do Programa São Paulo Researchers in International Collaboration (SPRINT), estratégia da FAPESP que consiste no anúncio simultâneo de oportunidades de colaboração internacional com diversos parceiros.

A nova chamada é exclusiva da FAPESP com a NRF e tem o objetivo de incentivar pesquisadores de São Paulo e da África do Sul a colaborarem para o desenvolvimento conjunto de projetos científicos. A ênfase está em pesquisadores de início e meio de carreira que queiram aproveitar essa oportunidade de cooperação em um cenário internacional para agregar aprendizados às suas qualificações acadêmicas.

As propostas obedecerão às condições e normas da modalidade da FAPESP Auxílio à Pesquisa – Regular e serão financiadas conjuntamente por FAPESP e NRF, sendo que cada agência será responsável por apoiar o núcleo de pesquisa que estiver baseado em seu país. A FAPESP apoiará as propostas selecionadas com até R$ 200 mil por projeto.

As regras para submissão das propostas variam para cada lado da equipe de proponentes. Pesquisadores vinculados a instituições de ensino superior e universidades do Estado de São Paulo devem submeter seus projetos por meio do sistema SAGe (www.fapesp.br/sage) até 30 de abril. Os parceiros sul-africanos também têm até 30 de abril para enviar propostas junto ao sistema de atendimento da NRF.

A chamada está disponível em: www.fapesp.br/14105.

Agência FAPESP

Este texto foi originalmente publicado por Agência FAPESP de acordo com a licença Creative Commons CC-BY-NC-ND. Leia o original aqui.

Pin It