metodologia

Programa de aceleração Impulso oferece mentoria e apoio a iniciativas culturais, com patrocínio da Oi e Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro

Iniciativa poderá distribuir até R$ 100 mil para apoiar a execução de projetos com propósito de transformar a sociedade por meio da cultura

Já estão abertas as inscrições para a terceira edição do edital Impulso, lançado esta semana pelo Instituto Ekloos e Oi Futuro, instituto de inovação e criatividade da Oi. O programa de aceleração prevê mentoria e apoio a negócios de impacto social e iniciativas socioculturais do estado do Rio de Janeiro. Serão selecionadas até 20 iniciativas que tenham como propósito transformar a sociedade por meio da cultura. Elas poderão receber premiação de até R$100 mil, que serão divididos entre as organizações melhor avaliadas por uma banca examinadora, durante o processo de aceleração. O valor para cada projeto será definido pela banca, com o objetivo de apoiar sua execução. As inscrições podem ser feitas no site do Instituto Ekloos (https://www.ekloos.org/impulso) até 23h59 (horário de Brasília) do dia 20 de outubro.

O Instituto Ekloos, em parceria com o Oi Futuro e com o patrocínio da Oi e da Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, lançou o Programa Impulso 2019 com o objetivo de estimular o desenvolvimento de projetos e negócios que promovam o desenvolvimento social e a ampliação do acesso à cultura, de forma inovadora e em especial com o uso de tecnologias digitais. O processo seletivo está aberto a pessoas físicas ou jurídicas, que representem organizações da sociedade civil, grupos culturais ou negócios de impacto, com atuação no estado do Rio de Janeiro.

Entre as iniciativas e áreas que podem ter projetos contemplados estão aplicativos, artes visuais, audiovisual, cinema, circo, dança, design, folclore, fotografia, games, gastronomia, literatura, museus, música, moda e teatro, entre outros. No evento em que o lançamento foi anunciado, o painel “Conexões que Inspiram” proporcionou aos participantes uma vivência de encontros com palestrantes, acelerados nas edições anteriores do programa, que compartilharam suas histórias e trajetórias empreendedoras no campo da cultura e da economia criativa. Uma das apresentações foi da empreendedora Jaciana Melquiades, que lançou a primeira loja física de bonecas negras no Brasil.

“O processo de aceleração engloba toda a minha equipe, não vou sozinha. As dúvidas que surgem no grupo são trabalhadas nas mentorias. Formamos uma rede incrível com soluções, trocas e contatos que são importantes para a trajetória”, disse a empreendedora.

Outro participante já contemplado pelo programa, o rapper Dudu de Morro Agudo, de Nova Iguaçu, que também participou do evento, contou que pensava em como poderia transformar o bairro dele em um lugar melhor através do hip hop.

“Nós reunimos a juventude para pensar: que bairro temos e que bairro a gente quer ter? É através da arte que a gente pensa em soluções criativas.”, explicou.

O encontro também teve apresentação da cineasta Manaíra Carneiro, do coletivo Fluxos Urbanos. Nas duas edições anteriores do Impulso, participaram mais de 180 gestores de 40 organizações.

Sobre o Edital Impulso

O Instituto Ekloos, em parceria com o Oi Futuro e com patrocínio da Oi e da Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, lançou o edital que tem o objetivo de fomentar e fortalecer iniciativas culturais para que possam se desenvolver, estruturar processos de gestão e ampliar seu impacto social de forma inovadora para além da atividade cultural.

Sobre o Instituto Ekloos

O Instituto Ekloos é uma aceleradora social que, ao longo de seus 10 anos de atuação, já capacitou mais de 5.000 empreendedores e acelerou mais de 600 ONGs e negócios de impacto social. Com um Programa de Aceleração baseado em metodologias próprias e diferenciadas, vêm trabalhando com iniciativas sociais de forma a profissionalizar a gestão, apoiar o desenvolvimento sustentável e estimular a inovação, possibilitando o aumento do impacto social que cada organização gera em seu território de atuação. Em 2018 ficou entre as 10 melhores aceleradoras do Brasil e em 2017 ganhou o Prêmio de Melhores ONGs da Revista Época e do Instituto Doar.

Sobre o Oi Futuro

O Oi Futuro, instituto de inovação e criatividade da Oi, funciona como um laboratório para cocriação de projetos transformadores nas áreas de Educação, Cultura, Inovação Social e Esporte. Por meio de iniciativas e parcerias em todo o Brasil, estimula o potencial dos indivíduos e das redes para a construção de um presente com mais inclusão e diversidade. Na Educação, o Oi Futuro investe em novas formas de aprender e ensinar com o NAVE, programa de inovação em educação que já formou mais de 2,5 mil jovens em 13 anos de atuação, com foco nas economias criativa e digital. Na Cultura, o instituto mantém o Centro Cultural Oi Futuro, que oferece uma programação que valoriza a produção de vanguarda e a convergência entre arte contemporânea e tecnologia e também abriga o Museu das Telecomunicações, pioneiro no uso da interatividade no Brasil e com um acervo de mais de 130 mil itens que contam a história do setor no Brasil. Em Inovação Social, conectamos pessoas para desenvolver soluções criativas e inclusivas que gerem mudanças na sociedade. Por meio do empreendedorismo de impacto, mobilizamos negócios e iniciativas sociais. No Esporte, o instituto apoia projetos socioesportivos que ocupam e ressignificam o espaço público, impulsionando para um estilo de vida saudável e colaborativo, com foco nas modalidades skate e surfe. Aliado aos projetos esportivos da Oi, acreditamos na sinergia entre esporte e inovação social para criar novas realidades. O Oi Futuro gerencia há 16 anos o Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados, que seleciona projetos em todas as regiões do país por meio de edital público. Desde 2003, foram mais de 2.500 projetos culturais apoiados pelo Oi Futuro, que beneficiaram milhões de espectadores.

Pin It