Mostra VideoSaúde

A 6ª Mostra VideoSaúde finalizou sua etapa competitiva, após duas semanas de votação aberta ao público e de avaliação do júri especializado. Foram exibidas 36 obras de diversas linguagens, incluindo 6 longas-metragens, 12 médias e 18 curtas, que a partir de agora passam a fazer parte do acervo da VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz.

O prêmio de melhor longa-metragem foi para À queima roupa, de Theresa Jessouroun (RJ). Simbiose, de Júlia Morim (PE), foi premiado como melhor média-metragem, e Perfil: Guido Carlos Levi, de Diana Zatz Mussi (SP), foi eleito o melhor curta-metragem.

O longa-metragem A primeira pedra, de Vladimir Seixas (RJ), recebeu o Prêmio Especial do Júri. Os jurados destacaram três filmes com menção honrosa: o curta-metragem A beleza do crepúsculo, de Jonas Feitosa e Raíssa Cardoso (RJ), o longa-metragem Eu não sou Napoleão, de Rogério Faria Jr (RJ) e Diálogos entre saberes e sistemas de cura, curta-metragem de Caio Polesi (SP).

Na categoria Júri Popular, eleita pelo público que assistiu a mostra online e votou pela internet, o vencedor foi Corações Paraibanos, curta de Ricardo Puppe (PB), que foi o filme mais assistido e votado pelos espectadores. Ao todo, a página da 6ª Mostra VideoSaúde contou com mais de 17 mil acessos, sendo um dos conteúdos mais buscados no período no Portal Fiocruz.

Mostra não-competitiva

Os vídeos continuam disponíveis ao público no site da Fiocruz, como parte do acervo online da VideoSaúde. Além da mostra competitiva, foi criada uma galeria de vídeos da mostra não-competitiva, que incluiu produções audiovisuais produzidas pelas diversas unidades da Fundação. 

A cerimônia de premiação da 6ª Mostra VideoSaúde acontecerá no dia 24/10, durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, no campus da Fiocruz, no Rio de Janeiro, com a presença dos realizadores premiados. O evento é gratuito e aberto ao público de todas as idades. Confira o convite.

As Mostras VideoSaúde, realizadas desde 1992, são atividades estratégicas de comunicação no campo audiovisual, com o objetivo de ampliar a circulação de produções e debates sociais sobre temas, conflitos, histórias e desafios da saúde pública e da ciência – elementos fundamentais para a consolidação da saúde e do Sistema Único de Saúde (SUS) como direitos constitucionais de toda a população brasileira. 

Paera assistir aos filmes vencedores, clique aqui.

Pin It