hipótese de Riemann

Dimitar Dimitrov comentou artigo sobre avanços na solução da hipótese de Riemann

O professor Dimitar Kolev Dimitrov foi um dos especialistas entrevistados pelo veículo especializado em divulgação científica Science News. Docente do Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (Ibilce), em São José do Rio Preto, Dimitrov comentou sobre avanços na solução da hipótese de Riemann, que tem intrigado matemáticos de todo o mundo por mais de 150 anos.

Na notícia publicada pela Science News no dia 24 de maio, o professor da Unesp dá uma ideia do tamanho do desafio colocado aos matemáticos afirmando que “qualquer progresso em qualquer direção relacionado à hipótese Riemann é fascinante”, e que achava ser impossível ser feito qualquer progresso nessa direção. “Mas eles fizeram”, destaca Dimitrov.

“Eu fui entrevistado pelo fato de o resultado principal do artigo do qual esta matéria trata, ser, de certa forma, a generalização de um resultado anterior meu em coautoria com meu doutorando da época Fábio Lucas”, ressalta o professor, que em 1992 recebeu um prêmio da Royal Society, do Reino Unido, que viabilizou a realização de seu pós-doutorado na Universidade de St. Andrews, na Escócia.

O artigo em questão foi publicado na Proceedings of the National Academy of Sciences, com autoria dos pesquisadores Michael Griffin, Ken Ono, Larry Rolen e Don Zagier. O artigo cita nas referências o trabalho do professor Dimitar Dimitrov com o doutorando.

Proposto pela primeira vez em 1859 pelo matemático Bernhard Riemann, a solução da hipótese está relacionada com a solução de alguns mistérios a respeito dos números primos. Em 2000, o Clay Mathematics Institute, localizado em Cambridge, Massachusetts, ofereceu um prêmio de 1 milhão de dólares a quem o provar.

Marcos Jorge

Pin It