Agrotins

Quase 1.200 pessoas estiveram presentes nas estações técnicas que a Embrapa apresentou em Palmas-TO neste ano durante a Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins, a Agrotins. Durante três dias do evento (quarta, quinta e sexta), produtores rurais, estudantes e outros públicos puderam ver no campo resultados de pesquisas e de outros trabalhos da empresa e de parceiros.

As estações técnicas costumam ser a principal forma usada pela Embrapa para apresentar suas contribuições para uma agropecuária mais sustentável sob diferentes aspectos, mais produtiva e mais inclusiva. Na Agrotins, a área de campo da empresa foi dividida em três grandes temáticas: piscicultura, agricultura e pecuária.

Entre os visitantes, pessoas com os mais variados interesses. Marinalva Moura é uma pequena aquicultora no Parque Aquícola Sucupira, na capital tocantinense. “A gente está aqui em busca de aprimorar nossas experiências, juntar o nosso dia-a-dia com a Embrapa”, conta, sobre a feira. Ela preside a Associação Bom Peixe, grupo de pessoas que vêm trabalhando com a criação de peixes em tanques rede no Lago de Palmas.

Segundo Marinalva, “a Embrapa tem já algumas pesquisas; tem pesquisadores já lá com a gente. Estamos tirando dúvidas. A gente veio ver a parte da tecnologia e mais discutir sobre as produções de criação em tanque rede porque não é fácil criar peixe em tanque rede”. A Embrapa Pesca e Aquicultura, em parceria com a Bom Peixe, está com experimento que vai verificar a viabilidade (tanto técnica, como econômica) da criação de tambaqui em tanques rede.

Equipe envolvida - Para dar conta dos atendimentos, a equipe da Embrapa se dividiu conforme a área de atuação profissional. Dessa maneira, quem trabalha com sistemas agrícolas, por exemplo, ficou responsável por falar sobre temas como o projeto ABC Corte (que trabalha com pecuária de corte no Tocantins) e o desenvolvimento de cultivares. Uma das estações na temática de agricultura foi o sisteminha Embrapa, iniciativa que tem como ponto forte a possibilidade concreta de melhoria na segurança alimentar das famílias que nele investem.

Quem falou para os visitantes sobre o sisteminha foi Raimundo Rocha, que trabalha com transferência de tecnologias na Embrapa Pesca e Aquicultura, Unidade da empresa que tem sede em Palmas. Segundo ele, “o sisteminha é sucesso garantido. Então, aqui nós temos um fluxo de pessoas muito grande, principalmente de produtores interessados em montar o sisteminha”. Ele continua dizendo que “como a tecnologia é bastante interessante para a segurança alimentar, então é ponto de parada garantido”.

O evento - A Agrotins 2019 termina neste sábado, 11 de maio. A realização da feira é do Governo do Tocantins. Esta é a 19ª edição do evento, considerado o maior no ramo agropecuário no Norte do país. A Embrapa marca presença desde a primeira edição da Agrotins, que foi realizada numa propriedade rural no município de Porto Nacional, vizinho de Palmas. Hoje, a feira está consolidada e é referência para os produtores rurais da região. Confira mais informações no site https://agrotins.to.gov.br/.

Clenio Araujo (6279/MG) 
Embrapa Pesca e Aquicultura 

Pin It