Notícias

Mandetta

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, anunciou nesta segunda-feira (22/7), em Campo Grande, novos recursos para o Mato Grosso do Sul, visando ampliar a assistência à saúde. O Ministério da Saúde, em parceria com a Fiocruz, vai criar um laboratório de residência médica para qualificar os serviços na Atenção Primária. A medida tem como objetivo fortalecer os serviços prestados à população, ampliando e qualificando o monitoramento dos indicadores na Atenção Primária à Saúde. Mandetta também anunciou a implantação do programa Saúde na Hora na Unidade de Saúde da Família (USF) Iracy Coelho, e apresentou os novos dados do boletim de hepatites virais no Brasil. Também hoje o MS divulgou o novo Boletim Epidemiológico de

pastagens

O Portfólio de Pastagens da Embrapa – estrutura que reúne todos os projetos de pesquisa nessa área – iniciou um levantamento de demandas do setor produtivo para avaliar os principais desafios para a produção de pastagens no Brasil. O levantamento está em andamento e qualquer usuário que tenha relação com o tema pode responder ao questionário online até dia 26 de julho. 

De acordo com a presidente do Comitê Gestor do Portfólio, Patrícia Menezes Santos, pesquisadora da Embrapa Pecuária Sudeste (São Carlos-SP), é interessante que o levantamento seja aplicado em todo o país para captar diferentes realidades que envolvam produtores rurais, técnicos de assistência pública e/ou privada ou outros profissionais ligados à atividade pecuária. 

A

pesquisa e tecnologia

A FAPESP participará do Newton Fund Impact Scheme, oportunidade internacional organizada pelo British Council e pelo Fundo Newton, iniciativas do governo do Reino Unido dedicadas ao fomento de oportunidades em pesquisa e tecnologia que impulsionem o desenvolvimento socioeconômico de seus países parceiros.

O Newton Fund Impact Scheme visa apoiar propostas que tenham origem em projetos de pesquisa previamente cofinanciados pelo Fundo Newton e demais parceiros e que apresentem impacto na implementação de políticas públicas.

No âmbito do acordo com a FAPESP, são elegíveis para participar da chamada pesquisadores vinculados a instituições de ensino superior e pesquisa no Estado de São Paulo, contemplados anteriormente por auxílios concedidos no contexto de chamadas em parceria com o Fundo

Pesquisa

A FAPESP divulgou orientação para a emissão de notas fiscais de despesas realizadas com recursos concedidos em Auxílios à Pesquisa, com base nos itens 2.4.1.1 a 2.4.1.5 do Manual de Instruções para Uso dos Recursos e Prestação de Contas de Auxílios e de Reserva Técnica concedidos pela FAPESP.

No pagamento de serviços de terceiros, transportes e diárias, a emissão da Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e) deve ser efetuada em nome do pesquisador responsável.

Na aquisição de material permanente e de consumo, o Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica (DANFE) deve ser emitido em nome da FAPESP:

Em suma:

1) Todas as notas fiscais que impliquem ISS (imposto municipal) devem ser emitidas em nome e

INI/Fiocruz

A equipe do Laboratório de Pesquisa Clínica em DST e Aids (LapClin-Aids) do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz) recebeu (5/6) o prêmio 2018 Community Engagement Award como reconhecimento da excelência internacional de suas atividades de promoção a saúde e cidadania junto aos grupos vulneráveis à infecção pelo HIV. “A participação da comunidade nas pesquisas é fundamental pois é para a sociedade que fazemos pesquisa. Por isso, envolver a população em todas as etapas dos estudos contribui para que os resultados sejam mais apropriados para a comunidade que vai se beneficiar deles”, destaca Beatriz Grinsztejn, chefe do LapClin-Aids do INI/Fiocruz. A solenidade de entrega aconteceu durante o encerramento da Reunião Anual da Rede de Estudos

cooperação entre a Fiocruz e o Unfpa

A Fiocruz formalizou uma parceria com o Fundo de População das Nações Unidas (Unfpa). A assinatura do Memorando de Entendimento (MdE) entre a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, e a diretora-executiva do Unfpa, Natalia Kanem, aconteceu na sede do Unfpa, em Nova York, no ensejo do Fórum Político de Alto Nível para o Desenvolvimento Sustentável.

“A assinatura deste Memorando de Entendimento com uma instituição com um mandato tão importante como a Unfpa representa um marco para Fiocruz”, destacou Nísia, ao exaltar o acordo, que prevê o desenvolvimento de programas conjuntos que visem o desenvolvimento sustentável, com oportunidades de educação e formação de profissionais.

“Estou muito contente de receber a Fiocruz, que é uma das instituições

SBPC

A Fiocruz terá uma ampla e importante atuação na 71ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que começará no próximo domingo (21/7) e se estenderá até o dia 27, no campus da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS), em Campo Grande. O coordenador de Estratégias de Integração Regional e Nacional da Fiocruz, Wilson Savino, disse que a participação da Fundação, que já existe há vários anos, ganhou um grande reforço em 2019, o que incluiu a criação de um comitê para coordenar as diversas ações da Fundação na Reunião Anual. A presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, estará presente à abertura do evento.

“Nosso objetivo foi o de

pesquisadora

Formalizada por portaria do CTA da FAPESP no início de 2019, a política da FAPESP para acesso aberto a publicações científicas determina que artigos resultantes de projetos e bolsas financiados pela Fundação tenham seu conteúdo divulgado em acesso aberto por meio do arquivamento de uma cópia do trabalho em um repositório público, ficando disponível para consulta via web por qualquer pessoa e sem custo.

A política implementada pela FAPESP não obriga, incentiva ou recomenda a publicação em revistas de acesso aberto, especialmente naquelas que cobram APCs (Article Processing Charges).

O diretor científico da FAPESP, Carlos Henrique de Brito Cruz, tem enfatizado, em palestras que apresenta sobre o tema em universidades paulistas, que “a portaria não

Pesquisadores do BRAINN

Três pesquisadores vinculados ao Instituto de Pesquisa sobre Neurociências e Neurotecnologia (BRAINN) – um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) financiado pela FAPESP – foram agraciados com o International Scholarship Award durante o 71º Encontro Anual da American Academy of Neurology, nos Estados Unidos. São eles: Lucas Scardua Silva, Marilise Katsurayama e Fabricio Castro de Borba.

A premiação confere suporte financeiro a pesquisadores do mundo todo (exceto Estados Unidos e Canadá). Os pesquisadores têm seu potencial acadêmico avaliado de acordo com resumo de paper ou pôster enviado à organização do evento.

Durante o encontro, realizado em maio na Filadélfia, os cientistas tiveram que apresentar uma aula de oito minutos para uma plateia

Fórum Político de Alto Nível

A presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, e outros representantes da instituição participam do Fórum Político de Alto Nível de 2019 para o Desenvolvimento Sustentável, que acontece entre os dias 9 e 19 de julho, na sede da ONU em Nova York. Promovido pelo Conselho Econômico Social da ONU, o Fórum reúne mais de dois mil participantes, entre ministros, funcionários da ONU e especialistas de todo mundo para discutir os avanços e desafios da Agenda 2030.

Com o tema Capacitar as pessoas e garantir inclusão e igualdade, o evento deste ano se debruça sobre seis Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, discutindo tópicos de educação (ODS 4), trabalho decente (ODS 8), redução das desigualdades (ODS 10), mudança

Escola São Paulo de Ciência Avançada

Políticas de ciência, tecnologia e inovação (CT&I) são de extrema importância para o desenvolvimento social e econômico dos países. Nesse contexto, existe também a necessidade de mensurar a efetividade dessas políticas, seja para compreender seus impactos e prestar contas à sociedade ou para aprimorar efeitos desejáveis e desenhar políticas cada vez mais efetivas.

Pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em parceria com o projeto Science and Inovation Policy Evaluation Repository (Siper) – iniciativa europeia coordenada pelo Manchester Institute of Innovation Research –, avaliaram 143 documentos sobre análises de políticas de CT&I de países da América Latina, como Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México e Uruguai.

A iniciativa e os resultados do estudo foram apresentados durante