Carolina de Araújo

O Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), da Universidade de São Paulo (USP) em São Carlos, inaugurou ontem, no Dia Internacional da Mulher, a exposição “Elas: expressões de matemáticas brasileiras”, com o objetivo de encorajar mulheres interessadas em atuar nesse campo de pesquisa, de acordo com a Assessoria de Comunicação do ICMC.

“Esperamos que, em pouco tempo, atitudes como as das mulheres que fazem parte dessa exposição sirvam para promover oportunidades e tratamento iguais para as mulheres na ciência”, diz Thaís Jordão, professora do ICMC e curadora da exposição.

Entre os perfis apresentados nos painéis estão os de três ganhadoras do prêmio Para Mulheres na Ciência: Adriana Neumann, professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Cecília Salgado, professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); e Carolina de Araújo, professora do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa).

Completam a exposição peças com os relatos das professoras Maria José Pacífico e Walcy Santos, ambas da UFRJ; Keti Tenenblat, da Universidade de Brasília; Ketty de Rezende, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp); e Maria Aparecida Ruas, do ICMC, a primeira mulher a chefiar o Departamento de Matemática do ICMC.

Cada peça da exposição tem como pano de fundo uma lista com os nomes de 500 matemáticas brasileiras. “Fizemos uma busca por currículos de profissionais de matemática cadastrados na Plataforma Lattes, a qual gerou um total de 5.920 nomes. Desses, 500 eram nomes de mulheres”, diz Thaís Jordão, professora do ICMC e curadora da exposição.

Segundo a curadora, o idealizador da iniciativa foi o professor Ali Tahzibi, do ICMC. Em visita ao Centre International de Rencontres Mathématiques (CIRM), localizado em Marseille, na França, ele viu a exposição “Women of Mathematics throughout Europe”. Inspirado nessa mostra, Tahzibi teve a ideia de fazer um projeto similar no Brasil. Coube a ela fazer o convite para que algumas matemáticas brasileiras compartilhassem seus perfis na exposição, que tem o apoio da Comissão de Cultura e Extensão Universitária do Instituto.

A exposição é gratuita e fica em cartaz até dia 31 de março, na biblioteca Achille Bassi do ICMC da USP, em São Carlos.

Também em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, a Escola de Educação Física e Esportes (EEFE) da USP lançou um site especial com textos sobre as pesquisas e os trabalhos das professoras da unidade. A página será atualizada toda quarta-feira do mês de março.

Agência FAPESP

Pin It