Decoração e Design

Feira Rio Art & Mix

Público poderá conferir e comprar artesanato e novidades nacionais e internacionais

Até 25 de agosto, o Shopping Grande Rio, em São João de Meriti, recebe a ‘Feira Rio Art & Mix’. No local, o público encontrará produtos de diversos segmentos, como decoração, artesanato, gastronomia, dentre outros, tanto do Brasil quanto do exterior. A entrada é gratuita e o espaço funcionará de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos e feriados, das 13h às 21h, na Praça de Eventos Principal do empreendimento. A entrada é gratuita.

A feira contará com estandes de alguns países, como da Índia, que apresentará a moda do vestuário indiano, objetos em madeira, pashminas, prata indiana, capas de almofadas e objetos em osso; do Senegal, com tecidos africanos, roupas, esculturas em madeira e turbantes; e do Paquistão, onde os visitantes encontrarão à venda sandálias bordadas a mão, colchas e bolsas paquistanesas, mandalas, objetos de decoração em alabastro (ônix do Paquistão), tapetes persas, jarros feitos em cobre, entre outros.

Nos estandes de regiões brasileiras, os consumidores terão a oportunidade de visitar a Herbomel, que dispõe da venda de mel, geleia real, óleos essenciais, florais e produtos fitoterápicos da região da Serra da Mantiqueira; e a Empório Mineiro, de queijos e vinhos da Serra da Canastra, e doces cristalizados. No geral, 12 estandes participam da ‘Feira Rio Art & Mix’.

Serviço:

Shopping Grande Rio recebe a ‘Feira Rio Art & Mix’

Data: Até 25 de agosto de 2019

Local: Praça de Eventos Principal

Horário: De segunda a sábado, das 10h às 22h. Domingos e feriados, das 13h às 21h

Entrada Gratuita

O Shopping Grande Rio fica na Rua Maria Soares Sendas, 111, São João de Meriti. Telefone: (21) 2430-5111| WhatsApp: (21) 9 9068-5587.

Site: www.shoppinggranderio.com.brFacebook: www.facebook.com/shopgrio/
Instagram: @shopgrio

maracujá ornamental

Cinco cultivares de maracujá com fim ornamental foram lançadas pela Embrapa Cerrados (DF) nessa quinta-feira, 16, durante a AgroBrasília 2019. Essas são as primeiras espécies brasileiras disponíveis no mercado. São as BRS Estrela do Cerrado, BRS Rubiflora e BRS Roseflora, com flores de coloração vermelho intenso, a BRS Rosea Púrpura, com flores cor-de-rosa, e BRS Céu do Cerrado, com tom azulado.

O diferencial dessas cultivares é que elas são completamente adaptadas ao clima brasileiro, diferente das outras disponíveis hoje no mercado. “Resultado de 15 anos de pesquisa, elas se adaptam perfeitamente ao clima tropical”, explica Fábio Faleiros, pesquisador da Embrapa Cerrados responsável pela pesquisa.

O trabalho de pesquisa começou com a coleta de amostras na Amazônia, no Cerrado e em áreas de transição com a Caatinga. A partir dessas coletas, foi feito um trabalho de melhoramento genético. O resultado foram flores com combinações de cores diferentes, com florescimento durante vários meses e resistentes às pragas e doenças mais comuns no país. As plantas são indicadas para jardins, plantio em vasos, cercas, pérgulas e muros.

Durante o lançamento, o gerente da Emater PAD/DF, Marconi Moreira Borges, destacou que o Distrito Federal tem o segundo maior mercado de flores do País. “O DF é um campo muito favorável para a exploração dos maracujás ornamentais que foram lançados hoje, já que temos um mercado muito grande de paisagismo e floricultura”, informa. Moreira explica que as espécies ornamentais se mostram como uma ótima oportunidade para os agricultores: “Somos grandes importadores de plantas ornamentais, produzimos aqui apenas 5%. Brasília tem o maior PIB per capita do País, então esses maracujás vêm ocupar um espaço para paisagismo em mansões e grandes espaços para ornamentação. O grande diferencial é que eles têm floração durante o ano inteiro e essa é uma condição muito difícil de se encontrar nas plantas”. 

O gerente arrisca: “Acredito que as cultivares lançadas vão ocupar rapidamente um espaço nessa linha de paisagismo. Como já existem viveiristas produzindo as mudas, rapidamente vamos ocupar uma boa parcela desse mercado”.

E ontem mesmo já havia pessoas interessadas em aproveitar as vantagens das cultivarem em projetos de paisagismo. Em breve, os maracujazeiros da Embrapa poderão ser vistos na Escola da Natureza, no Parque da Cidade, em Brasília. “A ideia é levar essas novidades da feira para que as crianças possam conhecer um pouco mais sobre o Cerrado. No caso do maracujazeiro que vimos hoje, além ser lindo, na escola, ele vai ter a função de fazer um sombreamento, de embelezar o espaço e também trazer a abordagem da importância de se cuidar do Cerrado”, explica a professora Márcia Diniz Alves.

O coordenador da escola, Gustavo Rosa Guedes, vê ainda que a partir desse material será possível ensinar aos alunos que há muita pesquisa científica por trás daquela planta, transformando-a em um elemento pedagógico. “Tem mais um ganho para as crianças. Além de ser ornamental, também tem a questão da ciência que está envolvida, da importância dela para o País. Sem pesquisa, não conseguimos avançar, inclusive nas questões econômicas”, acrescenta.

Também tem quem está procurando opções para começar um cultivo. É o caso de Marcelo Lima Rodrigues, que tem uma propriedade de dois hectares no Lago Oeste (DF) e quer começar uma pequena produção. “Conversamos com o pesquisador do maracujá [Fábio Faleiro] e essa é uma opção que estamos pensando em levar pra lá”, afirma o visitante.

Louislane Rocha, coordenadora do Programa de Floricultura da Emater/DF destaca que os maracujás lançados na AgroBrasília atendem a uma necessidade da cadeia produtiva, que só não decola na área da floricultura por falta de envolvimento da pesquisa científica, para desenvolver materiais específicos para a região. 

A coordenadora informa que a cadeia produtiva de plantas para paisagismo no Distrito Federal movimenta R$ 107 milhões por ano e envolve 15 produtores e que agora tem grande potencial de crescimento. “E existindo no DF uma pessoa responsável pelo fornecimento de mudas de qualidade, fechamos a cadeia produtiva”, encerra, referindo-se aos viveiristas que já estão credenciados para a comercialização do material para todo o Brasil.

A propagação dos maracujazeiros ornamentais é feita por estaca ou muda, para manter a identidade da flor. E em cerca de 40 dias, eles já florescem. “Apenas três mudas são suficientes para preencher um muro de uma casa”, informa o pesquisador. 

Quem quiser conhecer os maracujás ornamentais pode visitar a Vitrine de Tecnologias da Embrapa na AgroBrasília 2019, que acontece até amanhã, 18 de maio, no PAD-DF, localizado a 60 Km de Brasília.

Juliana Miura (MTb 4563/DF) 
Embrapa Cerrados 

decoração

Domingo, 14 de abril, um dia bastante propício para saborear uma das bebidas mais consumidas no mundo. No Dia Mundial do Café, que tal aproveitar para degustar um cafezinho em um ambiente agradável em uma cafeteria ou tornar a mesa da sua casa convidativa para celebrar a data?

A cada ano, surgem novas receitas que têm o grão milenar como ingrediente principal, desde as mais tradicionais até criações requintadas e exclusivas, e o mercado de decoração e acessórios segue a mesma linha. Para deixar o momento ainda mais prazeroso, uma dica simples é optar por uma toalha de mesa com o tema. A linha Decorelli, produzida pela Cipatex®, apresenta várias versões de toalhas com estampas de elementos que remetem ao café.

Entre as opções surge a estampa “Expresso”, com ingredientes e palavras referentes ao universo da bebida. A toalha de mesa está disponível nas cores ocre, preto e marrom.

O mais recente lançamento da linha Decorelli fica por conta da toalha “Harmonia”. Em estilo patchwork, a estampa surge em duas versões, em rosa e azul, combinando com o marrom que aparece ao fundo de elementos como xícara, bule, coração e flores.

Outro destaque da marca é a versão “Matinal”, onde o bule e xícaras com o cafezinho quente estampam o barrado que ganham charme com listras. No centro da toalha, o café em diversos idiomas e suas combinações aparece em branco de forma delicada com o fundo bege.

A estampa “Café” traz o produto em grãos e já preparado, acompanhado de folheado e “croissant”. O fundo em jornal remete ao momento em que a maior parte da população aproveita para tomar um bom café e ficar por dentro das notícias.

As toalhas da linha Decorelli® são encontradas em três variantes: Decorelli térmico, que auxilia no isolamento térmico e resiste até 90 graus, protegendo os móveis do contato direto com objetos demasiadamente quentes; Decorelli com reforço, filme de PVC com reforço em não tecido 100% poliéster; e Decorelli sem Reforço, ideal para cobrir os móveis e proteger da sujeira, umidade e arranhões. O material é comercializado em metros com largura de 1,40 m. A coleção completa da marca está disponível no site: www.decorelli.com.br.

[Sobre o Grupo Cipatex®
Há 55 anos o Grupo Cipatex® oferece ao mercado soluções confiáveis e inovadoras em revestimentos sintéticos, buscando sempre uma posição de vanguarda, com responsabilidade social e ambiental. Criada em 1964, a companhia se diversificou constantemente e hoje conta com uma linha de produtos que atende aos setores de calçados, piscinas, bolsas e acessórios, utilidades domésticas, construção, móveis, vestuário, automóveis, esporte e lazer, brindes, material escolar e comunicação visual. Por essa dedicação tornou-se líder na fabricação de revestimentos sintéticos. Ao todo, a Cipatex® conta com cerca de 1.300 colaboradores distribuídos em cinco plantas industriais.

Mueller Ecodesign Social

As 30 crianças que moram no Lar Infantil Sol Amigo (Lisa) receberam, nesta terça-feira (20), as casas revitalizadas pelo projeto Mueller Ecodesign Social. Foram 585m² com 35 ambientes transformados deixando os espaços mais lúdicos, interativos e aconchegantes. A cerimônia de entrega contou com a participação de mais de 300 pessoas, dentre elas arquitetos, representantes de empresas parceiras e os moradores do Lar.

O projeto escolheu a entidade por meio de votação popular, realizada em março deste ano. O espaço conta com três casas, um ambiente de convivência e jardim que foram reformados por 70 profissionais - arquitetos, designers, paisagistas e outros parceiros de 34 escritórios.

Segundo a presidente do Lar, Marta Ortiz, o projeto e os arquitetos demonstraram muita sensibilidade com as crianças. “Nós jamais teríamos a possibilidade de realizar as transformações que foram realizadas pelo projeto. Tudo foi acompanhado passo a passo e atentando-se aos detalhes que são muito peculiares do acolhimento das crianças”, agradece Marta. Além de abrigar os 30 jovens entre zero e 18 anos, moram, ainda, no Lisa, mais seis responsáveis e a instituição recebe diariamente voluntários.

Em todas as edições, o projeto foi coordenado pela arquiteta Rose Guazzi, especialista em arquitetura sustentável, que destaca o uso de, pelo menos, três sistemas com produtos reutilizados. “O pilar do projeto é o desenvolvimento sustentável, por isso foram reutilizados produtos como tecido, PVC e garrafa pet. Além disso, o banheiro contou com um sistema de controle de eficiência, que mostra a quantidade da água usada”, acrescenta.

Esta é a 5º edição do projeto voltado para a assistência social e o 11º ano do Mueller Ecodesign. A superintendente do Shopping Mueller, Daniela Baruch, relata que o projeto já recebeu prêmios nacionais e internacionais, como o prêmio Abrasce, maior reconhecimento nacional do segmento de shoppings, por proporcionar uma transformação física e social em instituições. “Ao tornar-se um projeto social, conseguimos devolver um pouco para a sociedade do que ela nos proporcionou nos 35 anos de shopping. E o melhor, com a ajuda de pessoas e empresas que queriam colaborar e fazer a diferença na vida das crianças” acrescenta.

Arquitetos parceiros da obra
Participaram do projeto: Carolene Coimbra; Fábio Aguiar; Beth Egas; Mariana Savi; Sabrina Serta; Tainah Paiva; Viviane Busch; Keila Kinder; Fernanda Viero; Jane Rocha; Suzane Simon; Marli Manfroi Faust; Ivangela Curra; Carla Saad; Fabiana Cristina Campos; Zeh Pantarolli; Diego Miranda; Mônica Floreste; Rafael Cozikizky; Ivana Guimarães; Simone Weber; Elizane Souza; Daniela Martins; Vinicius Trevisan; Gisele Ramos; Helaine Goes Pinterich; Xênia Sperandio; Symon Hilgemberg; André Panatto; Rodrigo Garcia; Jaqueline Siebert; Vanessa Mayer, Lyse França; Clarice Volpi; Simone Volpi Zoller; Daniel Casagrande; Luiz Maganhoto; Olga Bergamini; Karin Neitzke; Arianne Ribeiro; Berenice Veiga Ribeiro; Mônica Moro Harger; Fernanda Morishita; Sandro Percicotti; Andréa Benthien; Silvia Ferreira; Claudia Sovierzoski; Paula Santos Segalla; Renato Sabadin; Liamara Zardo Selbach; Tiago de Oliveira Alves; Carla Armstrong; Juliana Lahoz; Leonardo Hauer; Cleverson Tramujas; Ricardo Targa Stramandinoli; Maicon Rodolfo Hamm; Rafaela Targa Stramandinoli; Nadia Bentz; Vanderlan Farias; Priscila Mileke; Ana Crivellaro, Laryssa Rocha, Katia Faust, Frederico Pipa, Fernanda Rodrigues, Gabriel Assad, Luan Henrrique Rechetelo dos Santos, Rose Guazzi e Marcelo Calixto. Também participaram do projeto os alunos do Centro de Educação Profissional de Design, Artes e Profissões (CEPDAP): Graziela Almeida, Nilmara Parra, Reginaldo Pampuche Pepplow, Rafael Schmuker e Tania Maria Fonseca Salgado. O CEPDAP é parceiro educacional da edição 2018 do Projeto Mueller Ecodesign Social. Além dos arquitetos e alunos, outras 374 empresas apoiaram a revitalização do Lar.

A história do Projeto Mueller Ecodesign Social
Construído a partir da Mostra Mueller Ecodesign, iniciada em 2008, que durante seis anos projetou ambientes assinados por profissionais de arquitetura e design de interiores, o Projeto Mueller Ecodesign Social surgiu através do mesmo pilar: a sustentabilidade. A principal proposta, quando foi criado o projeto, era de levar a exposição do Shopping Mueller para espaços reais, amparando diretamente o público. Em todas as edições, a proposta sempre foi a mesma: a de alcançar os jovens, beneficiando-os diretamente com as melhorias realizadas no local onde frequentam.

Em sua primeira edição, em 2014, o projeto atendeu a Casa do Piá 1, já a segunda edição, em 2015, contemplou a Casa das Meninas do Novo Mundo. A terceira edição do projeto, reformou o Portal do Futuro do Bairro Novo, e a quarta edição revitalizou o Lar Batista Esperança, as quatro instituições curitibanas. Na edição de 2018, os coordenadores técnicos convidados pelo Shopping Mueller, continuam sendo a arquiteta Rose Guazzi e o arquiteto e paisagista Marcelo Calixto.

Serviço:
Projeto Mueller Ecodesign Social 2018
Informações: www.shoppingmueller.com.br
Faxebook: www.facebook.com/MuellerCtba
Twitter: twitter.com/muellercwb
Instagram: @muellercwb

Regina da Mata e Ricardo Raposo assinam os ambientes Café

A Simonetto, empresa com 30 anos de tradição no ramo moveleiro, participa da 15ª Casa Design Niterói. A mostra, que retrata as características mais marcantes dos lançamentos da arquitetura, decoração, paisagismo e já recebeu cerca de 300 mil visitantes desde sua estreia em 2003, conta este ano com dois ambientes que utilizam soluções da unidade Simonetto da cidade.

Nesta edição, a grande novidade é o Casa Design Gourmet, ambiente que funciona durante todos os dias do evento e, no qual, dois restaurantes diferentes, que mudam semanalmente, fazem receitas que estão em menus disponíveis para os visitantes. Le Restrô, Quitanda, Família Paludo, Maria da Toca, Empório da Ovelha e Meatpacking são apenas alguns dos nomes que participam do evento.

Nesse contexto, os arquitetos Regina da Mata e Ricardo Raposo assinam os ambientes Café da Casa e Jardim do Café, que utilizam móveis planejados Simonetto. Neles, a rocha já existente no local dialoga com o paisagismo e o restante do décor para criar um ambiente acolhedor.

Outra curiosidade que merece destaque é que a casa escolhida para abrigar esta edição da mostra possui vista para a fascinante Baía de Guanabara. A 15ª Casa Design Niterói está aberta até o dia 03 de dezembro com ingressos a R$30,00.

Serviço:
Mostra Casa Design 2017
Estrada Leopoldo Fróes 170-A, São Francisco. Terça a sexta, das 14h às 22h; sábados, domingos e feriados, das 13h às 22h. Até 3 de dezembro. Ingresso: R$ 30.

Sobre a Simonetto
Fundada em 1987, a Simonetto conta com 30 anos de experiência no mercado de móveis planejados para todos os ambientes (residenciais e corporativos), closets, dormitórios, home theaters e home offices. Em todos os segmentos oferece soluções práticas para projetos de alta qualidade, dentro do conceito de personalização com 100% de aproveitamento do espaço em altura e largura. Um de seus grandes diferenciais é que realizam a entrega de seus móveis aos lojistas com frota própria, o que torna o processo mais ágil. Possui mais de 50 lojas distribuídas em mais de dez estados brasileiros. (www.simonetto.com.br)

ambiente funcional

Foram seis meses de demolições, criações de novos espaços e diferentes formas de pensar a integração da residência, para que a arquiteta Eliza Schuchovski, à frente do escritório SCK Arquitetura, entregasse um projeto aconchegante e funcional para a família que viria de São Paulo, para residir em Curitiba. 

Segundo a arquiteta, o espírito descontraído da família vislumbrava um projeto prático e com uma essência minimalista. Por isso, Eliza trouxe aos ambientes bases brancas nos pisos e paredes e a presença do amadeirado de carvalho nos detalhes do forro, deixando o ambiente mais intimista e convidativo a um espaço de confraternização familiar. “Para criar essa atmosfera familiar no apartamento, materiais com cores neutras e claras foram escolhidas para garantir a praticidade e atemporalidade ao projeto” declara a arquiteta.

As divisões internas do apartamento de 350m² foram modificadas para dar inicio ao desenvolvimento do projeto. “Todos os ambientes sociais estão em um espaço único. A varanda torna-se uma continuação da sala de estar, que privilegia a linda vista para o maior parque da cidade” acrescenta Eliza.

O mobiliário do projeto conta com uma mesa que revela a centralização dos eixos que formam traçados para a definição de layout e se integra à sala intima através de um aparador de madeira. “O mobiliário assinado juntamente com a combinação criteriosa de cores, texturas, peças de design e obras de arte garantem o olhar apurado para o que é original e personalizado através do qual o cliente vê materializado seu sonho em cada definição” cita Eliza Schuchovski.

Para o projeto luminotécnico, optou-se por padrões atemporais, marcando o mínimo possível o teto com uma iluminação linear e embutidos no frame. “Os perfis lineares são os protagonistas da luminotécnica, que é minimalista e contemporânea” acrescenta a arquiteta.

Sobre SCK Arquitetura - Eliza Schuchovski
Da arquitetura estrutural ao design de interiores, o portfólio da arquiteta Eliza Schuchovski apresenta projetos residenciais, comerciais e corporativos com marcante brasilidade e sem excessos. A arquiteta conta com a expertise necessária para desenvolver projetos de arquitetura que encantam pelo equilíbrio, coerência e modernidade. Com a carreira consolidada através de mais de 200 projetos assinados e um dos nomes mais lembrados nas principais mostras de arquitetura e decoração de Curitiba (PR), Eliza segue desde março de 2017, um caminho próprio na profissão com o escritório SCK Arquitetura, cuja palavra de ordem é personalidade.

Serviço:
SCK Arquitetura
Endereço: Avenida do Batel, 1230, conjunto 906 – Batel
Telefones: (41) 3528-3328 e (41) 99723-4555
Site: sckarquitetura.com.br
Facebook: www.facebook.com/Schuchovski-Arquitetura
Instagram: @eliza_schuchovski

cozinha

Já faz algum tempo que o uso da cor preta em projetos arquitetônicos deixou de significar sobriedade e monotonia – agora, remete a um estilo urbano e elegante. A arquiteta Manoela Py, do escritório Pura! Arquitetura, foi responsável por levar essa atmosfera cosmopolita à cozinha de 8,14 m² de um apartamento com três dormitórios localizado em Porto Alegre (RS). Os moradores, um jovem casal que utiliza bastante o cômodo, inclusive a churrasqueira integrada, queriam um ambiente prático, charmoso e confortável.

O apartamento foi entregue pela construtora com revestimentos de parede e cozinha já com piso, além do forro de gesso pronto. Os proprietários quiseram aproveitar alguns móveis da moradia anterior, por isso, a arquiteta levou essas características em consideração para escolher as cores dos novos itens, todos na paleta de branco, preto, tons de bege e amadeirados para garantir uma ambientação harmônica. “O que fizemos foi projeto de mobiliário fixo, bancadas e escolha de todo o mobiliário solto. Também selecionamos e instalamos luminárias de acordo com o layout do projeto”, conta a arquiteta.

Um dos destaques do projeto é o fato de que, mesmo com a predominância da cor preta, não é um cômodo 'pesado'. Para encontrar esse equilíbrio, alguns truques: piso, paredes e forros brancos; bom sistema de iluminação; pouca variedade de revestimentos (apenas granito preto, melamínico preto, melamínico amadeirado e cerâmicas brancas) e um espelho sobre a bancada para contribuir com a atmosfera urbana e dar sensação de amplitude. “Outro fator que contribui nesse ambiente é o pé direito alto, assim os móveis aéreos não encostam no forro e mudam a percepção do ambiente, deixando-o mais amplo. Estabelecemos, assim, o contraste de elementos necessário para uma cozinha atemporal”, completa. O toque final ficou com o monocomando de bancada cromado da linha Minimal, da Meber, garantindo eficiência às tarefas dos moradores e um charme extra ao décor do cômodo.

“Os projetos assinados pelo Pura! Arquitetura buscam estabelecer ambientes atemporais, desvinculados de modismos, para que os clientes não enjoem dos espaços de suas casas. Assim, a cozinha deste apartamento não foi pensada isoladamente – ela faz parte de um projeto maior de ambientação com as salas, uma vez que é totalmente integrada. Buscamos criar um ambiente prático, bonito e jovem para a vida cotidiana acontecer”, finaliza Manoela.

Destaque da bancada
O dia a dia na cozinha fica muito mais funcional, prático e belo com o monocomando para bancada Minimal, da Meber (modelo 2883 C 75). Seu design versátil e acabamento cromado exibem características que permitem harmonizar com diversas propostas e projetos de ambientes sempre atuais. No quesito utilitário, permite regular a temperatura da água – quente, fria ou a mistura entre ambas – com um único movimento. Assim como todas as peças assinadas pela Meber, o monocomando conta com garantia de 10 anos.

Projeto
Arquiteta: Manoela Py, do escritório Pura! Arquitetura (rua Sofia Veloso, 101, em Porto Alegre)
Contato: (51) 9 9156 6846 | This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. | www.puraarquitetura.com.br
Crédito das fotos: Marcelo Donadussi
Torneira: Monocomando de bancada Minimal, da Meber

 premio de design

• Edição 2017 do Prêmio ABF+RDI Design ganhou nova categoria: Design de Inovação
• Premiação teve recorde de inscrições, com 105 projetos de 58 redes de franquias

A Associação Brasileira de Franchising e o Retail Design Institute Brasil divulgaram na última quarta-feira, dia 25, os vencedores deste ano do Prêmio ABF+RDI Design. Os troféus foram entregues na celebração que integra o maior encontro do setor de franquias no ano e que reúne cerca de 600 líderes do franchising brasileiro na Ilha de Comandatuba (BA).

decoração natalina

Exposição gratuita tem início no dia 30 de novembro

No dia 30 de novembro, às 20h, será inaugurada, no Shopping Minascasa, a mostra “Natal Versátil”, uma parceria do centro de compras com a Universidade Fumec. A iniciativa manterá exposta, até o dia 6 de janeiro, ao longo do espaço do shopping, seis diferentes alternativas de decoração natalina, projetadas por estudantes do sétimo período do curso de Design de Interiores da instituição.

Montados a partir de itens de decoração das próprias lojas do Shopping Minascasa, os espaços têm a proposta de refletir diferentes formas de celebração do Natal. Os temas —como Natal tradicional ou celebrado no exterior— foram definidos pelos estudantes. “Os ambientes que estarão expostos não são necessariamente cômodos da casa e, sim, indícios do perfil que os alunos desejam transmitir”, conta a coordenadora da mostra e professora do curso de Design de Interiores da Fumec, Rosângela Brandão Mesquita.

Todos os móveis e itens de decoração utilizados na mostra estarão à venda em suas perspectivas lojas. “Junto a cada ambiente decorado haverá uma ficha técnica indicando os estudantes responsáveis pela composição, o conceito da decoração e as lojas de origem de cada um”, adianta Rosângela. “É uma forma de fazer uma decoração interna interessante e também inspirar as pessoas para o fim de ano”, conclui.

A analista de Marketing do Shopping Minascasa, Kamila Pires, concorda e acredita que a parceria com a Universidade Fumec contribuirá com a experiência do público que circular pelos espaços da mostra. “Com a aproximação das festividades de final de ano, muitos clientes procuram por novos móveis e itens de decoração para renovar seus ambientes. Acredito que nada melhor do que o olhar dos jovens profissionais para oferecer alternativas modernas e atuais de decoração.”

Ambientes planejados

“Varanda” é o nome do ambiente planejado pelos alunos Mikaela Andrade, Rafaela Cordeiro e Vítor Lopes. A proposta do grupo é elaborar um espaço agradável e prazeroso que atenda, de forma descontraída, a uma pessoa jovem que mora longe da família e que decida promover uma comemoração entre amigos na varanda de seu apartamento.

Já os estudantes Gabriel Vieira, Karina Haldrea e Stanley Pereira desenvolveram sua decoração a partir do tema “Rooftop – Casais de amigos”. Nesse ambiente confortável e versátil, agraciado pela visão panorâmica da cidade, a ceia tradicional é substituída por um jantar informal e descontraído.

A saudade de casa foi o mote para o ambiente “Quarto da intercambista”, desenvolvido por Cecília Oliveira, Gabrielle Araújo, Larissa Sousa e Pedro Morais. Priorizando as boas experiências, a presença do lar e as relações, o quarto foi criado como um local para o cliente relaxar, estudar e receber seus amigos durante essa data especial.

“Jardim de Estar” foi o ambiente pensado pelas estudantes Carolina Molica, Flora Pires e Ludmila Brandão. O ambiente arborizado forma um espaço aconchegante, original e criativo, que encanta e transmite paz e serenidade, associada às ideias de descontração e conexão.

Lucas Siqueira, Luiza Novais, Rafael Protzner e Rafael Eduardo decidiram se inspirar em suas próprias experiências e desenvolveram o Natal em um “Ateliê do Artista”. A proposta dos estudantes é apresentar a releitura feita pelos artistas a respeito das festividades natalinas.

Como não poderia deixar de ter, a mostra conta também com “O Tradicional Natal". Desenhado por Catarina Pires, Daniel Araújo, Giovana Elisa e Luiz Lessa, a sala de estar integrada com sala de jantar foi pensada para atender um casal com dois filhos, acompanhados de dois avós.

Serviço

Mostra “Natal Versátil”
Quando? De 30 de novembro a 6 de janeiro
Onde? Corredores do Shopping Minascasa

Entrada gratuita

Design Book

Edição criada para inspirar novos projetos em vidro traz cases de sucesso da indústria de embalagens

A Owens Illinois (O-I), líder mundial da fabricação de embalagens de vidro, acaba de lançar o Livro Global de Design, uma publicação especial que pretende inspirar designers, agências e marcas que buscam novas ideias em vidro para embalagens de alimentos e bebidas. A edição traz os melhores cases da empresa lançados nos últimos anos, nos quatro continentes onde atua. São mais de 100 tipos de embalagens que ilustram a beleza, cor, forma, versatilidade e diferenciação que o material pode agregar a um produto.

Embalagens de vidro possuem características próprias que apenas esse material pode proporcionar, como a interação emocional com os consumidores. Propriedades como pureza, qualidade, saudabilidade e sustentabilidade possibilitam uma experiência única de consumo e dão a segurança de que o produto adquirido tem boa procedência e cumpre com a proposta da marca. "Muitos estudos nos dizem que os consumidores adoram o vidro. É a embalagem favorita deles. Somente o vidro evoca maravilhas como o prazer de pegar uma garrafa de cerveja gelada, o desejo de abrir uma garrafa de sua bebida favorita ou a expectativa de assistir o sommelier abrir seu champanhe”, diz o CEO da O-I Andres Lopez no prefácio do livro.

A edição traz um acervo de informações sobre os projetos desenvolvidos pelas equipes de design da O-I nos últimos anos e mostra a experiência da marca no segmento de embalagens. São briefings, arquivos piloto e trocas de ideias com clientes e agências de diversos países onde a empresa está presente. Mais do que inspiração, os projetos ilustram as características culturais que influenciam na escolha do formato e design das embalagens pelo mundo.

O material também apresenta tendências mercadológicas da indústria de alimentos e bebidas. "O livro é mais do que uma seleção de belas fotos, ele relata a narrativa de imagem das marcas e traz dados de consumo dos últimos anos, como o crescimento da categoria artesanal, a ‘premiunização’ e a oferta de produtos para hidratação saudável”, diz Marie-Laure Susset, líder de Comunicação de Marketing da O-I Europa.

Para Yolanda Fernández, que liderou o projeto do livro e é especialista em Comunicações e Marketing da O-I Europa, o resultado foi excelente. "É muito emocionante ver tantas grandes marcas representadas página após página. Estamos gratos pela cooperação de todas as empresas cujos produtos foram apresentados nessa edição", conclui.

O Livro Global de Design está sendo distribuído aos clientes da O-I e às principais agências de design em todo o mundo. Pedidos adicionais para uma cópia podem ser feitos pelo e-mail This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it..

Para assistir teaser do vídeo, clique aqui.

LIVRO DE DESIGN O-I
PRÉVIA

Sobre a O-I
A Owens Illinois, Inc. (NYSE: OI) é a maior fabricante de embalagens de vidro do mundo e a parceira preferida de marcas líderes de alimentos e bebidas. Com uma receita de US$ 6,7 bilhões em 2016, a empresa é sediada em Perrysburg, Ohio, EUA, e emprega mais de 27.000 colaboradores em 79 fábricas distribuídas por 23 países. A O-I oferece soluções de embalagens de vidro seguras, sustentáveis, puras, icônicas e que constroem marcas para um mercado global crescente. Para promover os benefícios das embalagens de vidro em todo o mundo, a O-I criou o movimento Glass Is Life, que se baseia nas razões pelas quais as pessoas escolhem o vidro: sabor, saúde, sustentabilidade e qualidade. Para mais informações, acesse www.o-i.com.

Estampas florais e almofadas fofas

Quem tem uma alma essencialmente romântica não abre mão de demonstrar todo o amor que sente pela casa. Nesse caso, vale investir em um visual autêntico e cheio de romantismo. Para fugir do óbvio, a dica é inserir elementos modernos e deixar o lar com a sua cara.