contaminacoes ambientais

O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Estudos do Meio Ambiente (INCT-EMA) do Departamento de Engenharia Química da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) está com as inscrições abertas para o curso MBA em Gestão de Áreas Contaminadas, Desenvolvimento Urbano Sustentável e Revitalização de Brownfields.

As inscrições estão abertas até 15 de agosto. Não é cobrada taxa de inscrição. As aulas começarão em 29 de agosto.

O curso é destinado a profissionais com formação superior (engenheiros, tecnólogos, gestores públicos), interessados na área ambiental e em aprofundar seus conhecimentos em questões relacionadas a áreas contaminadas e revitalização de brownfields (terrenos que podem estar contaminados por baixas concentrações de lixo tóxico ou poluição e que têm potencial para serem reutilizados, como antigos galpões comerciais e industriais).

O MBA será ofertado a distância, com avaliações presenciais realizadas no campus da USP em São Paulo em dois momentos durante o ano. Haverá também duas aulas síncronas (por videoconferência) em cada disciplina, de acordo com calendário a ser disponibilizado futuramente aos alunos.

“Trata-se do único curso no Brasil nesses moldes a oferecer um certificado USP. Ele também já atende à Decisão de Diretoria 38/17 da Cetesb, que estabelece procedimentos para a proteção da qualidade do solo e das águas subterrâneas e diretrizes para gerenciamento de áreas contaminadas no âmbito do licenciamento ambiental, bem como a Resolução Conama 420/2009 de âmbito nacional”, destaca a pesquisadora do INCT-EMA Marilda Ramos Vianna.

Com tempo de duração de 360 horas de aula distribuídas ao longo de 18 meses e 60 horas de monografia ao longo de seis meses, o curso é composto por 20 disciplinas com videoaulas gravadas pelos docentes responsáveis, duas disciplinas on-line concomitantes, além de bibliografia recomendada e atividades como fóruns, chats e exercícios. Haverá provas presenciais na USP. A matrícula é de R$ 1.160,00, mais 24 parcelas desse mesmo valor.

Mais informações: http://mbagac.larc.usp.br.

Agência FAPESP

Pin It