células-tronco

O projeto “Proteína príon e seus ligantes: potenciais alvos para terapia baseada em células-tronco de glioblastoma” oferece uma vaga de pós-doutorado com bolsa da FAPESP. A pesquisa é coordenada pela professora Marilene Hohmuth Lopes, do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB-USP). O prazo de inscrição vai até 31 de maio de 2019.

O objetivo é estudar a participação da proteína príon celular na resistência ao tratamento com células-tronco de tumores cerebrais. O trabalho pretende também identificar o papel da proteína príon celular nos processos de hipóxia que ocorrem em nichos de células-tronco de glioblastoma e sua importância na resistência à terapia. As atividades serão desenvolvidas ao longo de 24 meses.

O candidato deve ter doutorado em uma das seguintes áreas: biologia celular, biologia molecular ou outras áreas em ciências da saúde. São requisitos: experiência prévia comprovada em cultura de células-tronco tumorais; experiência em estudos sobre biologia de tumores de sistema nervoso central; citometria de fluxo, imunofluorescência de células e tecidos, ensaios bioquímicos; sistema CRISPR/Cas9; e ensaios in vivo de crescimento tumoral em camundongos.

É recomendável que o candidato tenha publicações em periódicos científicos de qualidade, relevantes para a área de células-tronco ou câncer.

Os interessados devem enviar e-mail para This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. ou This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. apresentando curriculum vitae atualizado, uma carta de recomendação e outra de apresentação, comprovando a experiência prévia nos pré-requisitos da bolsa.

Mais informações sobre a vaga: www.fapesp.br/oportunidades/2883.

A oportunidade de pós-doutorado está aberta a brasileiros e estrangeiros. O selecionado receberá Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP no valor de R$ 7.373,10 mensais e Reserva Técnica equivalente a 15% do valor anual da bolsa para atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

Caso o bolsista de PD resida em domicílio fora da cidade na qual se localiza a instituição-sede da pesquisa e precise se mudar, poderá ter direito a um auxílio-instalação. Mais informações sobre a Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP estão disponíveis em www.fapesp.br/bolsas/pd.

Outras vagas de bolsas, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades, em www.fapesp.br/oportunidades.

Agência FAPESP

Este texto foi originalmente publicado por Agência FAPESP de acordo com a licença Creative Commons CC-BY-NC-ND. Leia o original aqui.

Pin It