terapia ocupacional

Estão abertas, até 6 de setembro de 2018, as inscrições no processo seletivo para os cursos de mestrado e doutorado do Programa de Pós-Graduação em Terapia Ocupacional (PPGTO) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

São oferecidas 18 vagas para o mestrado e 14 vagas para o doutorado e as aulas começam no início de 2019.

Segundo a UFSCar, o PPGTO tem como objetivo principal consolidar e ampliar o desenvolvimento científico e a formação de pesquisadores no campo da Terapia Ocupacional, sintonizado com as tendências nacionais e internacionais da área. São três linhas de pesquisa: “Promoção do desenvolvimento humano nos contextos da vida diária”; “Redes sociais e vulnerabilidades”; e “Cuidado, emancipação social e saúde mental”.

A seleção para o mestrado compreende três etapas: a primeira terá provas em habilidades de comunicação escrita e de língua inglesa instrumental; a segunda será a avaliação do projeto de pesquisa; e a terceira fase é composta pela defesa oral pública do projeto.

Para o doutorado, o processo seletivo tem duas etapas, sendo a primeira a avaliação do projeto de pesquisa, e a segunda a defesa oral pública do projeto. As datas de cada etapa estão definidas nos editais de seleção.

Para efetuar a inscrição, os candidatos devem reunir a documentação exigida, realizar o pagamento da taxa de R$ 70, para candidatos ao curso de mestrado, e de R$ 180, para os candidatos ao curso de doutorado, e enviar os documentos pelos Correios, via Sedex (rod. Washington Luiz, Km 235, 676, São Carlos, SP, CEP 13.565-905). Além do envio postal, alguns documentos precisam ser digitalizados e encaminhados pelo e-mail This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it..

A documentação exigida constitui de ficha de inscrição, histórico escolar, curriculum vitae, projeto de pesquisa, cópia simples do CPF, RG e do diploma de graduação (para candidatos ao mestrado) ou de mestrado (para candidatos ao doutorado) e comprovante dos custos do processo de seleção.

Mais informações: https://bit.ly/2MIff21 e https://bit.ly/2PmDS0S

Agência FAPESP

Pin It