Teatro

Grupo Refinaria Teatral

O grupo Refinaria Teatral da Zona Norte de São Paulo acaba de lançar uma campanha de financiamento coletivo pela Catarse para evitar o fechamento de sua sede. Vários grupos já se apresentaram no espaço, muitos projetos, e é uma referência na região.

Link da campanha: https://www.catarse.me/refinaria_teatral_em_resistencia

Maria Madalena/s

O clipe do espetáculo Maria Madalena/s, com direção e texto de Dinah Perry, está disponível no youtube, https://youtu.be/_7wSXiVf20c A direção do vídeo foi de William Mazzar, gravado no Espaço Capital 35. No elenco, Ana Carolina Barreto, Atila Freire e Josefina Padilla. O roteiro musical é de Rodolfo Schwenger ao piano.

Sinopse: A trama baseia-se no mito religioso de Maria Madalena onde há tirania, centralização de poder, coação de pessoas, tentativa de extermínio e de desmanche social. Os sentimentos são ódio, inveja, descaso e raiva.

O conjunto dos espetáculos de Dinah Perry resultará também em um livro com sua técnica em arte cênica e movimento, que será lançado pela internet.

Ficha técnica:

Espetáculo/Gravação do Clip: Maria Madalena/s

Elenco / Ana Carolina Barreto/Atila Freire/Josefina Padilla

Rodolfo Schwenger/arranjos/roteiro musical/instrumentista (piano)

Jorge Garcia / Plano de Luz

William Mazzar/Filmagem

Thiago Sampaio/Edição

Patrícia Alessandri/arte e digitação

Ricardo Liberal/correção e digitação/livro

Arnaldo Torres/fotos

Direção e Texto autoral / Dinah Perry

Link do clipe: https://youtu.be/_7wSXiVf20c

Irene Ravache

Com texto poético e bem-humorado de Andréa Bassitt a instigante montagem Alma Despejada, interpretada por Irene Ravache e dirigida por Elias Andreato, reestreia no dia 10 de janeiro, sexta, no Teatro Folha, às 21h30.

A peça conta a história de Teresa, uma senhora com mais de 70 anos que, depois de morta, faz sua última visita à casa onde morava. O imóvel foi vendido e sua alma foi despejada.

Teresa era uma professora de classe média, apaixonada por palavras, que teve dois filhos com Roberto, seu marido, homem simples, trabalhador, que se tornou um empresário bem-sucedido e colocou sua a família no ranking de uma classe média emergente.

Em sua visita derradeira, Teresa se lembra de histórias e pessoas importantes em sua vida como a funcionária Neide, que trabalhou em sua casa por 30 anos, e sua melhor amiga Dora. A personagem transita entre o passado e o presente, do outro lado da vida, sempre de maneira poética e bem-humorada.

A peça foi escrita especialmente para Irene Ravache. “Conheço Irene já há algum tempo e sempre conversamos muito sobre a vida: o país, a política, a família e tantas outras coisas. Muitas vezes pensamos de um jeito parecido, e essa afinidade foi bastante inspiradora. A ideia era falar sobre isso tudo, sem medos nem críticas, mas com humor e delicadeza. Ao longo do processo, a história acabou tomando um rumo inesperado para mim, mas que não havia como evitar, uma vez que vivemos momentos de grande impacto na nossa história e o teatro sempre acaba refletindo essas situações”, conta Andréa Bassit.

Sobre a peça, Irene Ravache comenta: “Fiquei fascinada com esse texto e sua poesia. É muito delicado e fala da memória de uma mulher na minha faixa etária. Mesmo sabendo que a personagem está morta, não é uma peça triste, pesada ou rancorosa e fala muito mais de vida do que de morte. Eu adoro esse tipo de possibilidade que o teatro oferece. E não tenho medo de misturar essas coisas, porque isso faz parte da vida. Nossa vida não é linear. Ela tem essas nuances”.

“Essa mulher é apresentada diante de sua própria vida, e, a partir dessa visualização, ela encontra o entendimento da sua existência. É como se precisássemos abandonar a matéria para sermos conscientes de nós mesmos. A psicanálise e o teatro estabelecem este mesmo jogo. Talvez, precisemos descobrir intensamente o nosso mundo, onde o sagrado possa nos confortar”, revela o diretor Elias Andreato.

A teatralidade do texto de Andrea Bassitt (que também escreveu as peças As Turca e Operilda na Orquestra Amazônica) instiga o espectador a seguir uma história aparentemente trivial, mas que tem uma trajetória surpreendente, em sintonia com a nossa sociedade e os fatos atuais.

“A memória é assustadora quando ela nos falta e encantadora quando ela nos ajuda a contar nossas histórias. Na peça, lidamos com a memória, como a personagem, sem medo de enfrentar nossos demônios e nossos momentos sonhados”, acrescenta Andreato.

Ficha Técnica
Texto: Andréa Bassitt.
Direção: Elias Andreato.
Com Irene Ravache.
Cenário e Figurino: Fabio Namatame.
Iluminação: Hiram Ravache.
Música: Daniel Grajew e George Freire.
Fotos: João Caldas Filho. Assessoria de imprensa: Verbena Comunicação.
Produção: Oasis Empreendimentos Artísticos Ltda.
Estreia oficial: 18/09/2019.

Serviço

Espetáculo: Alma Despejada

Reestreia: 10 de janeiro de 2020

Temporada: 10 de janeiro a 29 de março de 2020

Sextas, às 21h30, sábados e domingos, às 20h

Classificação: 14 anos. Duração: 80 minutos. Gênero: comédia dramática.

Ingressos: R$ 80,00 (Setor A) / R$ 70,00 (Setor B) – com meia-entrada.

Teatro Folha

Shopping Pátio Higienópolis - Av. Higienópolis, 618 / Terraço. SP/SP.

Tel.: (11) 3823-2323 - Capacidade: 300 lugares.

Televendas: (11) 3823-2423 / 3823-2737 / 3823-2323.

Vendas online: www.teatrofolha.com.br

Não aceita cheques. Aceita cartões de crédito: Mastercard, Redecard, Visa, Visa Electron e Amex. Clube Folha: 50% desconto.

Bilheteria: quarta e quinta (15h às 21h), sexta (15h às 21h30), sábado (12h às 23h59) e domingo (12h às 20h).

Acessibilidade. Ar-condicionado.

Estacionamento do Shopping: R$ 19,00 (primeiras 2h).

Venda de espetáculos para grupos: (11) 3661-5896 / 99605-3094.

Camila Santanioni

Camila Santanioni é assim: Apaixonada por artes cênicas, pela natureza, aventureira. Mais que tudo, no mundo das artes, desenvolve constantemente seu lado versátil e está sempre em movimento.  Amante dos palcos de teatro, os holofotes a acompanham há 9 anos.  Desde que escolheu a carreira sabia que era isso que faria seus olhos brilhar e o coração bater mais forte. Hoje, ela nos conta um pouco de sua carreira e projetos. Confira:

Nascida e criada no interior de Minas Gerais, na cidade de Uberaba, Camila teve uma infância noveleira e cinéfila. Dentro de seu imaginário infantil nutria uma paixão pela tv e cinema e, decidida, resolveu batalhar por seus sonhos, contando sempre com o apoio de sua mãe Nena Santanioni. Claro, a atriz explica que ingressar no universo das artes não é fácil, ainda mais nos anos 90, quando começou, e no interior que nem teatro tinha.

Foi quando um grupo de teatro de São Paulo se instalou em sua cidade em temporada artística no colégio que Camila estudava, que ela percebeu que suas chances de conquistar este sonho podiam estar mais perto. Ela conheceu duas atrizes do elenco e percebeu que era possível.

“Me lembro que fiz um abaixo assinado pra que tivéssemos aulas de teatro. Não demorou muito e a direção da minha escola (Colégio Nossa Senhora das Dores – Uberaba) que sempre nos incentivou muito, incluiu aulas de teatro. Eu tinha 11 anos, foi assim que começou”, conta.

Aos 14 anos ela foi morar em Genebra, na Suíça, com pai, onde decidiu estudar Artes Cênicas na faculdade, voltou para o Brasil e começou a morar no Rio, para estudar e trabalhar profissionalmente com teatro e publicidade, aos 19 anos. Camila fez campanhas para a Bic, Fiat, Bom Negócio, Faculdade Estácio, e ainda foi garota propaganda mundial da Nokia nos anos de 2014 e 2015, filmando em Praga, na República Tcheca. 

Destemida e batalhadora por tudo que deseja, acumula experiências em diversos trabalhos artísticos como:  participações em Malhação, Amor à Vida, Vidas em Jogo, e na novela os Dez Mandamentos, com a personagem Ada, que na temporada seguinte se tornou antagonista da trama. Participou também da série O Negócio da HBO. Atuou como a personagem Karine no curta metragem Superados, exibido na rede de cinemas Cinesystem. Recentemente atuou nas peças de teatro Piratas à Bordo, Plastic Land, Status Atual e Voo ou Não Voo que foi adaptado para o cinema, todas sob direção de Juliana Kelling e texto de Leon Borghes. Produziu o espetáculo S’Blood, uma a releitura de Otelo onde atuou como Desdêmona e que concorreu ao Prêmio Shell ano de 2018 na categoria Inovação, pela experiência imersiva e interdisciplinar, que através de uma instalação permite que o espectador entre em um jogo dramatúrgico e sensorial.

E, não para por aí: a atriz saiu o final do mês de novembro de cartaz com a peça Status Atual, e já está produzindo uma oficina de teatro on-line em parceria com os atores Juliana Kelling e Leon Borghes. O trio pretende retornar com Status atual em ação social beneficente para crianças do Instituto Anjinho Feliz, no mês de dezembro.

Nas Águas

No dia 15 de dezembro, domingo, a Companhia de Danças de Diadema estreia o espetáculo infantil “Nas Águas do Imaginar”, de Ton Carbones e elenco, no Sesc Osasco, às 16 horas. Com direção geral de Ana Bottosso, a montagem apresenta uma viagem lúdica pela imaginação.

O enredo traz uma criança que, ao se deitar para dormir, é surpreendida por seres fantásticos que surgem em seu quarto, instigando sua imaginação. Ávida pela diversão, a criança veste-se de coragem e muita criatividade para embarcar em uma viagem ao mundo do imaginar.

Segundo Ton Carbones, criar um espetáculo de dança para o público infantil é sempre um grande desafio. “Como transpor história, aventura e diversão por meio de uma linguagem, por vezes tão abstrata como a dança?”, reflete o bailarino e coreógrafo. Assumindo esse desafio, os bailarinos da Companhia de Danças de Diadema embarcaram numa pesquisa que envolve brincadeiras, gestos, histórias, jogos teatrais, música e dança. Voltaram à infância, viajaram pelo mundo de imaginação e trouxeram experiências lúdicas para o espetáculo.

O cenário em branco vai ganhando cores e vida, à medida que se desenrola a divertida viagem com seus surpreendentes e incríveis personagens. Almofadas transformam-se em estrelas e voam. A cama se desdobra em vários objetos: carrinho de mão, bancos, coral no fundo do mar e skates. O lençol ganha vida e traz a noite, vira mar, barco e qualquer outro lugar. O Figurino têm cores vibrantes e combinações divertidas como se as personagens tivessem saído de um desenho animado, explorando as possibilidades de imaginação dos pequenos.

Nas Águas do Imaginar desafia o espectador a desbravar, junto com essa criança, um mundo repleto de surpresas e fantasias, numa lúdica brincadeira que reflete sobre a busca do que está do lado de fora ou desbravar o universo interior. E a passagem para essa aventura custa apenas o uso da imaginação.

A história

Para dar início à aventura, uma trupe de artistas se aproxima da plateia cantando e fazendo brincadeiras com as crianças, abrindo alas para a história de Nas Águas do Imaginar. Uma criança ajeita-se para dormir. As roupas que estão jogadas pelo quarto vão ganhando vida, dançando e organizando-se. Como se estivesse sonhando, ela sai da cama e os objetos do quarto se transformam, dando início à aventura.

Aparecem Piratas divertidos e atrapalhados. Uma Polvo surge ao lado de criaturas Siamesas agitadas. . Um Caçador e uma Sapa planejam roubar a imaginação da personagem, tendo ajuda de seres misteriosos, deslizantes e muito suspeitos. A aventura passa também pelo fundo do mar, onde um navio é comandado pela capitã Polvo e seus Piratas.

Em meio a brinquedos que ganham vida, transformações mágicas, amigos imaginários e brincadeiras com personagens que emitem sons curiosos, o caçador coloca em prática o plano de roubar a imaginação da criança. Para tanto, ele sequestra sua amiguinha Polvo, mas ele só não contava com a intromissão das Siamesas, que mostram para a criança que a imaginação não pode ser roubada. No fim da aventura, as personagens fantásticas levam a criança de volta para o sono, mas será que ela será a mesma ao acordar?

Ficha técnica

Direção geral: Ana Bottosso.
Coreografia: Ton Carbones e elenco.
Assistência de direção e produção administrativa: Ton Carbones.
Assistência de coreografia: Carolini Piovani.
Concepção musical: Luciano Sallun.
Concepção figurino: Hazuk Perez.
Cenografia e adereços: Ateliárea - Daniel Sapiência e Paula Martins.
Desenho de luz: André Prado, Ton Carbones e Ana Boottosso.
Professores de dança clássica: Márcio Rongetti e Paulo Vinícius.
Professores de dança contemporânea: Ana Bottosso, Carolini Piovani, Elton de Souza e Ton Carbones.
Professor de dança moderna: Reinaldo Soares.
Orientação de yoga: Daniele Santos.
Condicionamento físico: Carolini Piovani.
Assessoria de imprensa: Verbena Comunicação.
Assistência de produção: Daniela Garcia e Jehn Salles.
Idealização/produção: Companhia de Danças de Diadema
Realização: Sesc SP.

Elenco: Carlos Veloso, Carolini Piovani, Daniele Santos, Danielle Rodrigues, Elton de Souza, Guilherme Nunes, Júlia Brandão, Leonardo Carvajal, Thaís Lima, Ton Carbones e Zezinho Alves.

Site: www.ciadedancas.apbd.org.br
Facebook: @companhiadedancas / Instagram e Twitter: @ciadedancasdiadema

Serviço

Espetáculo infantil: Nas Águas do Imaginar
Com Companhia de Danças de Diadema
Dia 15 de dezembro. Domingo, às 16h
Local: Tenda 1
Ingressos: R$ 20,00 (inteira); R$ 10,00 (meia); R$ 6,00 (credencial plena).
Vendas pelo Portal e nas unidades do Sesc. Grátis para menores de 12 anos.
Duração: 60 min. Classificação: Livre.

Sesc Osasco
Endereço: Av. Sport Clube Corinthians Paulista, 1300 - Jardim das Flores. Osasco/SP
Telefone: (11) 3184-0900
Horário/funcionamento: terça a sexta (13h às 22h), sábado, domingo e feriados (10h às 19h)
Estacionamento grátis. Possui fraldário e vestiário familiar.
Facebook: /sescosasco | Twitter: @sescosasco | Instagram: @sescosasco
www.sescsp.org.br/osasco

 

Rebelião - O Coro de Todos os Santos

O Teatro do Incêndio apresenta também, no dia 7 de dezembro (sábado, às 15h30 e às 19h30), dois espetáculos criados pelo projeto Sol-Te, que atende crianças e adolescente.

Nos dias 14 e 15 de dezembro (sábado, às 20h, e domingo, às 19h), o espetáculo Rebelião – O Coro de Todos os Santos finaliza o projeto Levante Teatro do Incêndio - Pra Vida e Revida, iniciado em agosto, que reuniu cinco montagens da companhia, entre outras atividades.

Marcelo Marcus Fonseca, que fundou o grupo há mais de 23 anos, assina o texto e a direção de todas as montagens.

No enredo, Artura (Gabriela Morato), Cacimba (Elena Vago) e Jí (Paula Almeida) saem do interior do país com o intuito de salvar o Brasil, devolvendo para Portugal símbolos da colonização. Para cumprirem a missão eles enfrentam os terríveis Arranca-línguas, figuras míticas que encontram durante a viagem.

Rebelião - O Coro de Todos os Santos é a segunda peça do projeto A Gente Submersa, um trabalho de pesquisa do grupo sobre heranças e descaracterização da cultura e da sabedoria popular pelo esquecimento das raízes que moldaram o brasileiro. Trata da manifestação popular como revide contra seu apagamento, como arma de guerra no combate à intolerância religiosa, à infantilização da cultura produzida atualmente e às ingenuidades que aceitam lutas separadas e compartimentadas na sociedade moderna.

O diretor desabafa: “Esse é o espetáculo ‘de saco cheio’. Saco cheio de insensibilidade, de em cima do muro, de engolir a pobreza de manifestações sociais, políticas e culturais no país de Jorge Amado, Vinícius de Moraes, Nelson Sargento. Saco cheio de dizer que gostamos do que não gostamos, de dar ibope para o que não queremos, de desprezar a cultura do nosso país em prol de uma manifestação rasa. A indústria do entretenimento cria um mundo falso, de barulho ensurdecedor para destruir nossa identidade. Teatro não é entretenimento”.

Rebelião é a revolta de toda a raiz brasileira que se levanta com direito a protestar contra tudo que não lhe representa nas culturas oferecidas pela mídia. Protagonistas nas três montagens do projeto, Gabriela Morato afirma que o trabalho foi fundamental para sua formação como cidadã e como artista. “A mulher é a própria terra, é a vida. Hoje ela descobriu que pode mudar as coisas e que sua força inspira e transforma. Tive a honra de viver nessa trilogia várias faces e idades da mulher brasileira”.

Ficha Técnica
Texto e direção: Marcelo Marcus Fonseca.
Figurinos: Gabriela Morato.
Iluminação: Rodrigo Alves, Marcelo Marcus Fonseca e Valcrez Siqueira.
Preparação corporal, coreografias e adereços: Gabriela Morato.
Música ao vivo: Renato Pereira, Luiz Viola, Renato Silvestre, Xantilee de Jesus e Yago Medeiros.
Fotos: Giulia Martins.
Design gráfico: Gustavo Oliveira
Produção e realização: Teatro do Incêndio.

Elenco: Gabriela Morato, Elena Vago, Marcelo Marcus Fonseca, Letícia Nerak, Valcrez Siqueira, Renato Silvestre, Paula Almeida, Thays Ferreira, Jade Buck, Gui Mameluco, Heloisa Feliciano, Kaena Chioratto e Amanda Santana.

Levante Teatro do Incêndio - Pra Vida e Revida

Sem apoio de nenhuma natureza, em 2019, a Cia. Teatro do Incêndio, em reação ao atual momento de ‘estrangulamento cultural’, lançou uma programação de resistência para o segundo semestre de 2019. Levante Teatro do Incêndio - Pra Vida e Revida apresentou, de julho a dezembro, cinco espetáculos do repertório do grupo, rodas de samba e oficinas livres de artes para crianças e adolescentes.

Os espetáculos, dirigidos por Marcelo Marcus Fonseca, que formaram a programação (um a cada mês) foram: São Paulo Surrealista (2012 / 2014), O Pornosamba e a Bossa Nova Metafísica (2014 / 2015), O Santo Dialético (2016), A Gente Submersa (2017) e Rebelião - O Coro de Todos os Santos (2018). Esta mostra sintetiza o trabalho de pesquisa de linguagem dos últimos sete anos do coletivo, período em que construiu três teatros até conquistar sua sede definitiva na emblemática entrada do bairro Bixiga, esquina das ruas Treze de Maio e Santo Antônio, onde já funcionou a lendária boate Igrejinha e o Café Society.

Serviço

Apresentações: Sol-Te
7 de dezembro. Sábado, às 15h30 e às 19h30
Ingressos: Contribuição voluntária. Duração: 1h. Classificação: Livre
Sinopse: Apresentação final de dois espetáculos criados pelas turmas do projeto Sol-te - Oficina Livre de Teatro, junto aos artistas educadores do Teatro do Incêndio: Pe.que.nos (6 a 11 anos) e E.vo.lu.ir (12 a 17 anos), às 15h30 e às 19h30, respectivamente. Esta atividade, idealizada pela atriz e produtora Gabriela Morato, teve início em 2014.

Espetáculo: Rebelião – O Coro de Todos os Santos
Projeto: Levante Teatro do Incêndio - Pra Vida e Revida

Datas: 14 e 15 de dezembro. Sábado (às 20h) e domingo (às 19h)
Duração: 90 min. Classificação: 14 anos. Gênero: Drama apocalíptico.
Ingressos. R$ 80,00. Bilheteria: 2 horas antes das sessões. Capacidade: 99 lugares.
Antecipados: https://www.sympla.com.br/teatrodoincendio
http://www.teatrodoincendio.com
/ Nas redes: @teatrodoincendio

Teatro do Incêndio
Rua Treze de Maio, 48 - Bela Vista. São Paulo/SP.
Tel.: (11) 2609-3730 / 2609-8561 – Nas redes: @teatrodoincendio

Escola de Atores Wolf Maya

Estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo do Curso Profissionalizante da Escola de Atores Wolf Maya. Os interessados podem se inscrever pelo site da escola ou presencialmente nas unidades São Paulo e Rio de Janeiro.

Os processos seletivos acontecem nos dias 21 e 22 de janeiro, no Rio de Janeiro, e dias 3, 4 e 5 de fevereiro, em São Paulo.

Para se matricular no Curso Profissionalizante da Escola de Atores Wolf Maya é necessário passar pelo Processo Seletivo, que consiste em entrevista, dinâmica em grupo e teste de improviso perante câmeras. Não é necessária experiência anterior em atuação.

Com duração de três anos, o Curso Profissionalizante oferece ensino completo de técnicas de atuação para teatro, televisão e cinema, por meio do método exclusivo criado por Wolf Maya. Durante as aulas teóricas, são estudados os clássicos da dramaturgia nacional e estrangeira, como Shakespeare, Moliére, Anton Tchekhov, Bertolt Brecht, Nelson Rodrigues, Martins Pena e Ariano Suassuna, entre outros.

As aulas práticas são aplicadas em espaços que fazem parte da rotina do ator profissional como as salas do Teatro Nathalia Timberg (na unidade do Rio de Janeiro) e do Teatro Nair Bello (em São Paulo) e em estúdios de gravação profissionais, equipados com tecnologia de ponta e profissionais treinados, para que o aluno desenvolva suas habilidades, vivenciando a prática de filmagem como a de uma emissora ou produtora. Ao longo do processo de formação, os alunos são acompanhados por profissionais premiados, atuantes no meio artístico e de destaque na TV e no teatro brasileiro.

O Curso é dividido em seis módulos que incluem aulas de Improvisação, Análise Dramatúrgica, História do Teatro, Expressão Corporal e Vocal, Interpretação Teatral, Interpretação para TV, Montagem Teatral, Projeto de Cinema e outras. Após a conclusão do curso, o aluno estará apto a solicitar o DRT pelo SATED.

Inscrições

Curso Profissionalizante de Atores
Escola de Atores Wolf Maya
Data / Processo Seletivo 2020: Rio de Janeiro (21 e 22 de janeiro) e São Paulo (3, 4 e 5 de fevereiro).
Pré-requisitos: idade mínima 15 anos; ensino médio completo ou cursando; apresentar RG, CPF e comprovante de residência; foto de rosto 13x18 (não precisa ser profissional).
Pais/responsáveis por menores de idade devem apresentar seus documentos no ato da inscrição.

Inscrição online: wolfmaya.com.br/inscreva-se - Rio de Janeiro (até 13 de janeiro) e São Paulo (até 27 de janeiro).

Inscrição presencial:

São Paulo/SP – R. Frei Caneca, 569, 3º Piso. Consolação. Shopping Frei Caneca.
Informações: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. ou pelo (11) 3472-2444.
Rio de Janeiro/RJ – Av. das Américas, 2.000, Barra da Tijuca. Freeway Center.
Informações: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. ou pelo (21) 3388-5864.

Escola de Atores Wolf Maya

Turmas para adultos, jovens e crianças oferece técnicas de atuação em teatro, TV e cinema e Teatro Musical.

Estão abertas as inscrições para o Curso Intensivo de Férias nas unidades São Paulo e Rio de Janeiro da Escola de Atores Wolf Maya. Os interessados têm até o dia 23 de dezembro para se inscrever em ambas as turmas: Adulto e Kids&Teens.

O programa do curso oferece – de forma prática – técnicas de atuação para teatro, televisão e cinema, sendo indicado para quem busca o primeiro contato com o universo cênico, dando os primeiros passos na carreira, bem como para aqueles que já têm algum conhecimento artístico e desejam praticar e intensificar suas experiências.

A Turma Kids&Teen é destinada a crianças e jovens, entre 8 e 14 anos, enquanto a turma Adulto aceita candidatos a partir dos 15 anos (com entrevista a ser agendada).

As aulas ocorrem no período de 6 a 17 de janeiro de 2020 (no Rio de Janeiro) e de 13 a 31 de janeiro de 2020 (em São Paulo), de segunda a sexta-feira. Nas duas localidades, os horários são: das 14h às 18h ou das 19h às 23h - Turma Adulto; das 9h às 13h -Turma Kids&Teens.

Inscrições

Curso Intensivo de Férias
Escola de Atores Wolf Maya
Inscrições abertas: até 23 de dezembro de 2019
Documentos: CPF, RG e comprovante de residência.
Pais/responsáveis por menores devem apresentar os documentos na inscrição.
Desconto: pagamento em novembro (até 20%); em dezembro, até 20/12 (até 10%).
As inscrições podem ser feitas por e-mail ou presencialmente nas unidades:

São Paulo/SP – R. Frei Caneca, 569, 3º piso. Consolação. Shopping Frei Caneca.
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. | (11) 3472-2444 | (11) 94790-8386

Rio de Janeiro/RJ – Av. das Américas, 2.000, Barra da Tijuca. Freeway Center.
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. | (21) 3388-5864 | (21) 97919-2449

Site: http://wolfmaya.com.br/cursos/

Migraaaantes

Um estudo sobre a obra de Matéi Visniec, Migraaaantes, entra em cena no Teatro Nair Bello, no dia 9 de dezembro (segunda), com direção de Kiko Marques. A montagem - uma realização da Escola de Atores Wolf Maya com atores da Turma M5B – fica em cartaz somente até o dia 11 de dezembro (quarta) com sessões sempre às 21 horas.

O texto irônico expõe o discurso vazio e cínico de um presente de quem quer apenas se manter no poder. Migraaaantes baseia-se em notícias verídicas sobre migrantes que tentam chegar à Europa, onde o absurdo da ficção é menor que a brutalidade do mundo real. A situação dos refugiados é tratada pela política com frieza e a relação das pessoas com os mesmos revela que talvez sejamos todos estrangeiros em um mundo globalizado.

O diretor Kiko Marques destaca o prefácio à edição brasileira que abre com a frase: "Essa é uma peça urgente, marcada pela atualidade incontornável do tema." Seguida pela fala do autor: "Essas centenas de milhares de pessoas (migrantes) lembram ao ocidente que seu modelo econômico, político e cultural se globaliza mal. É um modelo que funciona somente num perímetro restrito de terra habitável enquanto o resto do planeta assiste ao ‘banquete dos privilegiados’ na televisão... É, sem dúvida uma injustiça pela qual os inspiradores desse modelo, os ocidentais, devem pagar a conta”.

E o diretor conclui: “Sim, eis um tema e uma peça devastadoramente urgentes. Foi o que ressoou em todos nós desde o primeiro contato com as 27 cenas que compõe os 90 minutos do espetáculo”.

Matéi Visniec (1956), celebrado dramaturgo romeno radicado na França, é um dos autores mais montados no mundo e um dos mais importantes da atualidade. Em Migraaaantes, como jornalista de profissão, cria cenas solidamente alicerçadas na realidade desse fenômeno que abala o planeta. Como dramaturgo, nos presenteia com um banquete de formas precisas, diálogos cirúrgicos. “O que fizemos foi reconhecer esse poder, pactuar entre nós a convicção de que a arte é um tipo de grito da inteligência, uma necessidade e deixar que a ressonância explosiva de tudo isso em nossas consciências e corpos conduzisse nossas escolhas”, conclui Kiko Marques.

Ficha Técnica
Autor: Matéi Visniec.
Direção: Kiko Marques.
Preparação vocal: Lui Vizotto.
Preparação corporal: André Capuano.
Criação de luz: Beto Martins.
Figurino: elenco.
Observadora e operadora de som: Hellen Miranda.
Assistentes de direção: Rafaella Torchia e José Mário.
Observadora e operadora de vídeo: Giovanna Kuczynski.
Observadores: Bruna Haber, Douglas Ayram, Eduarda Nasraui, Isabella Ferraz, Janaina Dias, Maíra Ficotto e Mayara Ficotto.
Realização: Escola de Atores Wolf maya.

Elenco (Turma M5B): Acsa Giunco, Brendha Garcia, Breno Marcos, Clarissa Celori, Carolina Salotti, Enrique Espinosa, Eulane Coelho, Felipe Faim, Gabriella Britto, Guilherme Chus, Hegon Maciel, Isabella Cavalcante, Josuel Luna, Julia Falchi, Lucas Santino, Maria Gabriela Gramani, Mariana Brumati, Natalia Marçal, Stéfany Ferdinandy e Rafael Silva.

Serviço

Espetáculo: Migraaaantes
Dias 9, 10 e 11 de dezembro
Segunda, terça e quarta-feira, às 21h
Classificação: 12 anos. Gênero: Drama. Duração: 90 minutos.
Ingressos: R$ 20,00.
Bilheteria: quarta a sábado (15h às 21h) e domingo (15h às 19h).

Teatro Nair Bello
Rua Frei Caneca, 569 - Shopping Frei Caneca, 3º Piso. Consolação - SP/SP.
Tel: (11) 3472-2414.
Capacidade: 201 lugares. Ar condicionado. Acessibilidade.
www.wolfmaya.com.br | Nas redes: @escolawolfmaya

O Despertar da Primavera

Nos dias 2, 3 e 4 de dezembro – de segunda a quarta, às 21h - a Escola de Atores Wolf Maya apresenta o espetáculo O Despertar da Primavera, um estudo sobre a obra de Frank Wedekind com direção de Dan Rosseto. As sessões acontecem no Teatro Nair Bello, tendo no elenco os alunos da Turma M5A da escola.

Com fortes críticas à sociedade alemã do fim do século XIX, que culturalmente reprimia a sexualidade, a obra é uma dramatização viva de fantasias eróticas, além de tocar em assuntos como morte, aborto, abuso e religião. Pela ousadia da abordagem, a peça foi censurada à época.

Escrita entre o outono de 1890 e a primavera de 1891, O Despertar da Primavera teve sua primeira montagem autorizada somente em novembro de 1906, em Berlim, com direção de Max Reinhardt. Em 1917, a obra atravessou o continente e estreou na cidade de Nova Iorque - primeira encenação em inglês -, onde também sofreu censura. Em 2006 a versão musical estreou na Broadway, arrebatando prêmios (foram oito Tony Awards, incluindo melhor musical) e atraindo os jovens para o teatro. No Brasil, diversas montagens do texto ganharam os palcos pelas mãos de importantes diretores, revelando novos talentos para as artes cênicas.

Nesta versão inédita, o dramaturgo Dan Rosseto traz ao público uma história que atravessa o tempo, situando os conflitos dos adolescentes em 1890, nos anos 60 e nos dias atuais. Sem uma linha narrativa cronológica, o espectador acompanha os dramas vividos pelos jovens em cada época, embalados por músicas e acontecimentos marcantes. “As personagens vivem, em cada período, os conflitos escritos por Wedekind com seus desdobramentos sociais, morais, sexuais, éticos e religiosos”, comenta o diretor Dan Rosseto, que completa: “Será espantoso e surpreendente acompanhar Moritz, Melchiors, Wendlas, Marthas, Ilses, em diferentes períodos, e perceber que o ser humano continua em busca de algo que está longe de encontrar”.

Frank Wedekind (Hanover, 1864 – Munique, 1918) foi ator, dramaturgo e romancista. É um dos precursores do movimento expressionista. O Despertar da Primavera (1891) é sua peça mais conhecida. Sua obra antecipou o teatro épico de Bertolt Brecht e já apontava para o que veio a se chamar teatro do absurdo. Brecht cita Wedekind como uma de suas grandes influências, tendo escrito um ensaio sobre ele na ocasião de sua morte, além de o considerar um dos grandes educadores da Europa moderna como Tolstoi e Strindberg.

Ficha técnica
Texto: a partir da obra de Frank Wedekind.
Direção: Dan Rosseto.
Preparação Vocal: Adriana Pires.
Preparação Corporal: André Capuano.
Assistência de direção: Alex Junqueira, Gabrielle Ventura, Karina Oliveira e Sabrina Nask.
Iluminação: Beto Martins.
Cenário: Dan Rosseto.
Realização: Escola de Atores Wolf Maya.

Elenco (Turma M5A):
Alejandro Chiaradia, Andressa Ghezzi, Andressa Sifuente, Beatriz Matos, Fabiano Issas, Gabriel Scudeler, Gabriela Abrão, Guilherme Conceição, João Pedro Ruiz, Lara Handler, Larissa Bruna, Letícia Monezi, Lívia Guimarães, Luis Felipe Gimenes, Marília Troiano, Nathalia Marzola, Patrick Oliveira, Pedro Gottardi, Sara Rodrigues, Tayane Araújo, Thaís Rovesta e Vicky Souza.

Serviço

Espetáculo: O Despertar da Primavera
Dias 2, 3 e 4 de dezembro/2019
Segunda, terça e quarta-feira, às 21h
Ingressos: R$ 20,00
Bilheteria: quarta a sábado (15h às 21h) e domingo (15h às 19h).
Classificação: 12 anos. Gênero: Drama. Duração: 1h30.

Teatro Nair Bello
Rua Frei Caneca, 569 - Shopping Frei Caneca, 3º Piso. Consolação - SP/SP.
Tel: (11) 3472-2414. Capacidade: 201 lugares.
Ar condicionado. Acessibilidade.
www.wolfmaya.com.br | Nas redes: @escolawolfmaya

Leon Borghes

 Status Atual ficará em cartaz nos dois últimos domingos de novembro, 17 e 24

No dia 24 de novembro, a partir das 18h30, o ator e roteirista, Leon Borghes se apresenta na peça musical teen ‘Status Atual’, no Teatro dos Grandes Atores, na Barra da Tijuca.  A peça é voltada para o público infanto-juvenil e aborda diversas temas como: 'imposição de status nas redes sociais', 'disputa por testes na área artística', a 'cobrança da sociedade por relação exposta', 'feminismo' e 'anonimato x fama'. 

Sob direção de Juliana Kelling, textos e coreografias de Leon Borghes da Agência Cintra com participação da atriz convidada, Camila Santanioni, a peça narra à história da escola de Musicais “Apetite de Dança” que abre inscrições para a audição do festival mais esperado do ano, em busca do casal ideal que possa se tornar queridinho da Mídia e diante disso, trazer os holofotes para reerguer a instituição com a sua imagem. 

“É uma grande honra e sempre um novo desafio poder fazer parte da criação, estando também em cena. O teatro tem um fascínio que encanta a todos.  Desejo conseguir transmitir minha arte para a plateia, assim como agradeço a oportunidade de poder formar e conhecer novos atores com grande potencial artístico”, comenta Leon Borghes, ator e roteirista.  

Ficha técnica 

Direção: Juliana Kelling
Texto e Coreografias: Leon Borghes
Produtor musical: Lael Campos
Produção Executiva: Vivi Medeiros
Atriz convidada: Camila Santanioni
Realização: Agência Cintra 

Serviço:

Peça musical  ‘Status Atual’
Data:  24/11 (domingo)
Local: Teatro dos Grandes Atores
Horário: 18h30
Entrada: R$60 

O Teatro dos Grande Atores fica no Shopping Barra Square, na Av. das Américas, 3555