coletânea Combatendo a desigualdade social

Título original é 'Combatendo a desigualdade social: O MST e a reforma agrária no Brasil'

A coletânea Combatendo a desigualdade social: O MST e a reforma agrária no Brasil, lançada originalmente pela Editora Unesp, em 2010, teve sua versão em inglês publicada pela Duke University Press neste ano.  As duas edições foram organizadas pelo especialista em movimentos sociais Miguel Carter, pesquisador da American University, em Washington DC.

Challenging social inequality: The landless rural workers movement and agrarian reform in Brazil, título em inglês, contém artigos de 19 pesquisadores do Brasil, Inglaterra e Estados Unidos. Os autores possuem ampla experiência em trabalho de campo, fato que contribui para a formação de uma visão internacional e interdisciplinar sobre fenômeno. 

A obra está organizada em quatro seções, as quais abrangem diversos temas. A primeira, A questão agrária e os movimentos sociais do campo, proporciona uma visão geral da estrutura fundiária no Brasil, suas políticas públicas e a mobilização de trabalhadores rurais desde meados do século XX.

A segunda, A luta pela terra: história e mobilização do MST, analisa a trajetória do movimento. A terceira, A luta na terra: o MST e os assentamentos, por sua vez, explora a criação, a dinâmica interna e os efeitos dos assentamentos agrícolas do MST. A seção final, MST, política e sociedade no Brasil, analisa as interações do MST com diferentes facetas da sociedade e política brasileiras.

Para a produção de Challenging social inequality: The landless rural workers movement and agrarian reform in Brazil, a Duke University Press contou com o apoio da Cátedra Unesco de Educação do Campo e Desenvolvimento Territorial, coordenada pelo professor Bernardo Mançano Fernandes, e da Editora Unesp. A obra original obteve recursos financeiros do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) do Brasil; do Núcleo de Estudos Agrários e Desenvolvimento Rural (NEAD), do Instituto Internacional de Cooperação Agrícola (IICA); e do Centre for Brazilian Studies, da Universidade de Oxford.  

Ficha Técnica
Challenging social inequality: The landless rural workers movement and agrarian reform in Brazil

Editor: Miguel Carter
544 páginas; Ano 2015
https://www.dukeupress.edu/Challenging-Social-Inequality

IPPRI/Unesp

Pin It