Fábio Caramuru

O concerto acontece no Auditório Ibirapuera no domingo, 18 de Novembro, às 19 horas.
Antes do concerto haverá, no foyer, às 17h30, uma apresentação da orquestra de violoncelos Fukuda Cello Ensemble.

Música e meio ambiente estão intimamente relacionados no concerto “EcoMúsica | Brasil-Japão”, que o pianista e compositor Fábio Caramuru apresenta no Auditório Ibirapuera no domingo 18 de Novembro.

O evento marca o encerramento das comemorações dos 110 anos da imigração japonesa no Brasil. E celebra, também, os 62 anos da Aliança Cultural Brasil-Japão, instituição consagrada de educação e cultura fundada pelo poeta Guilherme de Almeida.
No concerto, Fábio Caramuru vai interpretar dezoito de suas composições gravadas nos álbuns EcoMúsica | Conversas de um piano com a fauna brasileira (2015) e EcoMúsica | Aves (2018).
Haverá também a projeção de três novos videoclipes: Harpia (lançado em agosto), Araras (lançado em setembro) e Hidorigamo (a ser lançado no concerto), todos dirigidos por Otavio Dias.

A apresentação foi concebida em colaboração com a artista visual Cecilia Lucchesi, que criou videoartes a serem projetadas, bem como o roteiro de palco e a iluminação.

Interação com os sons das aves – Harpia foi composta especialmente para três elementos: a ave de rapina, as Cataratas do Iguaçu e o coreógrafo/dançarino Ismael Ivo, que protagoniza o vídeo com Fábio Caramuru, concretizando uma “trilha imagética”. A ideia do videoclipe surgiu em 2016 quando, durante uma visita do músico às Cataratas do Iguaçu, tomou conhecimento do trabalho que vem sendo realizado no Parque das Aves para a preservação do pássaro, ameaçado de extinção no Paraná. “A imponência da ave, associada à grandiosidade das Cataratas do Iguaçu, encontra perfeita ressonância com a sensibilidade do bailarino Ismael Ivo”, diz Caramuru.

Igualmente filmado no Parque das Aves, o videoclipe Araras mostra o pianista em meio às araras, interagindo com os sons das aves, gravados in loco. A música de Fábio Caramuru, criada especialmente para o vídeo, é baseada na obra "Il neige" (1902), escrita pelo compositor Henrique Oswald. No início, há a reprodução literal da icônica obra de Oswald, expandindo-se para a improvisação a partir do momento em que a câmera focaliza o voo das araras. Nas filmagens foi utilizado um piano histórico Schiedmayer & Söhne (Stuttgart), de 1925.

Já em Hidorigamo Fábio Caramuru divide um momento especial de criação com a nipo-brasileira Hideko Honma, ceramista reconhecida pela beleza de suas peças utilitárias. O tema musical integra o CD EcoMúsica | Aves, lançado em abril deste ano no Brasil e no Japão, pelo selo Flau. Para este terceiro videoclipe foi utilizado um piano da marca japonesa Shigeru Kawai.

Completam o programa outros temas inspirados em aves do Japão – Komadori, Zuakaaobato, Kakkou, Ikaru, Aobato, Kohakuchou, Chuushakushigi, Hototoguisu – e temas em homenagem à fauna brasileira – Bem-te-vi, Quero-quero, Tangará, Uirapuru, Anu-branco, Cigarra, Araras, Sapo-cururu e Sabiá.

Links para os videoclipes Harpia [https://youtu.be/p3scwoYtyDI] e Araras [https://youtu.be/wXAk8Up8Bj8].

Serviço

EcoMúsica Brasil-Japão
com Fábio Caramuru

18 de Novembro, domingo, 19 horas
Auditório Ibirapuera
Av. Pedro Álvares Cabral s/n – Portão 2 do Parque Ibirapuera
(entrada para carros pelo Portão 3)

A casa estará aberta a partir das 17h30.
Às 18h15 haverá apresentação do Fukuda Cello Ensemble, orquestra de violoncelos dirigida por Ricardo Fukuda, interpretando "Bolero", de Maurice Ravel
Às 19 horas, simultaneamente ao concerto haverá uma Demonstração de Shodô (escrita japonesa), com o especialista Elcio Yokoyama

Ingressos: R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia-entrada)
À venda nos canais da Ingresso Rápido e na bilheteria do Auditório Ibirapuera

Nº de lugares: 806
Duração: 70 minutos
Classificação: Livre para todos os públicos

Pin It