Nanofotografia

A exposição “Nanofotografia – a arte no invisível” foi inaugurada no Museu da Ciência Professor Mário Tolentino, em São Carlos (SP), durante o Festival de Fotografia de São Carlos, e ficará aberta ao público até 11 de outubro.

A mostra é resultado do Projeto Nanoarte do Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF), um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) financiado pela FAPESP e sediado na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

A exposição apresenta ao público a Nanoarte, expressão artística recente oriunda da nanotecnologia. A exibição é composta por imagens de materiais obtidas por intermédio de microscópios eletrônicos de alta precisão.

O objetivo principal é mostrar a face oculta da estrutura dos materiais nanométricos e difundir em forma de arte o conhecimento sobre os semicondutores, suas múltiplas morfologias e propriedades ópticas e elétricas distintas.

As imagens foram coloridas, pois as originais são em branco e preto. Nesse processo, surgem figuras com muita semelhança com os objetos do dia a dia. Assim, os artistas criam uma nova imagem, transformando-a em arte e chamando a atenção para a ciência atual e seus meandros invisíveis.

O endereço do Museu da Ciência Professor Mário Tolentino é pça Coronel Salles, s/n, subsolo, Centro, São Carlos, SP.

Agência FAPESP

Este texto foi originalmente publicado por Agência FAPESP de acordo com a licença Creative Commons CC-BY-NC-ND. Leia o original aqui.

Pin It