Trajetória de Maryam Mirzakhani

Em homenagem à Maryam Mirzakhani, única mulher a ganhar a Medalha Fields, a maior honraria da Matemática mundial, a Universidade de São Paulo (USP) em São Carlos inaugurou a exposição “Remember Maryam Mirzakhani”.

O objetivo da exposição é motivar e encorajar mais estudantes do gênero feminino a pesquisar ou dar continuidade às pesquisas na área de Matemática. O motivo da escolha do mês de maio para a exposição é a comemoração do Dia das Mulheres na Matemática, no dia 12 de maio de 2019. A data foi definida e escolhida por ser o dia do nascimento de Maryam Mirzakhani.

Gratuita, a exposição pode ser visitada no andar térreo e no primeiro piso da Biblioteca Achille Bassi, no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, até 31 de maio. Nos grandes painéis expostos na biblioteca, as imagens e textos (em inglês) propõem uma reflexão sobre a trajetória da matemática.

Os painéis que compõem “Remember Maryam Mirzakhani” foram produzidos pela professora do ICMC Thaís Jordão e pelo designer gráfico Rafael Meireles.

Natural de Teerã, no Irã, Mirzakhani nasceu em maio de 1977 e graduou-se em Matemática pela Universidade de Tecnologia de Sharif. Tornou-se conhecida por seus trabalhos em topologia e geometria da superfície de Riemann e foi professora na Stanford University, nos Estados Unidos. Morreu em 2017 com câncer de mama.

Mais informações: https://bit.ly/2WvdkhR.

Agência FAPESP

Este texto foi originalmente publicado por Agência FAPESP de acordo com a licença Creative Commons CC-BY-NC-ND. Leia o original aqui.

Pin It