Umbigo

Teatro

Espetáculo: Umbigo
Com Cia. Tertúlia de Acontecimentos

Aderbal é um menino bacana que mora com sua mãe, Suzana. Um dia faz uma descoberta muito estranha em seu próprio corpo, ele não tem umbigo. Depois de muitas perguntas sem respostas ele parte sozinho na aventura de descobrir o que as pessoas vão achar dele agora que ele é diferente. Seus amigos, Juca, Pati e Lica, não lidam bem com a situação e não conseguem ajudá-lo. Mesmo com a presença da temida gangue do clube, Aderbal se mostra corajoso e ganha o apoio de Marcela, sua colega de classe.

Ficha Técnica: Texto: Victor Mendes; Direção: Gero Camilo; Elenco: Victor Mendes, Nathalia Alfieri, Luciana Carnielli e Gero Camilo; Cenógrafo: Júlio Dojcsar; Assistência de cenografia: Maria Fernanda Poppi; Figurinista: Claudia Shapira; Direção musical: Luiz Gayotto; Desenho de luz: Marisa Bentivegna; Operação de luz: João Blumenschein; Desenho e operação de som: Bruno do Reis; Cenotécnico: José Roberto Tomasim; Produção: Flávia Corrêa e Ana Sardinha.

Companhia Tertúlia de Acontecimentos - CriadA em janeiro de 2016, a Companhia Tertúlia de Acontecimentos é formada pelos atores Gero Camilo e Victor Mendes e pela produtora cultural Flávia Corrêa. O significado de Tertúlia é agrupamento ou reunião de pessoas para trocarem conhecimento no campo das artes e pensamentos, justamente o propósito desta nova companhia, que pretende criar espetáculos com dramaturgia própria e alheia, a partir da experiência cênica. Arte e Pensamento no Teatro. O primeiro trabalho que a companhia assinou, nasceu em 2015 em Portugal é a peça "Caminham nus empoeirados". Soma-se ao repertório da Companhia as peças "Aldeotas" (2004), "Cartas à/de Pio" (2014), "Razão Social" (2016), "Plinioceia Desvairada" (2017) - Homenagem a Plínio Marcos, "Andy " (2018), e entra ainda este ano (2018) no repertório o espetáculo infantil "Umbigo".

Local: Teatro (392 lugares). Livre. Indicado para crianças a partir de 4 anos.
R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00 (meia) e R$ 6,00 (credencial plena).
Grátis para crianças menores de 12 anos.
05/01 a 03/02. Sábados e domingos, das 12h às 13h.
25/01. Sexta, das 12h às 13h

Tecnologias e Artes

Oficina: Faça Seu Game!
Com Vanessa Pereira

Todo Mundo Joga: A diversidade nos jogos para todos os jogadores.

As crianças desenvolvem seus próprios jogos, escolhendo personagens e sons no software livre Scratch, no qual a programação das ações é feita de maneira semelhante à montagem de um quebra-cabeça. Vanessa Pereira é mestre em Artes (UNESP), pós-graduada em Estéticas Tecnológicas (PUC), designer multimídia (SENAC) e técnica em Design Gráfico (ETEC Carlos de Campos). Integra a equipe do Sesc Belenzinho como Educadora de Tecnologias e Artes e atua em diferentes espaços culturais da cidade junto ao coletivo de cultura digital LINCE.

Local: Espaço de Tecnologias e Artes. Livre. Grátis.

15/01. Terça, das 10h às 12h

Oficina: Experiências Animadas: Stop Motion de Massinha
Com Vanessa Pereira

Criação de personagens e objetos de massinha para montar uma pequena história animada. Durante a oficina é explorada a técnica stop motion, na qual uma sequência de fotos gera o movimento da animação. Vanessa Pereira é mestre em Artes (UNESP), pós-graduada em Estéticas Tecnológicas (PUC), designer multimídia (SENAC) e técnica em Design Gráfico (ETEC Carlos de Campos). Integra a equipe do Sesc Belenzinho como Educadora de Tecnologias e Artes e atua em diferentes espaços culturais da cidade junto ao coletivo de cultura digital LINCE.

Local: Espaço de Tecnologias e Artes. Livre. Grátis.

17/01. Quinta, das 10h às 12h

Oficina: Criando Frutas, Desenhos e Corpos Interativos com Makey Makey
Com Francisco Arlindo Alves

Por meio de recursos simples e acessíveis os participantes podem transformar objetos diversos em teclas ou controles. Frutas, desenhos em papel ou o próprio corpo passam a disparar ações no computador através do toque. Podem ser criadas brincadeiras, jogos, experimentos musicais e propostas educacionais por meio do dispositivo Makey makey e princípios básicos de programação com a ferramenta Scratch. Francisco Arlindo Alves é mestre em design, pesquisador independente e especialista em EAD. Conduz cursos e oficinas com foco em criatividade no SESC Belenzinho e outras instituições. Participou de exposições no Brasil e exterior com trabalhos no campo da arte e tecnologia. Tem atuado no desenvolvimento de ações em espaços públicos de São Paulo nos campos da arte, design e criatividade.

Local: Espaço de Tecnologias e Artes. Não recomendado para menores de 10. Grátis.

17/01. Quinta, das 16h às 18h

Oficina: Meu Primeiro Game
Com Francisco Arlindo Alves

Todo Mundo Joga: A diversidade nos jogos para todos os jogadores.

Por meio da ferramenta Scratch os participantes criam e imaginam jogos 2D de modo fácil e lúdico. São apresentados conceitos básicos sobre animação, programação e o funcionamento colaborativo da plataforma. Francisco Arlindo Alves é designer multimídia, especialista em Planejamento, Implementação e Gestão da EaD e mestre em Design. Integra a equipe de educadores de tecnologias e artes do SESC Belenzinho criando atividades, workshops e discussões relacionadas à cultura digital e design. Participou de mostras no Brasil e no exterior com trabalhos no campo de arte e tecnologia. Tem pesquisado a criatividade, educação e tecnologia com trabalhos apresentados em congressos, publicações acadêmicas, blogs e sites especializados. Atualmente organiza ações culturais que fomentam a arte e criatividade em espaços públicos na cidade de São Paulo.

Local: Espaço de Tecnologias e Artes. Livre. Grátis.

19/01. Sábado, das 14h30 às 16h30

Artes Visuais

Vivência: Minha Vez
Com Cia Volta e Meia

Intervenções no Espaço de Brincar: Diferentes linguagens artísticas e brincadeiras coletivas, voltadas para a primeira infância.

Esse projeto visa acolher as crianças e seus responsáveis com estações de jogos sensoriais e jogos colaborativos com diferentes estratégias para cada idade. A Volta e Meia dedica-se à arte e à educação não formal, realizando oficinas, palestras, formações, espetáculos teatrais, contações de histórias e projetos na área do brincar e artística. Inicialmente formada por artistas de teatro e circo, foi a partir de 2010 que estendeu sua atuação para a área de projetos sócio-culturais. O diálogo com o universo infantil se estreitou e novas propostas lúdicas, envolvendo o brincar, ampliaram seu repertório. Fundada por Cláudia Diogo, arte-educadora com especialização em Projetos Culturais e avaliação de brinquedos, cria projetos sustentáveis ao lado da Engenheira Ambiental Orlan Muniz. A equipe de ludoeducadores que trabalham com a Volta e Meia possuem uma formação multidisciplinar. A maior parte dos projetos produzidos pela Volta e Meia pensa em ressignificar materiais como caixas de papelão, caixas tetra-pak, retalhos de tecidos, contribuindo para evitar o desperdício de materiais potencialmente úteis, adotando assim uma produção mais positiva do ponto de vista ecológico, com design seguro e esteticamente elaborado.

Local: Espaço de Brincar.

Recomendado para crianças até 6 anos. Grátis.

02 a 31/01. Terça a domingo, das 11h às 20h

Oficina: Eu Passarinho
Com Coletivo Meiofio

Oficina Criança e Família: O Projeto se apresenta como uma proposta de experimentação das linguagens artísticas entre crianças e adultos.

O Coletivo Meiofio é um grupo multidisciplinar de intervenção urbana que por meio de técnicas com fios como bordado, crochê e tricô, ressignifica espaços construindo narrativas e criando suspiros poéticos na rotina dos passantes. A escolha das técnicas com fios se dá como contraponto à velocidade da cidade, recuperando técnicas lentas e que fazem parte do nosso imaginário afetivo. No clima de ninhos e pássaros convidamos as crianças a darem asas à imaginação criando a partir de tiras de tecido, coloridas fantasias de passarinho.

Local: Sala de Oficinas 2 - 1º Pavimento. Livre. Grátis.

05 a 06/01. Sábado e domingo, das 11h às 13h e das 14h30 às 16h30

Oficina: Do Fio ao Pio
Com Coletivo Meiofio

Oficina Criança e Família: O Projeto se apresenta como uma proposta de experimentação das linguagens artísticas entre crianças e adultos.

A partir de um novelo convidamos as crianças a transformarem fios em um passarinho através de amarrações. Ao final o pássaro ganhará um bico de semente de girassol e um nome.  O Coletivo Meiofio é um grupo multidisciplinar de intervenção urbana que por meio de técnicas com fios como bordado, crochê e tricô, ressignifica espaços construindo narrativas e criando suspiros poéticos na rotina dos passantes. A escolha das técnicas com fios se dá como contraponto à velocidade da cidade, recuperando técnicas lentas e que fazem parte do nosso imaginário afetivo.

Entrega de senhas no local com 30 minutos de antecedência.

Local: Sala de Oficinas 2 - 1º Pavimento. Livre. Grátis.

12 a 13/01. Sábado e domingo, das 11h às 13h e das 14h30 às 16h30

Oficina: Tecendo Ninhos
Com Coletivo Meiofio

Oficina Criança e Família: O Projeto se apresenta como uma proposta de experimentação das linguagens artísticas entre crianças e adultos.

Juntando gravetos, fios e tiras de tecido, vamos experimentar materiais, nós e amarrações para tecer ninhos. O Coletivo Meiofio é um grupo multidisciplinar de intervenção urbana que por meio de técnicas com fios como bordado, crochê e tricô, ressignifica espaços construindo narrativas e criando suspiros poéticos na rotina dos passantes. A escolha das técnicas com fios se dá como contraponto à velocidade da cidade, recuperando técnicas lentas e que fazem parte do nosso imaginário afetivo.

Entrega de senhas no local com 30 minutos de antecedência.

Local: Sala de Oficinas 2 - 1º Pavimento. Livre. Grátis.

19 a 20/01. Sábado e domingo, das 11h às 13h e das 14h30 às 16h30

Oficina: Molduras Tecidas
Com Coletivo Meiofio

De molduras de madeira, nascem paisagens e pássaros bordados ponto a ponto como em um tear. Trabalharemos em molduras de dois tamanhos, coletivo e individual. O Coletivo meiofio é um grupo multidisciplinar de intervenção urbana que por meio de técnicas com fios como bordado, crochê e tricô, ressignifica espaços construindo narrativas e criando suspiros poéticos na rotina dos passantes. A escolha das técnicas com fios se dá como contraponto à velocidade da cidade, recuperando técnicas lentas e que fazem parte do nosso imaginário afetivo.

Entrega de senhas no local com 30 minutos de antecedência.

Local: Sala de Oficinas 2 - 1º Pavimento. Livre. Grátis.

25 a 27/01. Sexta a domingo, das 11h às 13h e das 14h30 às 16h30

Literatura

Leitura Literária: Splish Splash Splush: Tchibum
Com Beto Silva e Instituito Clio

Mediações: Promove encontros sobre a temática das ações em torno da leitura.

Atividade de incentivo literário que busca por meio de um acervo diversificado criar um espaço de promoção a narrativa literária. A atividade conta com mergulhadores literários, profissionais disponíveis para promoverem as leituras e brincadeiras com as palavras. Venha se banhar com a gente! Beto Silva é pedagogo e psicopedagogo, mediador e multiplicador de leitura formado pelo Projeto Mudando a História da Fundação Abrinq. Consultor e assessor de projetos nas áreas de leitura, literatura e juventude e já atuou em projetos na educação, cultura, saúde e assistência social. Foi coordenador geral da Diretoria de Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca do Ministério da Cultura, assessor do Programa Prazer em Ler do Instituto C&A, educador do Projeto Criança Fala, Coordenador do Projeto AdoLêSer e assessor técnico da A Cor da Letra, agente de formação do Instituto Pólis no Programa Jovem Monitor Cultural, membro do grupo de trabalho de construção do Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas de São Paulo. Atualmente é presidente e Coordenador Geral de Projetos de Educação e Cultura do Instituto Clio – Cultura, Leitura e Juventude e analista de projetos no Instituto Crescer para a Cidadania. É jurado de a Revista Crescer e do Clube de Leitura Quindim e curador na seleção de livros para lista de acervo para empresas públicas e privadas, colaborador em programas, projetos e ações nas áreas de atuação.a rede pública. Equipe do Instituto Clio trabalha por projeto e cada projeto conta com uma equipe de profissionais de acordo com a proposta. Os profissionais atuantes são multidisciplinares, escolheram formações no campo da humanas e da exatas. Entendemos que todos somos educadores sociais e temos a responsabilidade de interverir e adotar medidas educadoras e educativas como uma prática social e, portanto, todos têm responsabilidades na formação de nosso país. Ter profissionais de áreas variadas é nossa maneira de concretizar nossos princípios enquanto trabalho e possibilitar que outras pessoas possam se relacionar com outras áreas ou trabalhos considerando seu papel social.

Local: Biblioteca. Livre. Grátis.

02/01 a 03/02. Terça a domingo, das 11h às 17h

Encontros: Conta Shakespeare
Com Cia. Som em Prosa

O projeto conta em português e em libras 4 histórias do repertório de Shakespeare para crianças e adolescentes. Hamlet: A tragédia do príncipe da Dinamarca é narrada de forma divertida e musical, em clima de suspense a Cia traz a cena a história que continua conquistando gerações. Romeu e Julieta: Os narradores apresentam um romance com o nome de um doce muito conhecido ROMEU E JULIETA. O publico é convidado a se deparar com os paradigmas existenciais vivenciados por alguns personagens da trama através de situações apresentadas em um jogo cômico cênico. Macbeth: Evidenciando a ambição pela coroa do rei, os narradores brincam de serem bruxas e descobrem que a Lady Macbeth é uma grande "falsiane". Brincando com o tecno brega em suas musicas. A Cia brinca com a comicidade da tragédia escrita pelo autor William Shakespeare. Otelo: Em uma brincadeira de lenços, os narradores trazem a cena da contação, a história de Otelo, que pelo ciúme perdeu seu grande amor. Muitos lenços e brincadeiras embalam a narração e as musicas cantadas.

Ficha técnica: Intérpretes e Músicos: Ana Antunes, Nayara Martins, Túlio Crepaldi , Joy Catharina e Felix Oliveira; Dramaturgia e Concepção: Cia Som em Prosa; Composições musicais inéditas, arranjo eletrônico e beatmaker: Túlio Crepaldi; Captação de vídeo: Cynthia Challegre; Fotos: Ana Lu e Gabi Gomes; Figurino: Claudia Schapira e Ana Antunes; Direção: Nayara Martins; Produção Executiva: Ana Antunes e Nayara Martins.

Projeto fundado em 2010 por dois artistas da Cidade de Santo André-SP (um ator e musico, uma atriz e palhaça) que decidiram cruzar suas pesquisas tendo como intermédio a literatura. A Cia. Som em Prosa visa estabelecer um diálogo entre narrativa oral e narrativa sonora eletrônica, e dessa fricção o mergulho na literatura como uma ferramenta de investigação do tempo presente. A base estética da companhia se apoia em referências múltiplas, de acordo com as necessidades de cada projeto, mas principalmente nas manifestações que utilizam o canto como elemento central. A dramaturgia tem como tema principal a discussão de questões éticas inerentes ao tempo presente e aos paradoxos da cultura brasileira, desde sua formação, da colonização à contemporaneidade.

Local: Área de Convivência. Livre. Grátis.

05/01 a 09/02. Sábados, das 16h às 17h.

25/01. Sexta, das 16h às 17h.

Encontros: Clubinho de Leitura: Eva Furnari
Com Trupe Pitirilo

Mediações: Promove encontros sobre a temática das ações em torno da leitura.

Os encontros tem como tema a literatura fantástica de Eva Furnari com toda sua política non-sense, ilustrações divertidas, jogos linguísticos e criatividade. Nesta roda, as crianças e suas famílias escutam as histórias, brincam com as palavras, lêem, criam e também ilustram seus contos. Trupe Pitirilo - William de Oliveira: Professor Graduado em História pela USP especializado em História da Arte. Atuou como diretor do Cine Clube da História e ministra oficinas de Cinema. Professor de História da rede Pública de São Paulo por 8 anos. Iniciou seus estudos em Mediação de Leitura no Curso Básico de Formação de Contadores de Histórias na Biblioteca Hans Christian Andersen com Lili Flor e Giba Pedrosa em 2011. Fez o Curso de Narradores de Histórias também com Regina Machado. Atualmente faz parte do Grupo de Estudos em Literatura Infantil, Arte Narrativa e Mediação de Leitura com Lili Flor & Paulo Pixu. Lili Flor - Formada em Letras e Pós-graduada em Literatura Infantil pela USP atua na área da educação há mais de 12 anos. Ministra cursos e palestras para educadores, mediadores de leitura e contadores de histórias por todo Brasil e Exterior. È produtora cultural e diretora artística da Pitirilo Produções Artísticas - empresa de projetos em arte-educação Atualmente tem se dedicado aos estudos de Reggio Emila e à pesquisa de Campo de sua tese de mestrado: Reinventando os Mitos: A Literatura Infantil apontando novos caminhos. Paulo Pixu - é musico com trajetória no Conservatório Souza Lima, UNESP, FITO atua há mais de 30 anos em projetos artísticos onde a música dialoga com teatro, literatura, cinema. É Diretor Artístico e produtor musical da Pitirilo Produções Artísticas, responsável por projetos de Intercambio Cultural e,oficinas de música, clipes musicais, shows e pesquisa de canções e jogos musicais e toda composição musical da TRUPE. Atualmente tem se dedicado à pesquisa e criação de músicas para a primeira infância.

Local: Biblioteca. Livre. Grátis.

15 a 18/01. Terça a sexta, das 15h às 16h

Cinema e Vídeo

Cine Praia - Exibições ao ar livre no clima do verão

Exibição: Lilo & Stich
(Dir. Dean DeBlois, Chris Sanders, 2002, 1h25 min)

Lilo é uma pequena garota havaiana de 5 anos que adora cuidar de animais menos favorecidos e vive com sua irmã Nani. Lilo tem o costume de coletar lixo reciclável nas praias para, com o dinheiro recebido, comprar comida para peixes e nadar até o alto-mar para alimentá-los. Até que, num belo dia, ela encontra um cachorro e decide adotá-lo. Entretanto, este cachorro na verdade é Stitch, um ser alienígena que é um dos criminosos mais perigosos da galáxia. Stitch foi preso em um planeta distante pela polícia interplanetária, mas ao ser encaminhado para um planeta-prisão consegue escapar, caindo acidentalmente na Terra. Agora, para escapar da polícia que ainda o persegue, Stitch esconde quatro de suas seis pernas e decide se fazer passar por um cachorro comum, desenvolvendo com o tempo um laço de amizade com Lilo.

Local: Área externa - Uriel Gaspar. Livre. Grátis.

17/01. Quinta, das 19h30 às 21h

Exibição: Teen Beach Movie
(Dir. Jeffrey Hornaday, 2013, 1h50min)

Brady e Mack são dois jovens surfistas que, após serem encobertos por uma onda, vão parar em uma praia distante, cenário do musical favorito de Brady: "Onda, Sublime Onda" (1960). Agora o casal terá que descobrir como voltar ao seu tempo, mas não sem antes modificar o curso original da história.

Local: Área externa - Uriel Gaspar. Livre. Grátis.

18/01. Sexta, das 19h30 às 21h

Exibição: Tá Dando Onda
(Dir. Ash Brannon, Chris Buck, 2007, 1h28min)

Cadu Maverick é um jovem pinguim, que tem o lendário surfista Big Z como ídolo. Um dia ele decide deixar sua família e sua cidade, Shiverpool, na Antártida, para participar do Big Z Memorial Surf Off, um torneio de surf realizado na ilha Pen-Gu. Cadu acredita que caso vença o torneio ganhará respeito e admiração, seu grande sonho. Mas lá ele conhece um veterano surfista chamado Grego, com quem aprende que o campeão nem sempre é aquele que chega em 1º lugar nas competições.

Local: Área externa - Uriel Gaspar. Livre. Grátis

19/01. Sábado, das 19h30 às 21h

Exibição: Pequena Sereia
(Dir. John Musker, Ron Clements, 1989, 1h23min)

Ariel é a filha caçula do Rei Tritão, comandante dos sete mares, que está insatisfeita com sua vida. Ela deseja caminhar entre os humanos para conhecê-los melhor, mas sempre é proibida por seu pai, que considera os humanos como sendo "bárbaros comedores de peixe". Até que ela se apaixona por um jovem príncipe e, no intuito de conhecê-lo, resolve firmar um pacto com Úrsula, a bruxa do reino, que faz com que ela ganhe pernas e se torne uma verdadeira humana. Porém, Úrsula também tem seus planos e eles incluem a conquista do reino de Tritão.

Local: Área externa - Uriel Gaspar. Livre. Grátis.

24/01. Quinta, das 19h30 às 21h

Exibição: As Férias do Pequeno Nicolau
(Dir. Laurent Tirard, 2014, 1h37min)

Termina o ano letivo. Nicolau, seus pais e a avó viajam para o litoral com o objetivo de aproveitar ao máximo o verão. Na praia o menino faz novos amigos e conhece uma garota, Isabelle, que ele acredita ser sua futura esposa.

Local: Área externa - Uriel Gaspar. Livre. Grátis.

26/01. Sábado, das 19h30 às 21h

Exibição: Procurando Nemo
(Dir. Andrew Stanton, Lee Unkrich, 2003, 1h41 min)

O passado reserva tristes memórias para Marlin nos recifes de coral, onde perdeu sua esposa e toda a ninhada. Agora, ele cria seu único filho Nemo com todo o cuidado do mundo, mas o pequeno e simpático peixe-palhaço acaba exagerando durante uma simples discussão e acaba sendo capturado por um mergulhador. Agora, o pai super protetor precisa entrar em ação e parte numa busca incansável pelo mar aberto, na esperança de encontrar seu amado filhote. No meio do caminho, ele acaba conhecendo Dory e, juntos, a dupla vai viver uma incrível aventura. Enquanto isso, Nemo também vive uma intensa experiência ao lado de seus novos amigos habitantes de um aquário, pois eles precisam ajudá-lo a escapar do destino que lhe foi reservado: ir parar nas mãos da terrível Darla, sobrinha do dentista que o capturou.

Local: Área externa - Uriel Gaspar. Livre. Grátis.

31/01. Quinta, das 19h30 às 21h

Esporte e Atividade Física

SESC VERÃO 2019 - Descubra que atividade física é jogo, competição, alongamento e também equilíbrio, diálogo, curtição e muito mais. Participe!

Aula aberta: Esporte Criança - 6 a 10 anos

Destinado a crianças na faixa etária dos 6 aos 10 anos, tem como objetivo apresentar o universo da cultura corporal do movimento e despertar o interesse pelo aprendizado do esporte e da atividade física para toda a vida. Por meio de vivências lúdicas das diversas modalidades esportivas, jogos e brincadeiras, atividades de ginástica geral e expressão corporal, a atividade valoriza aspectos como a participação, inclusão, cooperação, autonomia e a construção coletiva. Necessário traje adequado para práticas esportiva.

Local: Ginásio. Livre. Grátis.

08 a 26/01. Terças e quintas, 9h30 às 11h e 14h às 15h30. Sábados, 9h30 às 11h

Recreação: Crianças e Famílias - Brincadeiras com Paraquedas

O paraquedas permite uma infinidade de atividades físico-esportivas que servem de estímulo no desenvolvimento das inteligências ao provocar o aprendizado, seja por intermédio da constante superação e resolução de problemas, seja pela livre manifestação da criatividade exercitada nas práticas corporais. Por meio de seu movimento colorido a construção da sintonia harmoniosa do grupo, permite que haja uma reflexão para o reconhecimento e valorização de do outro, entre crianças e famílias.

Local: Praça Central. Livre. Grátis.

05 a 31/01. Terça a sábado, das 15h às 16h

Recreação: Tênis para Crianças e Famílias

Recreação adaptada da modalidade de tênis para crianças e famílias. Vivências, brincadeiras e jogos que envolvem o rebater, buscando promover hábitos saudáveis por meio da interação entre as crianças e seus responsáveis.

Local: Quadras de Tênis. Livre. Grátis.

05/01 a 03/03. Sábados e domingos, das 15h30 às 17h30

25/01. Sexta, das 15h30 às 17h30

Recreação: Recreação Aquática

Jogos lúdicos que visam estimular a interação entre crianças e suas famílias utilizando criatividade, a imaginação e a integração em meio líquido. Necessário traje adequado para a prática, credencial plena e exame dermatológico atualizado.

Local: Piscina interna. Livre. Grátis.

05/01 a 02/03. Sábados e domingos, das 14h às 15h

25/01. Sexta, das 14h às 15h

Serviço

Sesc Belenzinho
Endereço: Rua Padre Adelino, 1000
Belenzinho – São Paulo (SP). Telefone: (11) 2076-9700
www.sescsp.org.br/belenzinh

Pin It