Tecnologia

Software vai ensinar habilidades necessárias para inserir alunos no mercado

Programa prepara alunos para mundo globalizado pode ser usado tanto no ensino presencial quanto a distância

A globalização estreitou as relações comerciais entre os países e as empresas. O fenômeno propiciou a criação de blocos econômicos, influenciou a migração e movimento de pessoas e a disseminação de conhecimento, afetando todos os setores da sociedade. Os alunos, principalmente dos cursos de negócios, devem estar preparados para atuar em um contexto com interligação de pessoas e diferentes culturas e estilos na tomada de decisões.

Com o objetivo de preparar os alunos para o mundo globalizado, o pesquisador Luiz Antonio Titton desenvolveu um software para auxiliar os professores no ensino vivencial de aprendizagem intercultural com simuladores, atuando

Projeto desenvolveu equações especiais para cálculo do tempo de corte

Estimativa correta do tempo de corte permite planejamento e avaliação de custos de torneamento e usinagem

Equações especiais para cálculo do tempo de corte em operações de torneamento são demonstradas em pesquisa do Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CEPID-CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos. A estimativa correta do tempo de corte é fundamental nas operações de torneamento e usinagem de peças, de modo a permitir o planejamento da atividade e avaliação precisa de custos. As conclusões do estudo foram apresentadas no 8° Congresso Brasileiro de Engenharia de Fabricação (COBEF 2015), realizado entre os dias 18

Foram destinados US$1,25 milhão para a compra e US$625 mil para o upgrade

O equipamento é o mais rápido já instalado para uso científico em universidades paulistas

Nos próximos dias, os cientistas e pesquisadores do Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão em Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CEPID-CeMEAI), instalado na USP, em São Carlos, terão à disposição um cluster computacional — um agregado de processadores ligados em rede. O equipamento faz parte dos recursos aprovados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) para o CEPID-CeMEAI. Esse cluster constitui-se de um computador de grande porte para o processamento científico de alto desempenho. Em 2013, a Fapesp autorizou a compra de um equipamento inicial, além de um upgrade da máquina após dois anos da primeira aquisição. Foram

O site Águas Futuras faz previsões semanais e mensais e é atualizado diariamente

Modelo utilizado pelo grupo Águas Futuras é simples e faz projeções com margem de erro muito pequena

Quando o sistema Cantareira, que abastece quase metade da Região Metropolitana de São Paulo, chegou ao seu momento mais crítico até hoje, passou-se a acompanhar com frequência os dados sobre a variação do volume dos reservatórios.

“O que aparentemente ainda não se percebeu, no entanto, é que não se trata apenas de um problema de encher e esvaziar. Nosso trabalho de pesquisa tem mostrado que quanto mais vazio o reservatório, mais dificilmente ele vai encher”, afirma Paulo Inácio Prado, professor do Departamento de Ecologia do Instituto de Biociências (IB) da USP.

Para explicar o fenômeno, o pesquisador

Processo de inovação permite que ideias sejam implantadas

Modelos auxiliam na organização e alocação de recursos para desenvolvimento de produtos

A transformação de uma ideia em um produto é um longo caminho para empreendedores e empresas, além de envolver todo um processo de inovação com o desenvolvimento de algo novo. Para entender a lógica de gerenciamento desses projetos, pesquisadores do Laboratório de Gestão da Inovação (LGI) da Escola Politécnica (Poli) da USP, ligado ao Núcleo de Apoio à Pesquisa – Observatório de Inovação e Competitividade (NAP-OIC), analisaram projetos de inovação em empresas no Brasil e no exterior. O resultado foi a apresentação de oito modelos de processos.

A proposta foi mostrar que existem caminhos diferentes no processo de inovação apropriados a determinadas

Foco é a parte prática: alunos fazem contribuições reais aos projetos

Instituto de Matemática e Estatística oferece disciplinas optativas dedicadas ao ensino de software livre

O Instituto de Matemática e Estatística (IME) da USP conta com um centro de pesquisas dedicado ao software livre, o Centro de Competência em Software Livre. Além disso, oferece três disciplinas optativas relacionadas ao assunto.

Uma delas, “Desenvolvimento de Software Livre”, procura fornecer uma base para que o aluno aprenda a colaborar com projetos internacionais de desenvolvimento de software. Embora o curso tenha algumas aulas teóricas, o foco é a parte prática, na qual os estudantes fazem contribuições reais aos projetos.

O professor Fábio Kon, que ministrou a disciplina por muitos anos, enfatiza a preparação ao ingresso no mercado de

Dispositivos microfluídicos analíticos baseado em papel são usados para teste clínico

Microdispositivos baseados em papel fornecem diagnóstico clínico de baixo custo e acesso via celular

Coletar amostra da própria urina, colocá-la em uma folha de papel com reagentes e fazer a leitura do diagnóstico e monitoramento de doenças, como diabetes, pelo smartphone. Pode parecer uma situação futurística, mas é uma técnica de autoexame clínico já existente e estudada há mais de seis anos por pesquisadores do Grupo do Bioanalítica, Microfabricação e Separações (BioMicS), do Instituto de Química de São Carlos (IQSC) da USP.

Uma das pesquisas é do químico Giorgio Gianini Morbioli, que sob orientação do professor Emanuel Carrilho, aprimorou as funcionalidades desse papel com reagentes, chamado de dispositivos microfluídicos analíticos baseado em papel, permitindo

Novas ‘winglets’ serão instaladas na aeronave agrícola Ipanema, da Embraer

Melhora do desempenho foi obtida por winglet, componente aerodinâmico posicionado na ponta da asa da aeronave

Professores do Departamento de Engenharia Aeronáutica (SAA), da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP, desenvolveram novas ‘winglets’ para a aeronave agrícola Ipanema — produzida pela Empresa Brasileira de Aeronáutica S.A. (Embraer), em Botucatu. O propósito foi melhorar o desempenho e o rendimento de pulverização nas lavouras. A tecnologia foi apresentada pela primeira vez durante a feira do agronegócio Agrishow, que ocorreu de 27 de abril a 1º de maio, em Ribeirão Preto (SP).

A ‘winglet’ é um componente aerodinâmico posicionado na ponta da asa de uma aeronave com a finalidade de reduzir o arrasto induzido — que

 O uso dessa tecnologia traz diversos benefícios para a indústria farmacêutica

Na Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) microrreatores são usados para sintetizar moléculas já produzidas

Quase todos os dias ao redor do mundo são realizados avanços na pesquisa sobre medicamentos. A produção de novos fármacos, porém, enfrenta o problema do longo tempo que leva até o medicamento poder ser comercializado, desde a fase de pesquisas, produção e testes até a liberação.

Nos últimos anos, os pesquisadores vêm estudando diferentes possibilidades para tornar mais eficiente a síntese orgânica, podendo assim acelerar a fase de produção destes fármacos. Uma delas é o uso de microrreatores de estrutura tubular, com escalas milimétricas, onde os reagentes se misturam. Reações otimizadas podem produzir maiores quantidades de moléculas com propriedades farmacológicas.
O

Impressora produziu um drone, peças robóticas e até mesmo outra impressora 3D

Equipamentos produzidos no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) reduzem custos na produção

A impressora 3D montada pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, já está alavancando o progresso científico do Instituto. Ao longo de mais de um ano com a máquina, foi produzido um drone, peças robóticas e até mesmo outra impressora 3D. Essa possibilidade de desenvolver objetos essenciais para o andamento das pesquisas, sem depender de recursos adicionais, facilita muito o dia a dia dos pesquisadores.

Cada vez mais as impressoras 3D ganham espaço no cenário nacional e internacional, o uso em universidades e indústrias vem se tornando comum pela diversidade de aplicações

NAP-OIC

Observatório de Inovação e Competitividade também estuda as políticas públicas do setor aeronáutico

O Núcleo de Apoio à Pesquisa – Observatório de Inovação e Competitividade (NAP-OIC), ligado ao Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP, elabora estudos, consultorias e análises sobre inovação para buscar entender como se realiza esse processo. Entre essas consultorias estão dois projetos desenvolvidos em parceria com a Agência Brasileira de Desenvolvimento e Inovação (ABDI): o Índice de Competitividade de Nações (Decoder) e as Plataformas Demonstrativas Tecnológicas Aeronáuticas.NAP-OIC elabora estudos, consultorias e análises sobre inovação

agen20150520 d

 O Decoder, lançado no ano passado, é um sistema de métricas de competitividade, com oito dimensões contendo diversos indicadores cada uma, com o objetivo de estabelecer análises