Laboratório TEC-DAM

As enfermidades emergentes de suínos, as alternativas para alimentação de aves e suínos e a modernização no programa de inspeção do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) são os temas com participação da Embrapa Suínos e Aves a serem debatidos no Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura (Siavs 2019), promovido pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), que acontece entre terça (27) e quinta-feira (29), no Anhembi Parque, em São Paulo-SP.

As interações dos pesquisadores da Embrapa Suínos e Aves começam na quarta-feira, dia 28. Às 9 horas, o pesquisador Dirceu Talamini faz a moderação do painel Demandas do consumidor atual, com a participação de Philip Wilkinson, da 2 Sisters Food Group da Inglaterra, e de Marcio Milan, da Abras. Também a partir das 9 horas, a pesquisadora e chefe-geral do centro de pesquisa em Concórdia-SC, Janice Zanella, fala sobre Senecavírus durante o painel Enfermidades emergentes de suínos, com a moderação de David Barcellos (UFRGS) e a participação de Marcelo Nunes de Almeida, da Iowa State University-EUA e Luis Barcos, da OIE da Argentina.

Na quinta-feira, dia 29, às 9 horas, o pesquisador Dirceu Talamini modera o painel Cereais de inverno, com a participação da também pesquisadora Teresinha Marisa Bertol, que aborda os desafios da pesquisa brasileira sobre o valor nutricional dos cereais de inverno para aves e suínos. O painel ainda terá a presença de Henk Enting, da Cargill da Holanda, Sandra Gehrke, da Seara, e de Paulo Pires, da Fecoagro. No mesmo dia, a partir das 9 horas, o pesquisador Luizinho Caron estará no painel sobre o programa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) de inspeção de ante e post mortem com base de risco, com moderação de Andréa de Moura, da SFA-SP, e presença de Maria Carolina Hortêncio, do Dipoa/Mapa, e de Márcia Franke, do Mapa.

Estande móvel - Além da participação nos painéis do congresso do Siavs, pesquisadores da Embrapa Suínos e Aves também apresentarão trabalhos na programação científica do evento. A Unidade estará ainda na área dos expositores da feira com uma novidade. Em vez de um espaço montado em um estande, o atendimento ao público será feito na van da Embrapa. O veículo foi repassado para a Embrapa em um convênio com a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) e é utilizada em eventos e ações de transferência de tecnologia e de capacitação de públicos específicos.

Na van, serão repassadas informações sobre as áreas de meio ambiente (rotas tecnológicas para tratamento de efluentes da suinocultura, com foco no Sistrates e compostagem de dejetos); bem-estar em suinocultura e sanidade na suinocultura e na avicultura de postura comercial, com informações específicas sobre o controle de salmonela em ambas as atividades. Os visitantes ainda poderão conhecer o Projeto TEC-DAM, com as tecnologias já avaliadas pela Embrapa Suínos e Aves para o destino correto de carcaças de animais mortos na granja.

InovaAvi 2020 - Além disso, estarão disponíveis as primeiras informações sobre o InovaAvi, o primeiro desafio de ideias na avicultura, que acontece em maio de 2020 na Embrapa Suínos e Aves. A proposta é fomentar a inovação de impacto na avicultura e atrair pessoas inovadoras com ideias em qualquer estágio de maturidade, colaborando para que se tornem negócios e soluções para a cadeia produtiva. O InovaAvi é voltado para estudantes universitários ou profissionais independentes de diversas áreas de conhecimento, organizados em equipes e startups.

O evento - O Siavs é considerado o maior evento da avicultura e da suinocultura do Brasil. Durante os três dias da feira, são esperados mais de 15 mil visitantes, entre compradores, técnicos, pesquisadores, consultores, estudantes, lideranças políticas e setoriais de vários países.

Lucas Scherer Cardoso
Jornalista | MTb/RS 10.158

Pin It