fossil

O artigo, “Ediacaran discs from South America: probable soft-bodied macrofossils unlock the paleogeography of the Clymene Ocean”, resultado de estudos de pesquisadores da Unesp e da Universidad Nacional de La Plata (UNLP), da Argentina, foi publicado, em 29 de julho, pela Scientific Reports, um periódico de acesso livre publicado pelo mesmo grupo editorial que publica a Nature.

“Nesse artigo, reportamos, pela primeira vez, fósseis indubitáveis da Biota de Ediacara, enigmático conjunto de seres multicelulares, desprovidos de tecidos biomineralizados, que viveram durante o Período Edicariano (aproximadamente 635-542 milhões de anos atrás), na América do Sul. A descoberta foi feita por um grupo de pesquisadores argentinos e brasileiros”, explica o professor Marcello Simões, do Departamento de Zoologia do Instituto de Biociências (IB) da Unesp, câmpus de Botucatu, que é um dos autores da publicação.

Além de Simões, o artigo tem como autores os pesquisadores Lucas Warren (coordenador brasileiro do projeto que resultou na descoberta), Fernanda Quaglio e Milena Boselli Rosa, do Departamento de Geologia Aplicada do Instituto de Geociências e Ciências Exatas, do câmpus de Rio Claro da Unesp, e María Julia Arrouy, Daniel Poiré e Lucía Gómez Peral, que atuam no Centro de Investigaciones Geológicas da UNLP.

O artigo completo está disponível em http://www.nature.com/articles/srep30590.

Portal Unesp

Pin It