Ciência

Pesquisa

Mais de 140 pesquisadores das universidades de São Paulo (USP), Estadual de Campinas (Unicamp), Estadual Paulista (Unesp) e Federal de São Paulo (Unifesp) ampliaram o escopo de projetos (Auxílios à Pesquisa e Bolsas) apoiados pela FAPESP para incluir estudos ou iniciativas direcionadas ao estudo da COVID-19 e do SARS-CoV-2. A lista com os nomes dos pesquisadores e dos projetos está disponível em www.fapesp.br/14111.

Até o dia 20 de abril, 16 desses pesquisadores já tinham aprovadas solicitações de suplementação para auxílios FAPESP nas modalidades Temático, Jovem Pesquisador, Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) e Centros de Pesquisa em Engenharia (CPEs) para o desenvolvimento rápido de estudos sobre a pandemia. Para mais

coronavírus

O Laboratório Phenotypic Screening Platform, do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da Universidade de São Paulo (USP), está testando medicamentos para combater a COVID-19.

O grupo possui uma parceria com a Eurofarma, que cedeu sua biblioteca de cerca de 1.500 fármacos para a pesquisa. Além disso, a equipe vem firmando novas parcerias com outras farmacêuticas para a triagem dos medicamentos já comercializados no Brasil e também para testar produtos para a prevenção da COVID-19 em desenvolvimento por startups brasileiras.

Segundo Lucio Freitas-Junior, coordenador do laboratório, em entrevista para a Assessoria de Comunicação do ICB, a técnica de triagem fenotípica consiste em avaliar a atividade antiviral de compostos em células

Hemocentro

A transfusão de anticorpos produzidos por pacientes curados da COVID-19 pode se tornar um tratamento para casos moderados e graves da doença. Para testar a eficácia da estratégia

cérebro humano

Mapear pequenas variações no genoma humano capazes de influenciar a arquitetura do córtex cerebral e a predisposição a doenças como esquizofrenia, epilepsia, autismo, transtorno

Instituto Butantan

Um grupo de pesquisadores do Instituto Butantan trabalha no desenvolvimento de um produto composto por anticorpos para combater o novo coronavírus (SARS-CoV-2). Os anticorpos

cloroquina

A Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) aprovou o estudo clínico que avalia a eficácia de Difosfato de Cloroquina em casos de Covid-19. O medicamento é fabricado pelo

evento promovido pela FAPESP

Astrofísica, inteligência artificial, biologia e estatística são algumas das áreas que, combinadas, têm gerado pesquisas de impacto nos últimos anos. Em São Paulo e no Reino

Célula apoptótica (verde) fortemente infectada com partículas do vírus SARS-COV-2 (roxa)

No Brasil, assim como nos demais países do mundo, os casos mais graves de COVID-19 têm sido registrados principalmente entre os homens com mais de 60 anos. Em um estudo apoiado

Laboratório

Pesquisadores da Fiocruz Minas estão integrando uma rede do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Vacinas (INCTV) para o desenvolvimento de uma vacina contra o novo

física de alta energia

A FAPESP assinou um memorando de entendimento com o Fermi National Accelerator Laboratory (Fermilab), dos Estados Unidos.

O acordo tem o objetivo de promover e aprofundar a