Dança

Cirandança

Evento reúne mais de 750 participantes, entre alunos, artistas orientadores e agentes culturais, em três dias de apresentações grátis, iniciando no dia do aniversário de Diadema, 8 de dezembro.

O Cirandança, tradicional evento na cidade de Diadema, comemora 20 anos em 2017 com apresentações nos dias 8, 9 e 10 de dezembro – sexta-feira (às 20h), sábado e domingo (às 19h) – no Centro Cultural Diadema (Teatro Clara Nunes). A cada dia acontece um espetáculo diferente, com entrada franca.

O evento encerra as atividades do Programa de Oficinas de Dança desenvolvido, durante ano de 2017, pela Secretaria Municipal de Cultura de Diadema, e ministradas pelos bailarinos educadores da Companhia de Danças

A Notícia

Com apresentações nos dias 02 e 03 de dezembro, na sede da Cia, na Lapa, novo espetáculo do Caleidos traz notícias de violências contra homossexuais no Brasil e no mundo que se desdobram em danças, denúncias, afetos e ações

Como uma notícia atravessa um corpo? Como um corpo reverbera um noticiário? Nos dias 02 e 03 de dezembro (sábado e domingo), o Caleidos Cia de Dança estreia o espetáculo “A Notícia”, 24º trabalho da companhia paulista que, mais uma vez, se volta sobre o tema da violência na cultura do macho.

Com solo do intérprete criador Nigel Anderson, em “A Notícia”, o noticiário de violência contra homossexuais no Brasil e

Cia De Dancas De Diadema

O Sesc Santo André apresenta dois espetáculos com a premiada Companhia de Danças de Diadema, atuante no Brasil e exterior, há 22 anos.

No dia 18 de novembro (sábado, às 20h), o publico pode apreciar a mais nova montagem do grupo: Força Fluída, com coreografia assinada pelo sul-coreano Jaeduk Kim. E nos dias 19 e 20 de novembro (domingo e segunda, às 12h), a Companhia dança o infantojuvenil A Mão do Meio - Sinfonia Lúdica, sucesso entre crianças, jovens e adultos que foi concebido e coreografado por Michael Bugdahn e Denise Namura. Ambos têm direção geral de Ana Bottosso.

Força Fluída harmoniza força e delicadeza em movimentos inspirados na cultura

Batakere Girar

No ano em que comemora seus 15 anos de ações e resistência através da dança e da arte, a Cia. Sansacroma realiza o projeto “Negritudes convergentes: danças independentes” que ocupa até dia 26 de novembro, a Sala Renée Gumiel do Complexo Cultural Funarte SP (Edital de Ocupação) com diversas atividades que abordam parte do repertório da Cia em parceria com coletivos que dialogam com o eixo curatorial do projeto:  “Corpos Marginais e pluralidades em Dança”.

A Companhia de dança foi criada no Capão Redondo, na periferia sul de São Paulo, e, para a diretora da Cia. Sansacroma, Gal Martins, a escolha do período é pertinente, uma vez que é

Dark

Concebido pelos coreógrafos Dinah Perry e Jorge Garcia, o espetáculo D’Arc - Dark estreia no dia 5 de novembro (domingo, às 19h), no Espaço Capital 35, em Perdizes. A temporada segue até o dia 26 de novembro com sessões sempre aos domingos, às 19h.

D'arc - Dark é dividido em dois atos sequenciais com 30 minutos de duração cada um. São coreografias distintas que mostram o diferente olhar dos coreógrafos para o mesmo tema, mas que se complementam ao contemplar a mulher de todos os tempos.

Tanto D’arc de Dinah Perry quanto Dark de Jorge Garcia tem Joana d’Arc como inspiração: heroína francesa, santa da igreja católica e padroeira da França,

Cisne Negro

Dia 23 de novembro é comemorado o Dia do Profissional da Dança. Para festejar a data, o Sinddança (Sindicato dos Profissionais de Dança do Estado de São Paulo) realiza nos dias 18 e 19 de novembro, sábado (às 20h) e domingo (às 18h), o Dia do Profissional da Dança 2017, no Teatro Alfa, em São Paulo.

O espetáculo é formado por várias apresentações (coreografias) com bailarinos profissionais e grupos de dança de projeção nacional e internacional para festejar a arte da dança, bem como prestar homenagem a todos os bailarinos e profissionais da área. A programação reúne os vencedores do Encontro Nacional de Dança – ENDA 2017 e têm ainda

Coletivo Desvelo

Companhia de dança criada no Capão Redondo, na periferia sul de São Paulo, foi contemplada no Edital de Ocupação da Sala Renée Gumiel 2017 e segue em temporada no Complexo Cultural Funarte SP de 1º a 26 de novembro

No ano em que comemora seus 15 anos de ações e resistência através da dança e da arte, a Cia. Sansacroma realiza o projeto “Negritudes convergentes: danças independentes” que vai ocupar, de 1º a 26 de novembro, a Sala Renée Gumiel do Complexo Cultural Funarte SP com diversas atividades que pretendem abordar parte do repertório da Cia em parceria com coletivos que dialogam com o eixo curatorial do projeto:  “Corpos Marginais

Cia de Dancas de Diadema

A Companhia de Danças de Diadema apresenta o espetáculo “por+vir”, nos dias 27 e 28 de outubro (sexta e sábado, às 20h), no Teatro Clara Nunes, no Centro Cultural Diadema. A entrada é franca.

Em 2015, para comemorar 20 anos de carreira no cenário artístico, a Companhia de Danças de Diadema promoveu um reencontro com importantes coreógrafos que, ao longo de sua trajetória, já haviam criado obras para seu repertório.

A partir desse novo encontro com o elenco da Companhia, o espetáculo “por+vir” foi concebido. Assim, nove coreógrafos trouxeram a possibilidade de experimentação de momentos únicos, cada um pela sua ótica sobre a dança contemporânea.

As experimentações levaram a

Espetaculo UM

UM é o título do espetáculo que a Companhia Moderno de Dança encena nos dias 24, 25 e 26 de novembro na Caixa Cultural São Paulo. O grupo, fundado em 2002, é originário de Belém do Pará e tem a “dança imanente” como proposição teórica e prática em dança.

Pautada no compartilhamento de subjetividades para a criação cênica, a Companhia, que também se configura como grupo de pesquisa, valoriza a construção coreográfica pelas trocas estabelecidas entre o individual (unidade) e o coletivo (múltiplo). A programação é totalmente gratuita e os ingressos devem ser retirados na recepção da Caixa Cultural a partir das 9h nos dias do evento.

A obra

EU por detras de MIM

EU por detrás de MIM foi inspirado em obras de Olafur Eliasson e Guimarães Rosa.

A Companhia de Danças de Diadema apresenta o espetáculo EU por detrás de MIM no dia 10, 11 e 12 de novembro (sexta e sábado, às 20h, e domingo, às 19h), na Galeria Olido (Sala Paissandú). Os ingressos são grátis.

Com direção e coreografia de Ana Bottosso, a montagem foi inspirada em obras do artista visual dinamarquês Olafur Eliasson e no conto O Espelho, de Guimarães Rosa.

Transitando pelos meandros dos reflexos e das reflexões, Ana Bottosso imaginou um universo por detrás dos espelhos, um mundo além  deste que conhecemos, para conceber a coreografia

Ana Bastarda cartaz

Espetáculo do Caleidos Cia de Dança, com apresentações dias 23 e 24 de setembro na sede da Cia, na Lapa, revela o universo da condição feminina por meio de diversas formas de presença: relatos corporais, poéticos e cênicos

O Caleidos Cia de Dança apresenta, nos dias 23 e 24 de setembro, o espetáculo “Ana Bastarda” que dança o universo do feminismo histórico e da condição feminina na contemporaneidade. Premiado em 2015 pelo Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna, “Ana Bastarda” foi desenvolvido pelo Núcleo de Pesquisa Rosa Azul, do Caleidos Cia de Dança, desde 2013.

“Ana Bastarda” procura unir uma perspectiva histórica das origens do feminismo e leituras sobre