Tecnologia

Sistema TempoCampo

Criado na USP de Piracicaba, o Sistema TempoCampo permite a análise sobre cultivos de cana-de-açúcar e de soja

Lançado em agosto de 2016 pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP em Piracicaba, o Sistema TempoCampo finalizou o ano de 2017 com projeções climáticas para 2018.

Criado no Departamento de Engenharia de Biossistemas da Esalq, o Sistema TempoCampo é resultado da intersecção de diversos projetos de pesquisa na área de modelagem agrícola e agrometeorologia. Com um banco de dados climáticos para todos os Estados brasileiros, o sistema oferece aos produtores a possibilidade de antever os efeitos do clima sobre determinadas culturas ao longo das safras. É possível saber,

medicamentos

O Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos/Fiocruz) acaba de concluir mais uma etapa da transferência de tecnologia do medicamento tuberculostático (TB) 4 em 1, considerado o mais eficaz no tratamento da tuberculose. De acordo com o Ministério da Saúde (MS), a doença é um sério problema de saúde pública no Brasil, com profundas raízes sociais. A cada ano, são notificados aproximadamente 70 mil novos casos e ocorrem 4,5 mil mortes em sua decorrência.

Resultado de uma Parceria de Desenvolvimento Produtivo (PDP) firmada entre Brasil e Índia, a tecnologia empregada no 4 em 1 permite que o medicamento seja administrado em dose única, já que é composto por quatro ativos em

Aplicativo Alfabantu

Chamado de Alfabantu, a ferramenta traz o idioma angolano kimbundu e está disponível para download gratuito para Android

A história e a cultura afro-brasileira devem constar no currículo oficial da rede de ensino no Brasil, como prevê a Lei 9.394/1996. No entanto, a disponibilidade de material sobre o assunto e a aplicação da lei ainda são deficitárias em muitas escolas. Foi pensando nisso que o historiador Edson Pereira e a socióloga Odara Dèlé decidiram criar um aplicativo de celular, o Alfabantu, destinado ao ensino da língua falada pelo povo kimbundu, de Angola.

A ideia nasceu quando Pereira ainda cursava História na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP. Lá

sistema de dessalinização

Para extrair sal da água do mar ou água salobra de reservatórios subterrâneos, a tecnologia mais utilizada atualmente é a osmose reversa. O processo é considerado de alto custo pelo material utilizado e pelo gasto com energia elétrica: uma bomba de alta pressão força a água a passar por uma membrana polimérica, que retém os sais.

Uma alternativa de dessalinização, com menor gasto de energia, é o processo de deionização capacitiva que utiliza carvões ativados com poros nanométricos (1 nanômetro equivale a 1 milímetro dividido por 1 milhão) para retirada da salinidade da água. Carvões com características diferenciadas para essa aplicação foram desenvolvidos por pesquisadores do Departamento de Engenharia Química

Oswaldo Cruz recebe Theodore Roosevelt no Instituto Oswaldo Cruz

Perfil biográfico. Trajetória científica. Objetos museológicos. Correspondências. Bibliografia. O maior acervo já reunido sobre a vida e a obra de Oswaldo Cruz (1872-1917) está disponível agora a apenas alguns cliques de distância. Resultado de um trabalho multiprofissional da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz), a Biblioteca Virtual Oswaldo Cruz (BVOC) oferece a pesquisadores, estudantes e curiosos em geral uma plataforma digital inovadora, que marca o centenário da morte do cientista e celebra o Ano Oswaldo Cruz.

Até o momento, a biblioteca virtual multimídia abriga 239 imagens, 159 correspondências, 11 vídeos e seis músicas, além de linha do tempo e outros textos de referência e material de apoio. Todo o conteúdo é

Aplicativo Financeiro

Utilizar tecnologia simples e barata para realizar projetos inovadores de transformação social tem sido a receita de sucesso da startup paulista MGov Brasil. A empresa, criada em 2012, tem desenvolvido ferramentas de gestão para órgãos públicos, institutos e fundações utilizando mensagens de texto de celular (SMS) como forma de coleta e envio de dados. Com apoio do Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE), da FAPESP, a MGov Brasil busca dar um passo adiante, desenvolvendo o próprio sistema de envio de mensagens.

Batizado de “PoupeMais”, o projeto foi inscrito diretamente na Fase 2 do PIPE. A experiência adquirida em iniciativas anteriores pelo pesquisador responsável e sócio-fundador da MGov Brasil, Guilherme

Central Multiusuário em Manufatura Avançada em Internet das Coisas

Local poderá ser utilizado por pesquisadores, empresas incubadas, startups, iniciativas científicas e empresariais

A Internet das Coisas (ou IoT, sigla em inglês para Internet of Things) é o nome dado à tecnologia usada para conectar dispositivos como roupas, veículos e eletrodomésticos, à internet, formando uma rede capaz de coletar e transmitir dados com os mais diversos objetivos. Em dezembro, a USP inaugurou um laboratório dedicado justamente a pesquisas e desenvolvimento nessa área.

A Central Multiusuário em Manufatura Avançada em Internet das Coisas conta com equipamentos de última geração para o desenvolvimento de protótipos, cabeças de série e produtos inovadores. Ela será disponibilizada para a comunidade científica, empresas incubadas, startups e

Facebook

A Agência Brasil enviou questionamentos ao Facebook sobre as políticas que têm sido desenvolvidas sobre fake news e perfis falsos, inclusive automatizados, na rede. Veja o que diz a principal plataforma de redes sociais:

Agência Brasil - Qual o papel do Facebook no combate à disseminação de notícias falsas?

Facebook - Todos temos a responsabilidade de combater a desinformação – empresas de tecnologia, organizações de mídia, instituições de ensino e governos. Sabemos que, em muitos casos, os sites que espalham desinformação têm motivações econômicas, então temos atualizado nossos sistemas para reduzir esses incentivos. Recentemente, por exemplo, fizemos uma atualização no Feed de Notícias para reduzir a distribuição de matérias com manchetes caça-cliques

insetos que atacam lavouras

A lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda) – um inseto que se alimenta de até 100 tipos de plantas – é capaz de transitar entre diferentes cultivos e causar sérios prejuízos, uma vez que apresenta resistência tanto a inseticidas como a culturas transgênicas que expressam proteínas com ação inseticida obtidas da bactéria Bacillus thuringiensis Berliner (Bt).

A fim de compreender melhor como esse e outros insetos se dispersam por áreas agrícolas e, dessa forma, possibilitar que os agricultores possam manejá-los mais eficientemente, pesquisadores da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” da Universidade de São Paulo (Esalq-USP), em colaboração com colegas da Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Botucatu, têm desenvolvido modelos matemáticos

SOS Chuva

Com a chegada do verão inicia-se também a temporada de chuvas na região Sudeste. A diferença é que este ano o aplicativo SOS Chuva poderá informar à população sobre a possibilidade de chuva ou de tempestade na localização exata onde a pessoa está.

É a chamada previsão imediata que, diferente da previsão do tempo convencional, consegue informar a incidência de chuva, granizo ou tempestade com precisão de 1 quilômetro e antecedência de 30 minutos a 6 horas. Desde outubro, o aplicativo SOS Chuva pode ser baixado gratuitamente em smartphones e já conta com mais de 60 mil usuários.

A ferramenta foi desenvolvida por cientistas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais

A imagem de uma internet acessada apenas por hackers ficou no passado. Hoje, tanto empresas consolidam-se como monopólios digitais e tecnológicos quanto robôs colocam em questão o potencial democratizante da rede. Mesmo com essas tensões, a rede ainda é um espaço privilegiado para a expressão de grupos que, em geral, não encontram espaço nas mídias tradicionais.

A mobilização online cresceu em meados dos anos 2000, acompanhando o desenvolvimento de ferramentas de interação e colaboração. Por volta de 2011, as redes sociais chegaram a ser consideradas o combustível para as revoluções no mundo árabe. No Brasil, muitos dos protestos que formaram as chamadas jornadas de junho, em 2013, foram convocadas a