esteta banner 960

dauridiogo

Saúde

Cadernos de Saúde Pública

A revista Cadernos de Saúde Pública (volume 33 número 2), disponível on-line, coloca em pauta a não vacinação infantil entre as camadas de maior renda/escolaridade como desafio para a Saúde Pública, apesar de a vacinação ser mundialmente reconhecida por autoridades sanitárias e a comunidade médica como importante intervenção preventiva com impacto na redução da morbimortalidade de doenças imunopreveníveis (a exemplo da erradicação da varíola e significativa redução dos casos de poliomielite no mundo). Conforme relata o editorial da publicação, a disseminação de hesitação e resistência às vacinas entre pessoas de alta renda e escolaridade tem se tornado uma questão relevante para a saúde pública em vários países. "No Brasil, o Programa Nacional de Imunizações (PNI), criado na década de 1970, alcançou altos níveis de cobertura vacinal, levando à eliminação da poliomielite no país em 1989 e ao controle de várias doenças como sarampo, tétano neonatal, difteria, tétano acidental e coqueluche. Estudos recentes de cobertura vacinal infantil, no entanto, também têm apontado para a diminuição da taxa de vacinação nos estratos socioeconômicos mais elevados. Nesse contexto, observa-se a reemergência de doenças antes controladas, a exemplo dos surtos de sarampo que atingiram a Califórnia, Estados Unidos, em 2014, e que têm se intensificado no Brasil desde 2011."

Vanessa Helena

O uso de plantas medicinais é frequente em muitas comunidades onde a população as utiliza de forma empírica para combater os sintomas de doenças, na forma de chás e infusões. O chá dos frutos da espécie Pterodon pubescens Benth, conhecida popularmente como sucupira, é tido como analgésico e anti-inflamatório natural. Mas também é muito comum encontrar produtos, que alegam conter sucupira, sendo oferecidos no mercado. E a população exposta ao apelo de produtos milagrosos e naturais não conhecem realmente os riscos.

Autismo

Estudo da Unesp avalia trabalho do professor com crianças que apresentam o transtorno

O autismo é um transtorno que causa muitos receios, dúvidas e inseguranças por parte das pessoas que tentam interagir com crianças ou adolescentes nesta condição. Na educação, isso não é diferente. Ainda existe uma parcela de professores que resistem à inclusão do aluno autista, muitas vezes pelo fato de não conhecer a síndrome e não conseguir trabalhar com esse estudante pelos métodos tradicionais.

Agenda Cultural

Workshops, palestras, seminários, conferências, congressos, shows, exposições e cursos na área Cultural

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
12
Data : 12 de Abril de 2017
13
Data : 13 de Abril de 2017
15
Data : 15 de Abril de 2017
16
Data : 16 de Abril de 2017

Parceiros

geralinks
linkirado atoananet