Plataforma Intergovernamental

A Plataforma Intergovernamental sobre Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (IPBES) pretende finalizar e apresentar cinco avaliações na sexta sessão plenária da entidade, que ocorrerá em março de 2018, em Medellín, na Colômbia.

Serão quatro avaliações regionais de biodiversidade e de serviços ecossistêmicos (para África, Américas, Ásia-Pacífico e Europa e Ásia Central) e uma avaliação temática sobre Degradação e Restauração de Áreas Degradadas. A IPBES foi criada em 2012 para oferecer informações científicas para a tomada de decisões políticas.

Segundo a entidade, uma das fases mais importantes na elaboração de avaliações é o período em que são abertas para revisão externa por qualquer perito interessado, de cientistas a tomadores de decisão e detentores de conhecimento indígena ou local.

“Quanto maior for o leque de participação de especialistas na revisão externa, mais crível, legítima e pertinente politicamente serão as avaliações”, destaca o IPBES em comunicado.

O período para a revisão externa da segunda versão dos capítulos de avaliação e dos rascunhos de primeira versão dos resumos para os formuladores de políticas está aberto até 26 de junho de 2017 para África, Ásia-Pacífico e Europa e regiões centrais da Ásia. Para a avaliação das Américas, o prazo termina em 24 de julho.

Especialistas que desejam participar com comentários ou revisão externa precisam se cadastrar como usuários do site IPBES, em www.IPBES.net/user/Register?Destination=SOD-Review.

O IBPES disponibilizou uma apresentação de 20 minutos com foco em como os governos especialmente podem participar dessa revisão externa. A apresentação está disponível em: https://youtu.be/tnx8nxDId08.

Mais informações: http://www.ipbes.net/article/external-review-ipbes-assessments-governments-and-experts.

Agência FAPESP

Pin It