esteta banner 960

dauridiogo

clima

Inverno promete ser bem frio no Noroeste Paulista: Avaliação é baseada nos primeiros 15 dias da estação

No último dia 21 de junho começou o inverno no Hemisfério Sul e a dizer pelo seus primeiros 15 dias, a estação promete ser das mais frias. No último dia 28, segundo a Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira, que opera a Rede Agrometeorológica do Noroeste Paulista e monitora o clima na região que registrou as menores temperaturas do ano. As mais baixas foram registradas em Marinópolis e Pereira Barreto (Estação Bonança), com 10,8°C e 11,2°C respectivamente. Em Marinópolis, a última vez que foi registrado temperatura inferior à de 28 de junho foi em 10 de agosto de 2014, com 10,7ºC.

O Noroeste Paulista, que é conhecido por alguns como a rota do sol, teve a última semana com as temperaturas mínimas sempre abaixo da casa dos 20°C e Ilha Solteira teve um final de semana extremamente atípico até mesmo para esta estação do ano, pois no último sábado (4), o vento chegou a até 24 Km/h, também foi registrado uma precipitação de 8,6 mm e uma temperatura mínima de 14,1°C, que se manteve no domingo, quando a temperatura ficou abaixo dos 13°C pela primeira vez no ano e atingiu 12,1°C, sendo o dia mais frio do ano até o momento. A temperatura 12,1ºC foi sentida pelos ilhenses pela última vez em 25 de julho de 2014.

Chuva
Durante o sábado foi registrado chuva em praticamente todo o noroeste paulista, destacando-se os municípios localizados entre os rios São José dos Dourados e Tietê. Com 11,2 mm, a estação Bonança, em Pereira Barreto, registrou o maior índice de chuva, seguida por Santa Adélia Pioneiros (Sud Mennucci), Santa Adélia (Pereira Barreto) e Ilha Solteira onde a precipitação ficou por volta de 8,8 mm. 

Na agricultura se diz dia de chuva quando a precipitação em um mesmo dia ultrapassa a marca dos 10 mm, mas a garoa que perdurou durante o último sábado foi benéfica para os agricultores porque, devido a baixa intensidade, não causou perdas de solo e ainda derrubou os valores de evapotranspiração, que é a soma da água transferida do solo para o ambiente pela transpiração das plantas e evaporação de água do solo e ficou com média abaixo dos 2,0 mm/dia.

Em Ilha Solteira, no período de Janeiro a Junho, a chuva em 2015 correspondeu com o esperado e já atinge 756 mm.

Durante o período de janeiro a junho as chuvas mostraram-se muito irregulares no noroeste paulista, enquanto a estação agrometeorológica situada no município de Paranapuã já registrou 100 mm de chuva a mais do que o esperado, as estações Bonança e Santa Adélia (ambas em Pereira Barreto) ainda esperam a mesma quantidade de chuva para atingir a média histórica. Ilha Solteira e Populina completam a lista de municípios que superaram a precipitação esperada.

As chuvas do primeiro semestre de 2015 mostrou-se totalmente atípica, mesmo atingido 99% da média esperada para o período, o gráfico a baixo mostra chuvas abaixo da média no mês de janeiro, porém, bem acima no mês de maio.

Doenças no campo sob irrigação
Nesta época do ano são encontradas lavouras de milho e feijão com produção garantida pelos sistemas de irrigação e a preocupação agora se volta para as doenças que tem condições favorecidas pela baixa temperatura e elevada umidade do ar.

O Professor Dr. Paulo Ceresini - do DEFERS Unesp - alerta que com a chegada deste inverno das baixas temperaturas e umidade relativa do ar alta o agricultor deve se atentar não apenas as injúrias causadas pelo frio, mas também as doenças que podem se abater sobre suas lavouras, como a antracnose em feijão. 

"A antracnose é uma das principais doenças da cultura do feijoeiro, causada por um fungo e pode levar a perda total da lavoura. O principal sintoma desta doença são necroses marrom-escura nas nervuras na parte inferior das folhas. Práticas culturais básicas como o uso de sementes sadias, rotação de culturas e destruição dos restos da cultura devem ser adotadas, a aplicação de fungicidas deve ser feita apenas sob orientação de um Engenheiro Agrônomo". alerta o Professor Ceresini.

Em relação à cultura do milho, a Professora Dra. Marli de Fátima Stradiotto Papa - também do DEFERS Unesp - destaca que "as doenças do milho favorecidas pela condição climática atual são a ferrugem comum e mancha branca, principalmente. E no caso do feijoeiro, o irrigante deve estar atento também para a mancha angular, mofo branco e ferrugem. Mas atenção, a presença da doença é muito mais que condições favoráveis e para que ela ocorra é preciso ter o hospedeiro suscetível, patógeno virulento e ambiente favorável e estes três fatores ocorrendo juntos".

Já o Professor Dr. Fernando Braz Tangerino Hernandez - Coordenador da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira - complementa as informações destacando "a importância do manejo da irrigação, ou seja, controlando a quantidade de água aplicada baseada na evapotranspiração da cultura e no armazenamento de água no solo e assim, aproveita-se da baixa demanda por água das culturas para manter os equipamentos de irrigação desligados, otimizando os custos de produção e diminuindo a suscetibilidade às doenças".

SERVIÇO:
- Informações sobre agricultura irrigada e agroclimatologia no noroeste paulista são publicadas regularmente BLOG da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira em http://irrigacao.blogspot.com
- Números e gráficos das estações agrometeorológicas no noroeste paulista estão em http://clima.feis.unesp.br
- Canal da Área de Hidráulica e Irrigação da UNESP Ilha Solteira: www.agr.feis.unesp.br/irrigacao.php
- Canal no YouTube: http://www.youtube.com/fernando092
- Canal CLIMA da UNESP Ilha Solteira: http://clima.feis.unesp.br
- Pod IRRIGAR - O Pod Cast da Agricultura Irrigada: http://podcast.unesp.br/podirrigar
- Fan Page no FaceBook: https://www.facebook.com/ahiunespilhasolteira
- Informações também em (018) 3743-1959

Agenda Cultural

Workshops, palestras, seminários, conferências, congressos, shows, exposições e cursos na área Cultural

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Parceiros

geralinks
linkirado atoananet