esteta banner 960

dauridiogo

Tecnologia

Dispositivos microfluídicos analíticos baseado em papel são usados para teste clínico

Microdispositivos baseados em papel fornecem diagnóstico clínico de baixo custo e acesso via celular

Coletar amostra da própria urina, colocá-la em uma folha de papel com reagentes e fazer a leitura do diagnóstico e monitoramento de doenças, como diabetes, pelo smartphone. Pode parecer uma situação futurística, mas é uma técnica de autoexame clínico já existente e estudada há mais de seis anos por pesquisadores do Grupo do Bioanalítica, Microfabricação e Separações (BioMicS), do Instituto de Química de São Carlos (IQSC) da USP.

Impressora produziu um drone, peças robóticas e até mesmo outra impressora 3D

Equipamentos produzidos no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) reduzem custos na produção

A impressora 3D montada pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, já está alavancando o progresso científico do Instituto. Ao longo de mais de um ano com a máquina, foi produzido um drone, peças robóticas e até mesmo outra impressora 3D. Essa possibilidade de desenvolver objetos essenciais para o andamento das pesquisas, sem depender de recursos adicionais, facilita muito o dia a dia dos pesquisadores.

Processo de inovação permite que ideias sejam implantadas

Modelos auxiliam na organização e alocação de recursos para desenvolvimento de produtos

A transformação de uma ideia em um produto é um longo caminho para empreendedores e empresas, além de envolver todo um processo de inovação com o desenvolvimento de algo novo. Para entender a lógica de gerenciamento desses projetos, pesquisadores do Laboratório de Gestão da Inovação (LGI) da Escola Politécnica (Poli) da USP, ligado ao Núcleo de Apoio à Pesquisa – Observatório de Inovação e Competitividade (NAP-OIC), analisaram projetos de inovação em empresas no Brasil e no exterior. O resultado foi a apresentação de oito modelos de processos.

Novas ‘winglets’ serão instaladas na aeronave agrícola Ipanema, da Embraer

Melhora do desempenho foi obtida por winglet, componente aerodinâmico posicionado na ponta da asa da aeronave

Professores do Departamento de Engenharia Aeronáutica (SAA), da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP, desenvolveram novas ‘winglets’ para a aeronave agrícola Ipanema — produzida pela Empresa Brasileira de Aeronáutica S.A. (Embraer), em Botucatu. O propósito foi melhorar o desempenho e o rendimento de pulverização nas lavouras. A tecnologia foi apresentada pela primeira vez durante a feira do agronegócio Agrishow, que ocorreu de 27 de abril a 1º de maio, em Ribeirão Preto (SP).

Agenda Cultural

Workshops, palestras, seminários, conferências, congressos, shows, exposições e cursos na área Cultural

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Parceiros

geralinks
linkirado atoananet